Com a palavra, os homenageados do dia - PORVIR

Inovações em Educação

Com a palavra, os homenageados do dia

Para comemorar o Dia do Professor, educadores que inspiraram o Porvir dão dicas de como inovar em sala de aula

por Redação ilustração relógio 15 de outubro de 2012

Quem não se lembra daquele professor de química que, com seu jeito engraçado, fez toda aquela cadeia de carbono fazer sentido? Ou da professora de literatura, que falava com tanta paixão de Camões que lhe fez ter curiosidade sobre Os Lusíadas. Ou aquele professor de biologia que ensinava genética dançando? Não importa a disciplina ou o que aquele professor fazia para ser diferente dos outros, mas fato é que todo mundo tem ou teve alguns professores especiais, que marcaram sua trajetória escolar ou até foram definidores nas escolhas que fizeram ao longo da vida. Hoje, Dia do Professor, nada mais justo do que homenagear esses profissionais que, apesar de tudo, continuam escolhendo transformar a vida de seus alunos.

Olly / Fotolia

Por isso, nós reunimos o depoimento de alguns dos professores mais inspiradores, tanto de escolas públicas quanto privadas, com que tivemos contato nas matérias do Porvir. Dos professores de escola pública, falamos com Candido de Moura, que está lançando um satélite em órbita com alunos de 12 anos em Ubatuba, SP; com Guilherme Hartung, que faz um projeto de realidade aumentada com alunos de ensino médio em Petrópolis, RJ; com Sandra Modesto, que investiu dinheiro do próprio bolso para que alunos conseguissem publicar um livro; com Rodrigo de Araújo, chamado carinhosamente de Barão de Pirapora, que ensina história com cartuns, animações e games feitos por ele mesmo. Renato Villar, único do time que dá aula em escola particular, está ajudando alunos do ensino médio a desenvolver fogões artesanais menos prejudiciais à saúde para países da África.

Pedimos que dessem dicas sobre como ser um professor que inova na prática cotidiana e falassem sobre as orientações que gostariam de ter tido quando estavam começando. Com a palavra, os homenageados do dia.

_________________________________________________________________________

Guilherme Hartung, professor de matemática da escola estadual Embaixador José Bonifácio, Petrópolis, RJ

CONEXÃO COM A REALIDADE

“O modelo educacional presente nas escolas destoa do cotidiano extraescolar de nossos alunos. Portanto, a inovação é o único caminho para inserir efetivamente a escola na sociedade atual. O professor deve procurar a melhor maneira de quebrar esse paradigma, seja com o apoio de TICs, materiais sólidos, metodologias alternativas, temas contextualizados etc.”

PRAZER DE APRENDER

“O professor não deve perder de vista a valorização do prazer de aprender. Isso não quer dizer que a escola deva ser apenas divertida e abarrotada de tecnologias mirabolantes. Nosso papel é conquistar a atenção desses alunos e promover essa experimentação.”

PARA FUTUROS PROFESSORES

“Quando comecei a lecionar, eu me fixava cegamente nos modelos engessados, práticas tradicionais e nos currículos escolares não contextualizados. Só depois de fracassar muitas vezes percebi que era necessária uma grande reflexão sobre como e quanto eu estava impactando os meus alunos (positivamente ou negativamente).”

_________________________________________________________________________

Sandra Modesto, coordenadora pedagógica na escola estadual Pedro de Moraes Victor, São Paulo, SP

OUSADIA

“O professor que quer inovar deve ‘desejar puxar a fila e não segui-la’, não trabalhar só em cima de propostas que deram certo. Aqui é preciso muita ousadia. Não é difícil inovar em educação, difícil é encontrar pessoas dispostas a fazê-lo. O repensar sua prática e o planejar são cruciais para o sucesso. No entanto, o que faz um professor ser inovador é a vontade de oferecer uma educação melhor para seus alunos, para sua escola, para seu estado e por fim para seu país.”

50 MINUTOS

“A dica de ouro é: acredite que os 50 minutos que passa com seus alunos podem e devem fazer a diferença na vida deles. Entender que ser professor é mais do que uma profissão, é uma sublime missão. E, mesmo diante dos problemas, não desista. Você não vai mudar a vida de todos, porém, diante de tantas famílias desestruturadas, você pode ser a única luz. Não desperdice isso.”

UM GRANDE ESTÍMULO

“Durante a confecção do livro ‘O Segredo dos Amuletos’, vi um grupo de crianças se tornar ídolos por escreverem sua história. O resultado foi inimaginável: resgatamos o amor e a autoestima da comunidade escolar, servimos de exemplo para uma multidão de alunos da escola pública, participamos de duas bienais do livro, melhoramos o nível de educação recebida, e esses alunos se tornaram orgulho para família e pais.”

_________________________________________________________________________

Rodrigo de Araújo, vencedor na categoria de Inovação em Conteúdo do Prêmio Educadores Inovadores da Microsoft, Sorocaba, SP

CRIATIVIDADE

“Inovar é romper com barreiras e usar criatividade, ao mesmo tempo que o aluno é conduzido a ver o mundo com novas perspectivas. O desafio é propor algo novo. É preciso uma estratégia para que os projetos não se desgastem ao longo do processo.”

DIVISÃO POR TAREFAS  

“A melhor forma de coordenar uma classe com algo inovador é a divisão de tarefas, dividir um grupo e suas responsabilidades, segmentando itens que estimulem as habilidades e competências e o potencial criativo dos alunos.”

_________________________________________________________________________

Renato Villar, professor de física do Bandeirantes, São Paulo, SP

INTERDISCIPLINARIDADE

“Acredito na interdisciplinaridade quando se fala em educação. Em alguns casos, quando essa interdisciplinaridade aparece, principalmente em projetos inusitados como o projeto dos fogões para a África, a vontade dos alunos de aprender aflora e o processo de ensino-aprendizagem se torna natural, simples e muito prazeroso.”

SEM MEDO

“A dica que dou para quem está começando é: não tenha medo de errar e de aprender todos os dias.”

_________________________________________________________________________

Candido de Moura, professor de matemática na escola municipal Presidente Tancredo Neves, Ubatuba, SP

REALIDADE AQUI

“Para ser um professor que inova em educação, é preciso trazer a realidade do mundo para a sala de aula.”

ELES SÃO CAPAZES

“Para quem está começando, eu diria: ‘Nuca subestime seu aluno’.”


4
Deixe um comentário

avatar
500
4 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
4 Autores
Gabriel Egidio do CarmoClaudio Henrique da Costa PereiraTereza verônica Citelli CrivelaroGabriel Egidio do Carmo Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Gabriel Egidio do Carmo
Visitante
Gabriel Egidio do Carmo

Parabéns a todos nós, professores brasileiros!

Gabriel Egidio do Carmo
Visitante
Gabriel Egidio do Carmo

Parabéns a todos nós, professores brasileiros!

Tereza verônica Citelli Crivelaro
Visitante
Tereza verônica Citelli Crivelaro

Parabéns a todos pela garra, ousadia, criatividade … amor à profissão!!!

Claudio Henrique da Costa Pereira
Visitante
Claudio Henrique da Costa Pereira
X