Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Trueffelpix / Fotolia.com

Inovações em Educação

45 palestras para você acompanhar na Bett Educar

Selecionamos temas ligados à cobertura do portal para você acompanhar de perto no congresso da feira de educação

por Redação 8 de maio de 2017

A Bett Educar, feira de educação que acontece de 10 a 13, no SP Expo, em São Paulo (SP), reunirá 133 atividades, distribuídas em cinco sessões diárias em sete auditórios. Como os horários são próximos e pode ser que você precise caminhar um pouco mais para circular entre um auditório e outro, o Porvir fez uma seleção de palestras para quem deseja ficar atualizado em tendências em educação e debates atuais relacionados a políticas públicas. No sábado, as palestras de três temas – Educação que faz sentido para adolescentes e jovens, 4 elementos essenciais para aliar tecnologia e educação e Educação integral na prática – foram organizadas pelo Porvir/Inspirare.

Dia 1 – Quarta-feira – 10/5

Auditório 1 – O educador nos dias de hoje: inovação, trabalho em equipe e uso de tecnologia

A19 – 12h – Professor tem que ser plugado, ou será reprovado na Educação 3.0
Luciana Allan – Instituto Crescer

A20 – 15h – Metodologias de avaliação por competências
José Kuller – Fundação Ioschpe e Germinal Consultoria/Francisco de Moraes – UNESP e Plus Qualidade e Educação

Auditório 2 – Aprendizagem Lúdica

A1 – 9h – Características centrais da atividade lúdica
Luciano Meira – Universidade Federal de Pernambuco

A2 – 11h – Jogos educativos para o desenvolvimento de competências
Núria Guzmán Sanjaume – AFIM21 – Espanha

A3 – 14h – A importância do lúdico como recurso pedagógico
Carlos Seabra – Especialista em Tecnologias Educacionais e Jogos/Suzana Mesquita Moreira – Escola Projeto Vida

A4 – 16h – Jogos (digitais ou não) na avaliação da aprendizagem: muito além de registrar acertos e erros
Hélio Sales Junior – Conecturma

Auditório 3 – Políticas educacionais: a BNCC, a construção de currículos e o novo ensino médio 

A25 – 9h – Construindo e trabalhando um currículo por competências
Anna Penido – Inspirare/Tereza Perez – Comunidade Educativa CEDAC/Denis Mizne – Fundação Lemann/Gustavo Heidrich – Associação Nova Escola

A26 – 10h – Princípios da Base Nacional Curricular Comum (BNCC)
Guiomar Namo de Mello – Conselho Nacional de Educação

A27 – 12h – O exemplo prático da reforma curricular na rede pública municipal de São Paulo, estruturada em três ciclos: Alfabetização, Interdisciplinar e Autoral
Fátima Antônio Membro do Conselho Municipal de Educação da Cidade de São Paulo

A28 – 15h – O novo ensino médio: a implementação nos Estados
Consed

Auditório 6 – Inovações no ensino e aprendizagem

A9 – 9h – Uma visão sobre o processo do ensino e aprendizagem da matemática, desde a educação infantil até o ensino médio
Kátia Stocco Smole – Mathema/Valdirene Mariano Corrêa – Escola Estadual Henrique Dumond Vilares

A10 – 11h – Práticas inovadoras no ensino da matemática que humanizam o ensino desta disciplina em sala de aula
Guilherme Santinho Jacobik  – Instituto Singularidades/Colégio Santa Cruz

A11 – 14h – Contribuições das tecnologias digitais para o ensino e a aprendizagem da matemática
Rosana Miskulin – UNESP

A12 – 16h – Instrumentos inovadores de avaliação de aprendizagem da matemática
Valdir Silva – Instituto Singularidades e SBEM/Júlio Valle – Instituto Singularidades e USP/Camila Bárbara Cantalupo Lima – Escola Estadual Alexandre Von Humboldt

Auditório 7 – Educação especial na perspectiva da educação inclusiva

A23 – 12h – Educação especial: tecnologias que promovem avanço na aprendizagem
Klaus Schlünzen Junior e Elisa Tomoe Moriya Schlunzen – UNESP

 

Dia 2 – Quinta-feira – 11/5

 

Auditório 2 – Políticas Educacionais: A BNCC, a construção de currículos e o novo ensino médio

B27 – 12h – Ensino médio inovador – Casos de sucesso
André Ferreira – Sesc/ José Maria Rigoni Junior – Vestibulare Educacional/ Almério Melquíades de Araújo – Centro Paula Souza

B28 – 15h – Uma avaliação do cenário de educação no país e a contribuição da mídia especializada na contribuição para o avanço das políticas públicas
Rubem Barros – Revista Educação/Marta Avancini – JEDUCA – Associação dos Jornalistas de Educação

Auditório 3 – Metodologias ativas e educação baseada no desenvolvimento de competências

B18 – 10h – Boas práticas de metodologias ativas e educação baseada no desenvolvimento de competências na formação inicial de professores
Cristina Nogueira Barelli – Instituto Singularidades/Ivaneide Dantas – Instituto Singularidades

B20 – 15h O aluno no centro do processo a partir de reflexões sobre metodologias ativas. As metodologias ativas e as tecnologias digitais no processo de formação continuada de professores: uma experiência de ensino híbrido
Valdenice Minatel – Colégio Dante Alighieri/Lilian Bacich – Instituto Península e Tríade Educacional\

Auditório 5 – Programação e robótica: ensino e aprendizagem

B1 – 9h – Ensino e aprendizagem de programação e robótica: princípios e conceitos
Tiago Jesus de Souza e Carlos Eduardo Ribeiro – Centro Estadual de Edu. Tec. Paula Souza

B2 – 11h –  Por que o ensino de ciência da computação está se tornando obrigatório nos países de Primeiro Mundo?
Marco Giroto – Supergeeks/Renata Leite – Grupo Fênix de Educação

B3 – 14h – Revolucionando a educação por meio da programação e robótica
Márcio Okabe – Sociedade Brasileira de Apresentações Profissionais/Rafael Martins – Escola Bakhita

B4 – 16h – Programação como linguagem: “matemática e games? Eis a questão!”
PRÊMIO EDUCADOR NOTA 10: Greiton Toledo de Azevedo – Escola Municipal Irmã Catarina – Jardim Miranda

Auditório 7 – Ciências humanas: inovações no ensino e aprendizagem

B9 – 9h – Abordagem das ciências humanas como área do conhecimento – Cesar Callegari
Faculdade Sesi-SP de Educação

B1- 11h – Práticas inovadoras adotadas para o ensino das ciências humanas. Território educativo – quando a sala de aula é na rua
Ana Paula Martins – Escola da Prefeitura de São Paulo/Kadine Teixeira Lucas – Lourenço Castanho

Dia 3 – Sexta-feira – 12/5

Auditório 1 – Avanços da neurociência em favor da aprendizagem

C17 – 9h – Princípios e conceitos da neurociência e sua contribuição no processo de aprendizagem
Carla Tieppo Médica e Neurocientista da Santa Casa de Misericórida de São Paulo e Especialista em Tecnologias de Aprendizagem/Jô Furlan Médico neurocientista Associação Brasileira de Neuroeducação

C18 – 10h-  A neurociência no processo de ensino aprendizagem – Casos de sucesso
Rosana Alves – PhD em Neurociências e Diretora do Neurogenesis Institute (EUA)

C19 – 20h Neurociência e tecnologias que facilitam e aceleram a aprendizagem
Carla Tieppo Médica e Neurocientista da Santa Casa de Misericórida de São Paulo e Especialista em Tecnologias de Aprendizagem

C20 – 15h – A neurociência a serviço da educação e sua contribuição nos modelos de avaliação
Fabrícia Biaso – Pedagoga, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Neuropsicopedagoga e Educadora/ Adriana Andrade Meirelles – Escola São José

Auditório 3 – A gestão da escola de hoje

C25 – 9h – A escola do século XXI: virtualização das relações. A atuação do gestor escolar frente ao fenômeno das mídias sociais: modalidades, limites e potencialidades
Marcus Garcia – Educador, Pesquisador e Escritor

Auditório 4 – Educação especial na perspectiva da educação inclusiva

C24 – 15h – Questões de identidade de gênero e orientação sexual na educação
Elisabeth dos Reis Sanada – Instituto Singularidades/ Othon Gama – Democratiza Educação Cidadã

Auditório 6 – Ciências da natureza: inovações no ensino e aprendizagem

C7 – 14h  – Práticas exitosas no ensino de ciências da natureza – Indicado entre os Top 10 do Prêmio Global Teacher Prize
Wemerson da Silva Nogueira – Escola Estadual Antônio dos Santos Neves

 

Dia 4 – 13/5 – Sábado

 

Auditório 1 – A gestão da escola de hoje

D21 – 14h – Comunicação estratégica da escola em tempos de WhatsApp
Miguel Thompson – Instituto Singularidades

Auditório 2 – Educação que faz sentido para adolescentes e jovens

D4 – 10h – Como adolescentes e jovens aprendem
Anna Penido –  Instituto Inspirare

D5 – 11h – Experiências educativas que fazem sentido para adolescentes e jovens
Eva Dantas – Secretaria de Educação do Estado de São Paulo/Cristiana Assumpção – Colégio Bandeirantes (SP)/ Ivanês Oliveira – Escola Estadual Tristão de Barros, de Currais Novos (RN)

D6 – 14h – Ferramentas educativas para engajar adolescentes e jovens
Lívia Macedo – Agência Tellus/Cinthia Rodrigues – Quero na Escola/Maíra Pimentel – Tamboro Educacional

Auditório 3 – Inovações na educação infantil

D10 – 10h – Primeira infância. Projetos inovadores e metodologias para o desenvolvimento da criança
Ângela Di Paiolo Mota e Elizabeth dos Reis Sanada – Instituto Singularidades

Auditório 4: 4 elementos essenciais para aliar tecnologia e educação

D1 – 10h – Conhecendo os 4 elementos essenciais para aliar tecnologia e educação
Danilo Fernandes Lima da Silva – CIEB

D2 – 11h –  Experiências práticas que aliam tecnologia e educação
Eziquiel Menta – Secretaria Estadual de Educação do Paraná/ Renato Júdice de Andrade –  Colégio Elvira Brandão (SP)/Eric Rodrigues – Professor da Rede Municipal do Rio de Janeiro

D3 – 14h – Ferramentas para aliar tecnologia e educação
Gabriela Gambi – Centro de Inovação para Educação Brasileira – CIEB

Auditório 5 – Inovações no ensino e aprendizagem da língua portuguesa

D7 – 10h – Princípios e conceitos inovadores no ensino e aprendizagem da língua portuguesa
Francisco Platão Savioli – ECA e Anglo/José Luis Fiorin – Educador – USP

Auditório 6 – A escola de olho no futuro

D15 – 14h – A escola de olho no futuro
Alexandre Le Voci Sayad – Idade Mídia – Inovação e Educação” e Representante Latino-Americano na GAPMIL, da UNESCO (Global Alliance on Media and Information Literacy)

Auditório 7 – Educação integral na prática

D16 – 10h – Currículo, práticas e gestão na educação integral
Natacha Costa – Associação Cidade Escola Aprendiz

D17 – 11h – Experiências práticas de educação integral
Laura Souza – Secretária executiva de educação do estado de Alagoas/ Maria do Socorro Lages Figueiredo – Escola Municipal Professor Paulo Freire, em Belo Horizonte (MG)

D18 – 14h – Ferramentas para apoiar a prática da educação integral
Maria Antônia Goulart – Movimento de Ação e Inovação Social (MAIS)

Para ver a programação completa, acesse o site do evento.

TAGS

base nacional comum curricular, bett brasil educar, educação infantil, educação integral, ensino fundamental, ensino médio, experimentação, gamificação, inclusão, instituto inspirare, jogos, neurociência, programação, robótica, tecnologia