E-book mostra como olhar para o socioemocional de toda a comunidade escolar - PORVIR
Crédito: Onfokus/iStockPhoto

Inovações em Educação

E-book mostra como olhar para o socioemocional de toda a comunidade escolar

Conheça evidências do impacto positivo de incentivar o desenvolvimento da inteligência emocional e das habilidades socioemocionais entre professores, estudantes e suas famílias

Parceria com LIV

por Redação ilustração relógio 4 de dezembro de 2020

Durante muito tempo, disciplina e rigidez foram vistas como únicos elementos necessários para a gestão de uma escola. Contudo, nos último anos pesquisas e aprendizados empíricos vêm mostrando a importância das escolas incentivarem o desenvolvimento das habilidades socioemocionais e construírem um ambiente acolhedor não apenas para os alunos, mas para toda a comunidade escolar. Para que o trabalho seja bem feito, é preciso olhar para pessoas e o novo e-book lançado pelo LIV (Laboratório Inteligência de Vida) traz todas as orientações para isso

De acordo com a pesquisadora e consultora em educação americana Elaine Allensworth “as evidências sobre a ciência da aprendizagem sugerem que relacionamentos, emoções e interações sociais são centrais para o processo educacional”. Elaine é uma das autoras do livro, “Organizing Schools for Improvement: Lessons from Chicago” (“Organizando escolas para o progresso: Lições de Chicago”), que documenta as maneiras pelas quais as estruturas de gestão nas escolas influenciam as melhorias no desempenho dos alunos. Para ela, “líderes ansiosos para melhorar ganhos de aprendizagem em suas escolas devem considerar fortemente o quanto eles estão trabalhando para melhorar a sensação de segurança e bem-estar dos alunos”.

Mas, como colocar isso em prática? Além de mostrar a importância de investir no clima escolar e no desenvolvimento socioemocional de alunos, professores e famílias, as pesquisas também ressaltam que é preciso ir além das ações isoladas.

Com o objetivo de oferecer informações para que você possa olhar sua comunidade escolar mais de perto e encontrar caminhos para investir na formação de cada indivíduo, o e-book “Como o LIV olha para as pessoas?” pode ser baixado gratuitamente. O material é organizado pelo LIV (Laboratório Inteligência de Vida) – programa que tem como objetivo justamente ajudar as escolas na construção de um pilar socioemocional que permita o trabalho constante dessas questões, de forma estruturada e atrelada à grade curricular.

Dividido em quatro partes principais, o livro digital  busca, além de apresentar o programa,  explicar a importância de construir esse ambiente acolhedor em um processo que envolva os alunos, professores e famílias. Para Joana London, psicóloga e gerente pedagógica do LIV, “o socioemocional não é só para o aluno. Se a gente não pensar em uma cultura socioemocional, acolhendo essas pessoas que fazem parte da comunidade escolar e construindo esse pilar, a gente vai deixar muito de lado”, afirma.

A preocupação em oferecer acolhimento tem relação direta com os indicadores de saúde física e mental dos profissionais da educação. Um dos dados mais preocupantes mostra que 53% dos afastamentos no trabalho entre educadores brasileiros têm relação com à saúde mental. Entre os principais problemas relatados estão ansiedade (68%), estresse (63%) e depressão (28%), como aponta a pesquisa digital realizada pela revista NOVA ESCOLA com mais de 5.800 pessoas em 2018.

Para além do corpo docente, o material se preocupa também em levar o debate para dentro de casa. Uma pesquisa feita pelo LIV  em 2020 com mais de 1.700 participantes das cinco regiões do país mostrou que muitas famílias têm necessidade de falar sobre questões emocionais com as crianças e os adolescentes, como sentimentos, emoções, ansiedades e medos, porém, sentem dificuldade nessa abordagem.

“Quando eu me tornei pai, eu sabia que falar de sentimentos era importante, mas não sabia qual era a maneira de realizar o diálogo com a criança sobre isso. Eu tinha conflitos que não sabia com quem conversar”, conta o ator Lázaro Ramos, que tem dois filhos em idade escolar e encontrou nas atividades enviadas pelo LIV uma oportunidade de ampliar essa conversa em casa: “O LIV vem e organiza isso, através de estudo, de ludicidade e de muita sensibilidade”, completa.

⬇️  Baixe o e-book gratuitamente aqui

Quer saber mais sobre socioemocionais?
Clique e acesse

LIV

TAGS

ensino fundamental, ensino médio, socioemocionais

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação
X