Como professores e escolas podem obter certificação Apple - PORVIR
Divulgação

Inovações em Educação

Como professores e escolas podem obter certificação Apple

Veja links úteis e entenda como funcionam os programas de certificação da Apple

por Fernanda Nogueira ilustração relógio 22 de março de 2019

A Apple oferece certificações para educadores e escolas. O uso de ferramentas da empresa no ensino rende reconhecimentos como o Apple Teacher, o Apple Distinguished Educators e o Apple Professional Learning aos professores. As escolas consideradas inovadoras ganham o selo Apple Distinguished Schools.

Educadores
O Apple Teacher é um programa de aprendizagem profissional gratuito, que dá suporte e premia educadores que usam produtos da empresa em sala de aula. Os participantes têm acesso a um espaço de aprendizagem, que oferece conteúdo, dicas de produtos, ideias de aulas e sugestões inspiradoras de outros educadores.

Há guias com informações e instruções sobre como usar aplicativos em aula. O professor pode participar ainda de laboratórios presenciais gratuitos sobre temas específicos, como fotografia, vídeo e música.

Como participar – É preciso se cadastrar na plataforma com um ID Apple. A empresa envia um e-mail de boas-vindas com informações sobre o uso gratuito do espaço interativo.

Reconhecimento – O educador pode fazer testes para medir o que aprendeu. A aprovação nas provas rende medalhas. Ao receber as oito disponíveis, o professor é certificado como Apple Teacher.

 

O Apple Distinguished Educators reconhece professores que usam iPads e computadores Mac nas aulas. Os participantes trabalham em colaboração com a empresa. Além disso, criam, recomendam e lideram práticas inovadoras e trocam experiências com colegas de diferentes partes do mundo por meio de uma comunidade online.

É possível acessar livros e cursos em aplicativos. Todas as terças-feiras à noite, durante o ano letivo, professores do programa participam de chats no Twitter, onde respondem a perguntas e compartilham dicas, ideias e experiências.

De acordo com o site, há 2.447 educadores participantes em 45 países. Destes, 943 estão nas Américas, 812 são da Europa, Oriente Médio, Índia e África e 692 estão na Ásia-Pacífico.

Como participar – É preciso ter um ID Apple para se candidatar ao curso, que está com inscrições encerradas para 2019. Interessados podem se inscrever para receberem notificações por e-mail quando novas candidaturas forem abertas no país.

Reconhecimento – certificado Apple

 

O Apple Professional Learning oferece recursos e serviços para que os professores desenvolvam habilidades tecnológicas e saibam como integrá-las às aulas. Conta com educadores especialistas que ensinam como usar os produtos na aprendizagem.

Como participar – O professor precisa fazer inscrição, enviar informações sobre seus projetos na escola e sobre sua formação para ser selecionado.

Reconhecimento – certificado Apple

 

Escolas

As Apple Distinguished Schools são escolas consideradas inovadoras, centros de liderança e de excelência educacional, que usam produtos da empresa na aprendizagem. São 400 escolas em 29 países. No Brasil, há sete delas no Estado de São Paulo, uma em Curitiba (PR) e outra em São Luís (MA). Há eventos de liderança para os diretores das escolas, interação com especialistas e colaboração com colegas.

Como participar – As escolas fazem uma solicitação. Após uma análise das qualificações, a empresa envia um convite. Os principais pré-requisitos são: ter um programa de ensino individual, usar a plataforma Apple de forma inovadora, domínio do iPad ou do Mac pelos professores e resultados documentados.

Reconhecimento – As escolas recebem placa e pôster com o nome do programa, certificados para os Apple Teachers, carta de congratulações, aparecem no site do programa, entre outros benefícios. Válido por três anos, pode ser renovado a cada período.

 

Leia mais
– Conheça os programas de certificação Google, Microsoft e Samsung
A importância de certificações de tecnologia
Entenda como aliar tecnologia e projeto pedagógico no guia do Porvir
Onde estão e o que fazem as empresas de tecnologia educacional no Brasil
Conectividade e cultura escolar são barreiras para uso de celular em sala de aula


TAGS

aplicativos, educação online, formação continuada, tecnologia

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação
X