França deve proibir o uso de celulares nas escolas - PORVIR

Saiu na Mídia

França deve proibir o uso de celulares nas escolas

por Redação ilustração relógio 13 de dezembro de 2017

A França deve impor uma proibição total ao uso de telefones celulares nas escolas por parte de alunos da educação básica. A medida foi anunciada por Jean-Michel Blanquer, ministro da educação, e deve entrar em vigor a partir de setembro de 2018. Atualmente, o país já veta a utilização dos dispositivos em sala de aula, mas agora até mesmo durante os intervalos de aula e as refeições não será mais possível espiar o Facebook ou WhatsApp.

Professores e familiares têm opiniões divididas sobre a proibição. Na França, cerca de 93% dos jovens entre 12 e 17 anos possuem celulares. “Hoje em dia, as crianças não brincam mais durante os intervalos, ficam só mexendo em seus celulares e do ponto de vista educacional isso é um problema, disse Blanquer.

“Isso tem a ver com garantir que as regras e leis sejam cumpridas. O uso de telefones é proibido em sala de aula. Com diretores, professores e familiares, precisamos encontrar uma maneira de proteger nossos alunos da perda de concentração com telas e celulares”, disse.

“Então vamos proibir celulares nas escolas? A resposta é sim”.


Leia a matéria original em The Telegraph

1
Deixe um comentário

avatar
500
1 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
1 Autores
Cláudia Zimmer Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Cláudia Zimmer
Visitante
Cláudia Zimmer

Sou contra. Proibir não é a solução. A escola deve criar alternativas mais dinâmicas, como criar espaços tipo brinquedotecas, colocar monitores que ensinem e estimulem as crianças a brincar com objetos lúdicos, deixar as crianças correrem, brincar. Os recreios sem orientação dá espaço para alunos utilizarem seus recursos preferidos (que são os Smartphones com jogos eletrônicos) e que são proibidos também em sala. O ideal é ensinar a utilizar, dar alternativas diferentes e estimular o… Ler mais »