Crowdfunding oferece cursos para ajudar projetos sociais - PORVIR
Crédito Venimo / Fotolia.com

Inovações em Educação

Crowdfunding oferece cursos para ajudar projetos sociais

Treinamentos para jovens e profissionais no E-cidadão destina uma parte da arrecadação para iniciativas inovadoras

por Fernanda Kalena ilustração relógio 10 de fevereiro de 2015

Quem fizer um curso pelo E-cidadão, além de ganhar com a capacitação, também vai contribuir financeiramente com um projeto social inovador. A ideia por trás é semelhante a de um financiamento coletivo, o chamado crowdfunding, mas aqui os dois são beneficiados.

A empresa oferece cursos de curta duração pelo valor de mercado e na hora da matrícula o estudante já escolhe qual projeto quer apoiar e cerca de um terço do seu investimento é redirecionado para a iniciativa escolhida. “A proposta é oferecer cursos de qualidade, com preço de mercado, mas com um apelo diferente. Ajudar projetos que precisam angariar fundos para colocar suas ideias em prática”, explica o idealizador da E-cidadão, Alamir Louro.

Para fazer parte dessa rede, os projetos ou ideias precisam visar alguma inovação socioambiental e preencher um cadastrado. Em seguida, passam pela curadoria de Louro, que explica que leva em conta o objetivo da iniciativa e o que eles fariam com o dinheiro arrecadado. “A ideia é inverter a lógica do capitalismo e fazer alguma coisa boa para o mundo”, afirma.

Os cursos vão ser, pelo menos inicialmente, presenciais, em Vitória (ES). Vão englobar áreas de gestão corporativa e TI, e os primeiros estão previstos para começar em março. Até o momento, três deles já foram divulgados: Princípios Modernos em Desenvolvimento Web, Redes sem Fio e Gestão de Tempo com Project, visão PMI. Eles são de curta duração – de 12 a 16 horas e o investimento varia de R$ 490 a R$ 690.

Já são 15 as propostas de inovação socioambiental selecionadas, entre elas: o projeto Educação Fora da Caixa, que tem como objetivo produzir um livro que retrate histórias e experiências da aprendizagem de jovens e adultos e a ONG Últimos Refúgios, que visa sensibilizar a sociedade sobre a importância das áreas de preservação através de fotos e vídeos.

Para mais informações sobre os cursos oferecidos ou sobre como cadastrar sua ideia ou projeto, acesse o site do E-cidadão.


TAGS

financiamento coletivo, negócios de impacto social

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação
X