Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Inovações em Educação

Guia do eleitor: propostas para tecnologia na educação

Internet, equipamentos de qualidade e professores preparados para uso da tecnologia proporcionam mais tempo para se pensar na aprendizagem

por Vinícius de Oliveira 24 de setembro de 2014

Porvir preparou dicas para ajudar eleitores a analisarem programas de governo. Saiba alguns pontos importantes que candidatos a presidente ou governador devem se preocupar para traçarem projetos inovadores para a educação brasileira.

Clique aqui para voltar: Guia do eleitor para educação inovadora

Banda larga nas escolas
Se tem uma coisa que o próximo governante precisa priorizar é internet de alta velocidade em todas as escolas. Não é só ter conexão. É qualidade. Uma escola de 1000 alunos precisa ter uma rede de 100 Mbps para poder ter um uso adequado.

Incentivo a negócios de educação
O governo precisa melhorar o ambiente de negócios para empreendedores de educação, com apoio do BNDES, e também validar produtos para criação de uma lista de softwares viáveis de serem implantados em sala de aula.

Formação de professores para uso de tecnologia
É preciso preparar professores. Eles entendem onde cada aluno está, a qualquer momento. Tem muita coisa para ajudar o professor na gestão da sala, na lição de casa, na correção de prova. Quanto mais trabalho operacional você tirar das mãos do professor e do coordenador pedagógico, mais tempo eles terão para cuidar do aprendizado dos alunos.

Flávia Goulart, gerente de inovação da Fundação Lemann

Equipamentos digitais nas escolas
É preciso garantir que todas as escolas públicas recebam máquinas e outras ferramentas digitais de ponta e que possuam eficiência na manutenção das mesmas de forma que não se tornem muito rapidamente obsoletas. Parcerias ajudariam na inteligência de gestão.

Tecnologia como ferramenta de aprendizagem
Implementar projetos educacionais que visem ao uso da tecnologia em seu potencial de equidade, com acesso a todos. Seu uso deve estar voltado para dar mais eficiência nos resultados de desempenho, com foco no acompanhamento da aprendizagem (avaliações) e intervenções pedagógicas necessárias (planos de ação e de aulas).

Beatriz Ferraz, gerente de projetos educacionais do Instituto Natura

Clique nos links abaixo e saiba que propostas os candidatos deveriam ter em seus programas de governo para construir uma educação integral inovadora:

educação integral tecnologia na educação

TAGS

educação integral, personalização, tecnologia