Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Inovações em Educação

Guia do eleitor: propostas para educação integral

Educação integral deve garantir o pleno desenvolvimento do aluno e depende da compreensão da rede, da participação da comunidade e da busca por novos espaços

por Vinícius de Oliveira 24 de setembro de 2014

Porvir preparou dicas para ajudar eleitores a analisarem programas de governo. Saiba alguns pontos importantes que candidatos a presidente ou governador devem se preocupar para traçarem projetos inovadores para a educação brasileira.

Clique aqui para voltar: Guia do eleitor para educação inovadora

Entendimento da rede
O governador precisa conhecer em profundidade a sua rede educativa; tanto no que diz respeito à infraestrutura e quadro de profissionais, quanto em relação ao perfil dos estudantes. Ele deve estimular que as escolas façam o mesmo, conhecendo melhor seu público e também as oportunidades educativas que a sua comunidade oferece.

Integração de secretarias
O governador deve entender o perfil da rede e atuar de forma sistêmica, integrando à secretaria de educação de seu governo os demais órgãos e secretarias, para a pactuação e investimento em uma agenda comum: a do desenvolvimento integral das pessoas. A escola, sozinha, não alcança esse objetivo.

Centro de Referências em Educação Integral

Comunidade participativa
É estratégico promover a participação da comunidade nas decisões da escola. Isso é o que conseguiríamos de mais inovador. Se você tem uma comunidade articulada, consciente de que ali é um espaço público, logo, ele é nosso, a escola terá  uma qualidade mil vezes melhor que as outras, como mostram pesquisas feitas pelo MEC.

Responsabilidade compartilhada
Educação integral é uma responsabilidade compartilhada entre governador e presidente. O recurso virá da União, a adesão e o desenho do projeto é do estado (no ensino ensino médio), o projeto pedagógico é escrito na escola e a comunidade participativa é  que vai garantir que tudo funcione como está escrito. Logo, é uma rede.

Pilar Lacerda, diretora da Fundação SM

Novos espaços
Um bom plano de educação integral deve envolver parceria com outros espaços e isso requer que sejam feitas parcerias com bibliotecas, ONGs, centros culturais e clubes sociais. Por que uma escola precisa esperar a construção de uma piscina se ela está próxima a um clube que fica ocioso durante a semana? Olhar espaços ociosos será a grande sabedoria dos novos governantes que deverão dar conta de responder com agilidade às necessidades desse novo tempo.

Isabel Santana, superintendente da Fundação Itaú Social

Clique nos links abaixo e saiba que propostas os candidatos deveriam ter em seus programas de governo para construir uma educação integral inovadora:

educação integral tecnologia na educação

TAGS

educação integral, personalização, tecnologia