Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Crédito: Dmitry Guzhanin / Fotolia.com

Inovações em Educação

Sua experiência em escola inovadora pode ser publicada em livro

Centro Lemann e a Escola de Educação da Universidade de Stanford recebem textos teóricos e relatos de alunos e professores para o livro "Inovações Radicais na Educação Brasileira"

por Redação 6 de janeiro de 2017

Se você integra a equipe gestora ou estuda em uma escola fora do comum, o Centro Lemann e a Escola de Educação da Universidade de Stanford, nos Estados Unidos, querem conhecer a sua história para inclui-la no livro “Inovações Radicais na Educação Brasileira”, organizado pelos professores Paulo Blikstein e Flavio Campos.

A temática do livro é a implementação de escolas radicalmente inovadora, com transformações que atinjam o currículo estruturado por disciplinas, a seriação por idade, a divisão da escola em salas de aula ou a aplicação de avaliações. Essas mudanças também podem incluir a participação dos alunos na definição do currículo, a implementação de processos democráticos de decisão e a inclusão de conteúdos não tradicionais no currículo.

O livro também abre espaço para relatos de professores e alunos sobre experiências inovadoras que tenham promovido ou participado.

Como contribuir

Serão aceitos capítulos teóricos e de fundamentação sobre formas alternativas de organização da escola e/ou práticas radicalmente inovadoras relacionadas à área pedagógica. Além desses, os organizadores também aceitam textos que falem sobre a implementação de inovações radicais na criação ou transformação de escolas brasileiras, escritos por membros das próprias equipes das referidas instituições ou pesquisadores associados (exemplos: criação de uma escola baseada em projetos, sem divisão de disciplinas, ou com controle democrático).

Outra possibilidade é o envio de relatos de experiências de práticas radicalmente inovadoras em escolas “tradicionais” por docentes, gestores ou educadores (exemplos: transformação radical de uma única disciplina ou inclusão de uma disciplina “não tradicional” dentro de uma escola normal).

Também serão aceito relatos de experiências escritos por alunos, sobre sua participação em práticas radicalmente inovadoras implementadas em quaisquer tipos de escolas, tradicionais ou alternativas (exemplos: participação em um projeto interdisciplinar, experiência no processo decisório de uma escola, elaboração do currículo em colaboração com professores, vivência em uma disciplina baseada em projeto ministrada em uma escola tradicional).

Em quaisquer opções, o uso de imagens é livre.

Prazos

Para os capítulos teóricos e os de implementação o prazo é 8 de janeiro. Os autores devem enviar uma proposta para análise e seleção não excedendo 1000 palavras em formato Word. Os textos passarão por um processo de seleção, e aqueles aprovados serão convidados a submeter o texto completo com até 8000 palavras.

Os relatos de experiências de professores e alunos deverão ser enviados já completos, e devem ter até 3000 palavras, em formato Word. Após um processo de seleção, os relatos aprovados serão convidados a enviar uma versão final do texto. Neste formato, o prazo é 15 de fevereiro.

Para mais informações e instruções de envio, acesse: http://bit.ly/inovacaoradical

TAGS

ensino fundamental, ensino médio