Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

crédito: antishock / Fotolia.com

Diário de Inovações

‘Transferi para o magistério o legado da publicidade’

No Diário de Inovações, professora conta como usou a tecnologia para trabalhar mitologia com o 6º ano

por Clarice Menezes 5 de novembro de 2014

Vou começar contando um pouquinho da minha história. Primeiramente, me formei em comunicação social e trabalhei como redatora publicitária durante 4 anos, mas ao mesmo tempo cursava Letras na UERJ e, assim que me formei, deixei a publicidade e fui fazer o que era realmente a minha paixão desde muito nova: ser professora. 

Transferi para o magistério o legado da publicidade, que foi o de ter trabalhado com tecnologia multimídia. Percebi que isso funcionava muito bem na educação, me fazia feliz, fazia os alunos felizes e tornava as aulas muito mais interessantes.

Gosto muito de compartilhar minhas experiências com tecnologia em sala de aula, pois acredito que o que deu certo para mim e para os meus alunos, pode incentivar outros profissionais a fazer o mesmo.

Na Escola Municipal Francisco Jobim, zona norte do Rio de Janeiro, o projeto que realizei com a minha turma de sexto ano se chamou Mitos e Lendas, Deuses e Heróis. Ele tinha como objetivos a leitura do livro Odisseia (adaptação de Ruth Rocha), a pesquisa e produção de textos, bem como a contação de histórias. Além disso, outro objetivo era o de familiarizar meus alunos com recursos diversificados que pudessem complementar o aprendizado e deixar as aulas ainda mais interessantes e dinâmicas.

Na rede, encontrei muitos vídeos sobre mitologia, games e desafios em forma de quiz. Levei tudo para a sala e mostrei aos alunos. Eles ficaram encantados e começaram a me apresentar suas pesquisas. Como consequência, criamos um grupo no Facebook para compartilharmos as descobertas.

O ambiente virtual ficou sendo, então, mais um ponto de encontro além das aulas presenciais. Passei a deixar também todo o material utilizado em sala à disposição da turma nas postagens de um blog, onde eles podiam estudar e revisar os assuntos abordados.

Multiplicamos e compartilhamos informações numa velocidade que os encontros semanais não teriam dado conta. Enfim, essas ações fizeram com que os alunos participassem do projeto com muito mais vigor e interesse.

Fiquei muito feliz com os resultados obtidos e constatei que não dá mais para deixar para amanhã o uso da tecnologia em sala de aula.

No Diário de Inovações, professora conta como utilizou a tecnologia multimídia para trabalhar mitologia com alunos do 6o ano Crédito: Arquivo pessoal

Veja abaixo comentários dos alunos:

Laryssa Costa:  Em Odisseia relembramos alguns contos como o de Ulisses, que viveu várias aventuras como a da ilha do Ciclope. Gostei muito dos vídeos passados, transmitindo conhecimento. Gostei das pesquisas, principalmente, a da Afrodite. Odisseia é um livro muito interessante, pois transmite o conhecimento de uma outra era. 

Flávia Melo: Adorei as nossas pesquisas, principalmente, sobre Afrodite. Odisseia, pra mim, significa uma passagem de conhecimento a uma outra era. Gostei da guerra de Tróia. Os vídeos passados foram bem interessantes, pois cada um com certa novidade. Também como visto, deuses e humanos tinham uma relação amigável, porém severos castigos eram aplicados aos que revelassem conduta inaceitável. Adorei as histórias,entre outros….

Mayra Aparecida: Eu adorei Odisseia, um livro repleto de aventuras e romance, sem falar das pesquisas que a professora Clarice passa. ADORO! 

­­

Confira o blog da professora Clarice: http://claricemenezes.blogspot.com.br/

Clarice Menezes

É graduada e licenciada em Letras pela UERJ (Universidade do Estado do Rio de Janeiro), com especialização lato sensu em Teoria da Arte, Fundamentos e Práticas Artísticas. Durante três anos, foi produtora e revisora de aulas digitais da Educopédia. Atualmente, é professora da Rede Municipal e Estadual de Educação do Rio de Janeiro, atuando no ensino fundamental e no médio.

TAGS

aprendizagem colaborativa, jogos, objetos digitais de aprendizagem, redes sociais, tecnologia, videoaulas

  • Alexandre Mainenti

    “Ser profissional exige fazer o que gosta da melhor forma possível e sentir prazer no que faz, não exige que seja uma profissão que dê milhões trilhões,só exige fazer o que gosta…”
    Parabéns polo lindo trabalho.

    • http://claricemenezes.blogspot.com.br Clarice

      Obrigada, Alexandre! Nossa profissão é linda!

  • gustavo

    Excelente texto. A educação brasileira precisa de novas propostas pedagógicas como a que vem sendo aplicada pela professora Clarice com sucesso. A aplicação da tecnologia no ensino é um caminho sem volta e deve ser vista como investimento pelos gestores públicos. Desta forma daremos um salto educacional, com jovens e professores motivados, construindo uma sociedade cada vez melhor.

    • http://ferramentasdoprofessor.com.br/ Elaine.Oliveira

      Inovação, criatividade, determinação, paciência, sensibilidade, coragem, carisma e principalmente muito amor pelo seu trabalho. Clarice Menezes é sem dúvida uma professora admirável em tudo que faz. Belíssimo texto, parabéns!

    • http://claricemenezes.blogspot.com.br Clarice

      Obrigada, Gustavo!!

      • http://claricemenezes.blogspot.com.br Clarice

        Obrigada, Elaine!! Bjusss

  • Humberto

    E modernizando a educação em sala de aula que os professores terão um papel cada vez mais relevante na sociedade brasileira. Parabéns, Clarice!

    • http://claricemenezes.blogspot.com.br Clarice

      Obrigadaaa!!!

  • Stéfany

    É de grande valia apostar nesta iniciativa. Tornar coisas do cotidiano, o uso da tecnologia comunicativa, uma ferramenta útil e eficaz na integração, assim como modo de propagar conhecimento. É interessante também observar que a tecnologia une em um só momento lazer e aprendizado, tornando-se forte estimulante ao desenvolvimento do gosto ao estudo. Parabéns, Clarice!

    • http://claricemenezes.blogspot.com.br Clarice

      Obrigadaaaaaa! Stéfany!

  • Pingback: “Transferi para o magistério o leg...()

  • Anonia Sousa Lima

    Fostes muito feliz na sacada do tipo de leitura.Usar a leitura da criança para trabalhar leitura e escrita. Qdo ele ouve e ver sus voz,percebe as falhas e é uma forma infalível para despertar naturalmente o desejo de fazer o melhor.
    Implantarei esse mecanismos, sei que tem resultado satisfatório,pq qdo apenas apresentamos as escritas deles Ja existe impacto. Imagino com áudio e imagens é fantástico.