Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Crédito: frabimbo / Fotolia.com

Inovações em Educação

Programa forma jovens para transformação de escolas públicas

Com técnicas de facilitação de grupos e experiências mão na massa, terceira edição do ‘Programa Embaixadores Aporé!’ irá selecionar 20 participantes

por Redação 5 de fevereiro de 2018

Para engajar estudantes do ensino médio na transformação das suas escolas e na tomada de decisões, a empresa social Aporé!, que apoia jovens em uma escolha profissional alinhada com os seus talentos e interesses, está em busca de embaixadores para a terceira edição do seu programa de treinamento.

Voltado para o trabalho com metodologias de facilitação de grupos, o programa quer formar 20 jovens para desenvolver atividades e workshops em escolas públicas no estado de São Paulo, apoiando estudantes nas suas escolhas profissionais. Dividido em três módulos, ele inclui atividades mão na massa, metodologias de facilitação para engajar equipes, técnicas da arte do palhaço, ações de autoconhecimento e construção coletiva de atividades.

Na primeira fase do programa, os jovens passam por um dia de imersão para aprenderem, por meio de dinâmicas e workshops, técnicas de facilitação, construção de equipes e criação de atividades em grupos. Em seguida, na etapa de ação, eles irão fazer contato com escolas e participar de atividades de campo. Por fim, todos os embaixadores se reúnem em um encontro para compartilharem seus resultados e aprendizados.

O valor do investimento no programa de formação é feito de forma colaborativa, sendo cobrado entre R$585 e R$785, conforme a quantia que o participante desejar contribuir.

Para participar do programa, os interessados deverão fazer a sua inscrição online até o dia 17 de fevereiro. Entre os dias 18 e 24 de fevereiro serão realizadas dinâmicas de grupo, e os 20 selecionados serão divulgados dia 26 de fevereiro.

TAGS

carreira, competências para o século 21, ensino médio