'Estamos criando o ciberproletariado', diz professor espanhol - PORVIR

Saiu na Mídia

‘Estamos criando o ciberproletariado’, diz professor espanhol

por Redação ilustração relógio 17 de setembro de 2019

O professor espanhol Andreu Navarra, que ensina língua e literatura no ensino médio, acaba de publicar o livro “Devaluación Continua” (desvalorização contínua) pela editora Tusquets, no qual defende que, a despeito da degradação do sistema educacional atual, o mundo vive uma cegueira.

‘Nós, professores, queremos criar cidadãos autônomos e críticos, mas, em vez disso, estamos criando o ciberproletariado, uma geração sem dados, sem conhecimento, sem léxico”, diz ele, que vê a incapacidade de fixar a atenção como “grande carência de uma nova geração com fotos nas redes, mas sem memória”. Enquanto isso, o cenário para educadores é caótico. “O professor está exausto, devorado por uma burocracia para gerar estatísticas que lhe tiram a energia mental para dar aulas.”

No parte otimista do livro, Navarra defende a autonomia do educador como ponto de partida para a melhora da educação e retomar a atenção dos alunos. “Os Steve Jobs e Zuckerberg, lembre-se, receberam educação analógica. E os gurus da tecnologia mandam seus filhos para escolas analógicas”, compara.

 


Leia a matéria original em El País

TAGS

competências para o século 21

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação