Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Crédito: etoileark/Fotolia.com

Inovações em Educação

Histórias inspiradoras que foram destaque no Porvir em 2016

Selecionamos alunos, educadores, gestores e empreendedores que compartilharam suas experiências conosco

por Marina Lopes e Vinicius de Oliveira 29 de dezembro de 2016

Com a missão de levar conteúdos sobre educação inovadora ao leitor e apoiar que essas práticas sejam disseminadas, em 2016 o Porvir conheceu experiências de impacto dentro e fora de sala de aula. Vindas de alunos, professores, diretores, equipes de governo e empreendedores, essas histórias marcaram o ano do portal.

Dá uma olhada nisso: na pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção, ouvimos 132 mil jovens. Além disso, criamos uma nova seção de infraestrutura para o guia Tecnologia na Educação e mergulhamos no tema de Educação Mão na Massa para publicar o guia que traz um vídeo 360º e um simulador para montar um laboratório maker. Também apresentamos 27 sites e ferramentas inovadoras e, como não poderia deixar de ser, visitamos escolas e algumas delas foram parar no nosso podcast.

Para mostrar que atrás de grandes projetos existe sempre alguém disposto a inovar, selecionamos alguns desses personagens que apareceram no Porvir ao longo do ano:

Adriana Negreiros Campos, professora

Para celebrar histórias pessoais dos alunos, a professora Adriana Negreiros Campos criou um museu temporário que abarcava memórias por meio de objetos trazidos pela turma e pela equipe técnica da Unidade Municipal Maria Luiza Alonso e Silva, em Santos (SP). A atividade surgiu como uma estratégia para chamar atenção dos adolescentes sobre a importância de cada pessoa na construção da história, relacionando a disciplina com a vida deles e da família. O relato de Adriana para a seção Diário de Inovações foi um dos mais compartilhados e comentados do ano. Leia mais

Claudio Olmedo, empreendedor

Ativista do hardware livre e do movimento maker, o empreendedor brasileiro Claudio Olmedo desenvolveu uma placa eletrônica de baixo custo que permite ensinar programação e robótica com apenas um dólar. Do tamanho de um cartão de crédito, a One Dollar Board possibilita executar exercícios simples e até mesmo construir projetos de automação para quem está dando os primeiros passos na área. A ideia do paranaense é tornar a placa um item básico da lista de materiais escolares. Leia mais

Eliane Ferreira, diretora escolar

A diretora Eliane Ferreira mostrou que é possível transformar o ambiente escolar com dedicação e apoio de alunos, professores e familiares . Em 2012, quando ela assumiu o cargo na Escola Municipal Professor Souza Carneiro, no bairro da Penha, no Rio de Janeiro (RJ), o cenário era de conflito, com paredes escuras e grades para todos os lados. Com uma gestão democrática e a renovação do espaço físico, ela conseguiu engajar a comunidade para mudar a cara da escola, que antes era conhecida como Carandiru, em referência ao antigo presídio localizado em São Paulo (SP). Leia mais 

Hanan Al Hroub, professora 

Eleita a melhor professora do mundo pelo Prêmio Global Teacher Prize, a professora Hanan Al Hroub, da escola de ensino médio Samiha Khalil, em Al-Bireh, na Cisjordânia, mostrou que é possível reduzir os efeitos da violência na vida de crianças refugiados da Palestina. Inspirada na sua própria trajetória, ela começou um trabalho socioemocional para ajudar estudantes no desenvolvimento de confiança, respeito, honestidade e relações afetivas, além de enfatizar a importância da alfabetização. Leia mais

Kawoana Vianna, estudante

Ainda no ensino médio, a gaúcha Kawoana Vianna inventou uma meia que evita amputação em diabéticos. Após participar de inúmeras feiras estudantis e conquistar prêmios internacionais importantes, ela percebeu que as melhores oportunidades que recebeu na sua vida surgiram por causa do seu envolvimento com a ciência. Pensando nisso, a jovem criou o projeto Cientista Beta, que busca aproximar alunos de ensino médio da pesquisa. Na plataforma, ela e outros jovens cientistas compartilham suas histórias e escrevem sobre o que já alcançaram com seus projetos. Leia mais

Luemy Ávila, educadora

Na tentativa de resgatar a identidade de alunos de uma zona rural do Rio de Janeiro, a educadora Luemy Ávila driblou a falta de recursos e deu início a um projeto de robótica nas escolas municipais de Macaé (RJ). Com a doação de materiais, ela mobilizou alunos e professores em atividades que usam a tecnologia a favor da aprendizagem. Até os computadores quebrados se transformaram em matéria-prima para os desafios de robótica. Leia mais

Maria Gabriela da Silvam, estudante 

No segundo ano do ensino médio, a estudante Maria Gabriela da Silva desenvolveu um jogo da memória para crianças com deficiência intelectual. Junto com outros colegas do Colégio FAAT, de Atibaia (SP), ela trabalhou com uma placa de Arduino e outros componentes para construir um protótipo. Após visitas a uma ONG, ela superou as falhas do projeto e continuou aprimorando o jogo, que em breve irá ganhar uma nova versão. Leia mais

TAGS

ciências, educação infantil, empreendedorismo, ensino fundamental, ensino médio, inclusão, mão na massa, programação, robótica