“Eu gostaria que o albinismo não fizesse as pessoas olharem” - PORVIR

Saiu na Mídia

“Eu gostaria que o albinismo não fizesse as pessoas olharem”

por Redação ilustração relógio 17 de junho de 2016

A estudante de literatura inglesa da Universidade de Glasgow, Ellen Renton, escreveu um relato para o The Guardian, comentando sobre os desafios que enfrenta, mesmo na universidade, por ser albina.

Ela começa o texto contando que, enquanto andava até a biblioteca da faculdade em um outro dia, um estudante gritou “olhem o cabelo dela!”. “Quando você tem albinismo, a universidade pode ser um desafio”.

Ao longo do relato, ela comenta que as pessoas sabem pouco sobre a condição que afeta uma a cada 17 mil pessoas no Reino Unido. Além da pouca informação, há também a má informação e a representação dos albinos segundo a mídia, o que faz com que muita gente pergunte a Ellen porque seus olhos não são vermelhos.

Tendo em vista esses desafios, a ONU declarou o dia 13 de junho como “Dia internacional da conscientização sobre o albinismo”. A ideia é promover uma educação global sobre a condição e reduzir o nível de estigma.


Leia a matéria original em The Guardian

TAGS

inclusão

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação