Pesquisa busca crianças e adolescentes para entender seus hábitos na internet - PORVIR
FG Trade/iStockPhoto

Inovações em Educação

Pesquisa busca crianças e adolescentes para entender seus hábitos na internet

Projeto gratuito tem o objetivo de desenvolver materiais para promover o uso seguro e cidadão das tecnologias digitais

por Redação ilustração relógio 18 de outubro de 2019

Crianças e adolescentes estão cada vez mais conectas e que a internet é muito importante em seu dia a dia, seja nos estudos ou em suas relações pessoais. Isso imediatamente leva à reflexões sobre os efeitos positivos e negativos desses usos e interações. O que será que as próprias crianças e adolescentes têm a nos dizer sobre esse contexto? O quanto se sentem seguros nesse ambiente? E como, junto com elas, podemos transformar a internet em uma aliada ao seu desenvolvimento?

Pensando nisso, foi criado o projeto Consulta Brasil, realizado pela Viração Educomunicação, em parceria com a Rede Conhecimento Social e com o financiamento do Conanda (Conselho Nacional dos Direitos da Criança e do Adolescente), para desenvolver e disponibilizar gratuitamente materiais que orientem o público entre 9 e 17 anos de idade, profissionais e adultos que fazem parte do Sistema de Garantia de Direitos a lidar com esse cenário e promover o uso seguro e cidadão das tecnologias digitais.

Leia mais:
– Infográfico: Entenda o que é cidadania na era digital
– Entenda as 10 Competências Gerais da BNCC
– Veja como a competência cultura digital progride ao longo da educação básica

Para que esses materiais reflitam a visão das crianças e adolescentes, a primeira etapa do projeto consiste na construção de uma pesquisa participativa de opinião, por meio da metodologia de PerguntAção, a mesma usada pelo Porvir na Pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção, para compreender quais atividades realizam e com que frequência, quais são os critérios para se relacionarem com outras pessoas, o que consideram os principais perigos e riscos na internet (incluindo exposição, bullying e preconceitos).

O questionário é aberto e estará disponível para preenchimento até o dia 31 de outubro, no link: http://bit.ly/consultabrasil

Você também pode ajudar a ampliar o alcance dessa escuta de diversas formas: compartilhando em redes e canais de comunicação; mobilizando crianças e adolescentes que conheça ou sejam atendidas em sua organização.

Como contrapartida para organizações, escolas e redes que conseguirem coletar mais de 150 respostas, é oferecida a possibilidade enviar as tabelas com os dados específicos de seu público. A pesquisa é totalmente gratuita, anônima e não será utilizada para fins comerciais.


TAGS

educação infantil, ensino fundamental, ensino médio

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação