Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Divulgação

Como Inovar

Plataforma gratuita apoia construção de soluções para ensino fundamental 2 e médio

Faz Sentido oferece orientações, recursos e guias práticos para atender aos interesses de adolescentes e jovens do século 21

por Redação 28 de setembro de 2017

Como conectar a educação aos interesses de adolescentes e jovens do século 21? Para auxiliar redes de ensino, escolas e gestores neste desafio, a plataforma Faz Sentido ganhou uma nova versão com orientações, ferramentas e guias práticos que ajudam a repensar as etapas do ensino fundamental 2 e médio.

Resultado de uma parceria entre o Instituto Inspirare e o Instituto Unibanco, com conteúdos produzidos pela Agência Tellus e tecnologia desenvolvida pela Inketa, a plataforma foi apresentada nesta quarta-feira (27), em Brasília (DF), durante o Seminário Internacional Desafios e Oportunidades para os Anos Finais do Ensino Fundamental.

“Ao desenvolver a Faz Sentido, a nossa preocupação é de fato ajudar escolas, redes e professores a entenderem melhor quem é esse adolescente e jovem do século 21. Quais são os seus comportamentos, demandas e expectativas em relação à escola? Conhecendo melhor esse estudante, eles podem rever o currículo, as práticas pedagógicas e a organização da escola para se aproximar da contemporaneidade”, destaca Anna Penido, diretora do Instituto Inspirare.

Veja também: Especial Participação dos Estudantes na Escola

Com base nos estudos e referências disponíveis na plataforma, ela diz que escolas e redes podem construir soluções específicas para enfrentar os seus desafios. “A Faz Sentido é um convite para que escolas possam se repensar de forma autônoma e empoderada. Nós não queremos que elas fiquem replicando modelos, mas que possam se repensar à luz do novo estudante que está na sala de aula.”

A plataforma foi construída a partir de pesquisas de campo, entrevistas e encontros de cocriação, que reuniram especialistas da educação, do poder público e de institutos. Professores, estudantes, familiares e gestores das redes municipais de educação de Salvador (BA) e São Miguel dos Campos (AL) também participaram de encontros e oficinas para testar e implementar soluções práticas com o apoio da ferramenta.

Diferente da versão anterior, que apresentava uma trilha única para redes de ensino implementarem soluções, a plataforma agora oferece caminhos e estratégias desenhadas para professores, escolas e gestores, trabalhando com recursos específicos para a realidade de cada profissional. “Todo material foi construído em processos de colaboração. As trilhas foram elaboradas a partir de experiências práticas e aprimoradas com o apoio de secretarias, familiares, alunos, técnicos e professores de escolas que experimentaram a ferramenta”, explica Carolina Faria, consultora da Agência Tellus.

A novas trilhas funcionam como guias práticos para construir soluções nas áreas de formação de professores, currículo, avaliação e certificação, práticas pedagógicas, família e comunidade, ambiente da escola e gestão.

O destaque da nova versão também é a inclusão de ferramentas e orientações específicas para o ensino médio, que enfrenta o desafio de construir um currículo mais aderente, acolhedor e inclusivo para todos os jovens, conforme avalia Alexsandro Santos, gerente de desenvolvimento de soluções do Instituto Unibanco. “Esse desafio só vai ser enfrentado se a gente conseguir democratizar a conversa sobre a construção do currículo. Ele não sairá pronto dos gabinetes de secretarias. Só poderá ser feito a partir da construção coletiva de estudantes, de educadores e da comunidade. Esperamos que a plataforma torne possível essa discussão.”

Para apoiar educadores e gestores escolares que desejam implementar as trilhas, a plataforma oferece um acompanhamento à distância. Para receber mentoria presencial e promover processos mais profundos de mudança, redes de educação ainda podem solicitar apoio pelo e-mail contato@fazsentido.org.br.

A plataforma também permite que educadores e gestores de todo o país compartilhem recomendações e práticas de êxito. Todos os recursos são gratuitos e podem ser acessados em http://fazsentido.org.br.

TAGS

ensino fundamental, ensino médio, instituto inspirare, pesquisas