1 COMENTÁRIO // 

Prêmio elege espaços de aprendizagem mais inovadores

Concurso da conceituada comunidade de arquitetos Archtizer recebe inscrições até 21 de dezembro; conheça candidatos

A Archtizer, um dos maiores sites do mundo voltado para arquitetura, lançou neste ano o A+ Award, um concurso em que vai reunir 200 jurados para escolher os melhores projetos arquitetônicos em mais de 50 categorias. Uma delas, a A+ Learning, vai premiar o espaço de aprendizado mais inovador, construído ou ainda em projeto, dos últimos três anos.

As inscrições estão abertas até 21 de dezembro. O Porvir deu uma espiada e traz aqui alguns dos projetos que se candidataram com propostas que reiventam os espaços de aprendizagem. Entre eles, há escritórios de arquitetura de países como Austrália, França e Vietnã. Há também os que já foram construídos e os que ainda estão em projeto e há os destinados à educação infantil, curso de férias e universidade. Ficou curioso? Confira!

reprodução Architizer Awards
 

Centro Swanston da universidade RMIT

Projeto da empresa Lyons, Austrália

O edifício de 11 andares, um dos maiores centros voltados ao ensido de toda a Austrália, já está em pleno funcionamento. Ele oferece uma variedade de salas de aula de todos os tamanhos, auditórios e espaços de convivência para incentivar a interação social entre os alunos. Além disso, a fachada é tridimensional, reflexiva e foi desenhada com dentes de serra, que formam sombras lúdicas na calçada.

O zigue-zague da parte de fora continua do lado de dentro com escadas coloridas e brilhantes projetadas com formas geométricas, criando um ambiente. Todo o prédio foi idealizado a partir dos padrões de sustentabilidade, preocupação que já lhe rendeu certificados quanto ao uso eficiente da energia e da água.

Leia mais sobre o Centro Swanston.

reprodução Architizer Awards
 

Binh Duong School

Projeto da empresa Vo Trong Nghia Architects, Vietnã

Situada em uma região de clima tropical, o projeto da Escola Duong dissolve as fronteiras entre escola e a natureza ao redor. A instituição, que tem 5.300 m2 e cinco pavimentos, está envolta de área de floresta, com grande variedade de árvores e frutas. “Esse conceito fluidez [entre a escola e o local onde está inserida] é inspirado na chuva interminável do clima tipicamente tropical, onde temporada de chuvas vai de maio a novembro de cada ano”, dizem os responsáveis do projeto no site do concurso.

Leia mais sobre a Binh Duong School.

reprodução Architizer Awards
 

Educação infantil Velez Rubio

Projeto da empresa LosdelDesierto, Espanha

Bolinhas coloridas estão espalhadas por toda a fachada. Amarelas, verdes, azuis, vermelhas. Conforme o sol bate, um efeito diferente é proporcionado nessa instituição espanhola de educação infantil. Do lado de dentro, mais formas e cores preenchem os espaços, pensados para integrar os locais ocupados para as crianças e proporcionar novas oportunidades de aprendizagem.

A preocupação com a interação, aliás, fez com que o espaço linear fosse mantido interamente aberto, com várias áreas separadas por cortinas de plástico. “Não queríamos as janelas tradicionais que são comuns nos arredores. Queríamos dar uma identidade especial ao edifício. Por isso, fizemos um sistema simples de painéis em forma de um quebra-cabeças. Usamos armações circulares coloridas que enchem os ambientes com cores diferentes durante o dia”, dizem os responsáveis pelo projeto.

Leia mais sobre o projeto de educação infantil Velez Rubio.

reprodução Architizer Awards
 

Bowooss Pavilion 

Projeto dos alunos da Escola de Arquitetura da Saarland University, Alemanha

Nada de inovação em sala de aula nem em prédios inteiros. Desta vez, o projeto propõe um pavilhão temporário de pesquisa – ou um espaço de reflexão dentro do campus – inspirado nas conchas do plâncton marinho. O espaço foi criado por alunos da própria Universidade Saarland, onde a estrutura, feita de madeira e com recortes que permite a entrada da luz, está instalada.

Leia mais sobre o Bowooss Pavilion.

reprodução Architizer Awards
 

Bakkegaard School

Projeto dos escritórios Cebra e SRL Architects, Dinamarca

De longe, parece uma arquibancada. E é. Mas o inusitado é que essa área, repleta de assentos para eventos que envolvam muitos alunos, foi projetada para ser uma ligação entre dois prédios que a escola, criada em 1935, já tinha. Para trazer mais vida ao projeto, os arquitetos escolheram o verde para colorir parte da arquibancada e criaram áreas multifuncionais e espaços de jardim no terreno da instituição.

Leia mais sobre a Bakkegaard School.

reprodução Architizer Awards
 

Centro de educação infantil Prinsessegade

Projeto de CobeNord e paisagismo da PK3, Dinamarca

O design do Prinsessegade Kindergarden and Youth Center é mais do que apenas uma escola, é quase a Terra do Nunca. O complexo, que foi equipado como se fosse uma minicidade e deve ficar pronto em 2014, será o maior centro dedicado à educação infantil de toda a Dinamarca. Ele terá espaços livres, praças, um estádio, lojas e até um quartel do Corpo de Bombeiros. Tudo de mentirinha. A intenção é criar oportunidade para as crianças fazerem o que quiserem – e até não fazerem nada – e, com isso, irem experimentando momentos da vida adulta.

Leia mais sobre o Centro de educação infantil Prinsessegade.

reprodução Architizer Awards
 

École Centrale Engeneering School

Projeto da OMA, França

No projeto da nova École Centrale Engeneering School, o escritório OMA criou um prédio com telhado de vidro, espaços abertos e o corredor principal em formato diagonal. O objetivo era criar uma atmosfera que promovesse a colaboração e fosse uma alternativa aos laboratórios típicos de escola de engenharia. Com espaços integrados, o OMA cria o conceito de “cidade laboratório”. “O projeto integra o urbanismo com a escola, substituindo a experiência homogênea do campus. É uma tentativa de definir a estética real da ciência”, disseram os idealizadores do projeto.

Leia mais sobre a École Centrale Engeneering School.

Comentar Comentar via Facebook

  • Deixe um Comentário

    O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

    *

    1 Comentário