Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Aurielaki / Fotolia.com

Inovações em Educação

Livro e canal de vídeo reúnem estudos e práticas de jogos na educação

Centro Lemann da Universidade de Stanford, UFPE e Joy Street recebem textos e vídeos sobre como incentivar a inovação em escolas do Brasil através da ludicidade

por Redação 20 de fevereiro de 2017

Educadores, pesquisadores, empreendedores e estudantes estão sendo convidados a contribuir com a coleção “Ludicidade, Jogos Digitais e Gamificação na Aprendizagem: Estratégias para Transformar as Escolas no Brasil”, organizada pelo Centro Lemann de Empreendedorismo e Inovação Educacional da Universidade de Stanford (EUA), em colaboração com a Universidade Federal de Pernambuco e a Joy Street. A coleção será composta por um livro e um canal no Youtube que têm o objetivo de promover o debate sobre como incentivar a inovação das práticas didáticas na escola de ensino básico no Brasil através da ludicidade, em especial através do uso de jogos digitais e estratégias de gamificação.

Para participar, é preciso submeter textos e vídeos até o dia 10 de março neste link. O anúncio dos selecionados vai ocorrer no dia 10 de abril.

O livro reunirá estudos e recomendações relacionados a atividades lúdicas na educação escolar, em duas seções, uma com pelo menos 10 artigos científicos originados em instituições de pesquisa e uma com 6 artigos técnicos originados em redes de ensino, ONGs/OSs e startups.  O canal de vídeos coletará 10 narrativas de professores e 10 de estudantes sobre eventos reais de interação entre jogos digitais e aprendizagem.

Essa iniciativa é organizada por Luciano Meira, da UFPE e Joy Stree, e Paulo Blikstein, do Centro Lemann e Universidade de Stanford, com o apoio da SBC (Sociedade Brasileira de Computação), do SBGames (Simpósio Brasileiro de Jogos e Entretenimento Digital) e da Fundação Lemann.

Saiba mais informações e leia o regulamento da chamada de trabalhos aqui.

TAGS

fundação lemann, gamificação, jogos, pesquisas