Negócios Sociais em Educação: Relacionamento com o Poder Público - PORVIR

Blog

Negócios Sociais em Educação: Relacionamento com o Poder Público

por Redação ilustração relógio 16 de agosto de 2013

Desafios:

“Qualquer venda comercial para uma prefeitura ou secretaria de estado passa por licitação ou é preciso ter um produto muito significativo e diferenciado, que justifique o notório saber.”
Silvia Pereira de Carvalho
Instituto Avisa Lá

“O processo licitatório brasileiro ainda é muito preso ao melhor preço, o que acaba tirando a qualidade de soluções específicas que empreendedores possam trazer. O trabalho é melhorar esse sistema licitatório, uma solução de médio prazo.”
Alberto Bueno
Prospectiva

Fernando Sandoval | Porvir

 

“As pessoas que trabalham com educação são muito cautelosas na hora de fazer apostas. Pensando na perspectiva do público e da escala, o principal entrave é o medo dos tribunais de contas e ministérios públicos.”
Maíra Pimentel
Tamboro

“O principal entrave para atuar, não só em educação, mas em áreas onde o setor público tem presença grande, é a facilidade de acesso às informações. Elas muitas vezes não são transparentes ou não são completas.”
Rebeca Rocha
ANDE

Propostas:

“Facilitar o diálogo dos empreendedores com o poder público, destravar licitações e trazer o debate da inovação para dentro do governo para, com isso, criar mais abertura para esses produtos e serviços.”
Vivianne Naigeborin
Potencia Ventures

“Que possa existir uma cartilha de negócios sociais recomendados, distribuída para o poder público, como alternativa à cartilha oficial do MEC.“
Guilherme Santa Rosa
Fábrica de Aplicativos

“Gostaria de ver mais transparência e um processo mais aberto e claro de entrada em estados ou municípios. E que qualquer empreendedor possa ter acesso.”
Dhaval Chadha
Pipa

“Trazer uma cultura de parceria e inovação e abrir espaço para uma modalidade nova de se pensar o tema das parcerias público-privadas. Oxigenar a ação do Estado por meio de uma abertura para as iniciativas de empreendedores no campo da educação.“
Valdemar de Oliveira Neto
Fundação Avina

 

“Fazer um grupo coeso entre os empreendedores sociais para poder chegar com uma voz mais forte no setor público.”
Roberto Tesch
Edukar

“A ideia dessa discussão é que empreendedores e projetos-piloto, desenvolvidos em parceria com secretarias, sejam exemplos e gerem a demanda para a contratação desse serviço. Que chamem a atenção da sociedade e dos gestores públicos e os levem a investir em um projeto que gerou resultados mais eficientes ao invés de gastar ineficientemente. É preciso despertar neles o desejo de contratar soluções inovadoras.”
Alberto Bueno
Prospectiva

“98% dos alunos brasileiros estão na rede pública, então, para causar impacto, temos que atuar nesse setor. Precisamos de uma ação coordenada e de uma advocacy melhor. Temos que pensar em longo e curto prazo em quick wins, em ganhos, e eleger dois ou três pontos para concentrar um lobby do bem.”
Marcella de Barros Coelho
Endeavor

“Uma proposta é oferecer plataformas para melhorar a gestão pública. Muitas vezes a gestão administrativa ineficiente é fruto de falta de instrumental para gerir bem os recursos e, nesse quesito, a inovação também pode contribuir.”
Anna Penido
Inspirare


TAGS

negócios de impacto social, série de diálogos

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação
X