Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Saiu na Mídia

Cinco lições à América Latina do maior ranking global de educação

por Redação 26 de maio de 2015

Eric Hanushek, professor da Universidade de Stanford (EUA) e um dos mais respeitados acadêmicos especializados em educação, é um dos autores do novo relatório internacional, divulgado pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), que compara o desempenho de estudantes em matemática e ciências em 76 países, com base nos testes internacionais, como o PISA.

Cingapura lidera o ranking, seguida por Hong Kong, Coreia do Sul, Japão e Taiwan. O Brasil está na 60ª posição, atrás de outros latino-americanos como Chile, México e Costa Rica e um pouco melhor do que Argentina e Colômbia.

Mas o relatório vai mais além do ranking e vincula a educação em cada país ao futuro de sua economia. E dele é possível tirar lições como: A educação ruim faz mal à economia; ‘Educação de qualidade e petróleo não se misturam'; A alta renda de um país não o protege da educação ruim.

BBC

 

Leia a matéria original em BBC