Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Trueffelpix / Fotolia.com

Inovações em Educação

45 palestras para você acompanhar na Bett Educar

Selecionamos temas ligados à cobertura do portal para você acompanhar de perto no congresso da feira de educação

por Redação 8 de maio de 2017

A Bett Educar, feira de educação que acontece de 10 a 13, no SP Expo, em São Paulo (SP), reunirá 133 atividades, distribuídas em cinco sessões diárias em sete auditórios. Como os horários são próximos e pode ser que você precise caminhar um pouco mais para circular entre um auditório e outro, o Porvir fez uma seleção de palestras para quem deseja ficar atualizado em tendências em educação e debates atuais relacionados a políticas públicas. No sábado, as palestras de três temas – Educação que faz sentido para adolescentes e jovens, 4 elementos essenciais para aliar tecnologia e educação e Educação integral na prática – foram organizadas pelo Porvir/Inspirare.

Dia 1 – Quarta-feira – 10/5

Auditório 1 – O educador nos dias de hoje: inovação, trabalho em equipe e uso de tecnologia

A19 – 12h – Professor tem que ser plugado, ou será reprovado na Educação 3.0
Luciana Allan – Instituto Crescer

A20 – 15h – Metodologias de avaliação por competências
José Kuller – Fundação Ioschpe e Germinal Consultoria/Francisco de Moraes – UNESP e Plus Qualidade e Educação

Auditório 2 – Aprendizagem Lúdica

A1 – 9h – Características centrais da atividade lúdica
Luciano Meira – Universidade Federal de Pernambuco

A2 – 11h – Jogos educativos para o desenvolvimento de competências
Núria Guzmán Sanjaume – AFIM21 – Espanha

A3 – 14h – A importância do lúdico como recurso pedagógico
Carlos Seabra – Especialista em Tecnologias Educacionais e Jogos/Suzana Mesquita Moreira – Escola Projeto Vida

A4 – 16h – Jogos (digitais ou não) na avaliação da aprendizagem: muito além de registrar acertos e erros
Hélio Sales Junior – Conecturma

Auditório 3 – Políticas educacionais: a BNCC, a construção de currículos e o novo ensino médio 

A25 – 9h – Construindo e trabalhando um currículo por competências
Anna Penido – Inspirare/Tereza Perez – Comunidade Educativa CEDAC/Denis Mizne – Fundação Lemann/Gustavo Heidrich – Associação Nova Escola

A26 – 10h – Princípios da Base Nacional Curricular Comum (BNCC)
Guiomar Namo de Mello – Conselho Nacional de Educação

A27 – 12h – O exemplo prático da reforma curricular na rede pública municipal de São Paulo, estruturada em três ciclos: Alfabetização, Interdisciplinar e Autoral
Fátima Antônio Membro do Conselho Municipal de Educação da Cidade de São Paulo

A28 – 15h – O novo ensino médio: a implementação nos Estados
Consed

Auditório 6 – Inovações no ensino e aprendizagem

A9 – 9h – Uma visão sobre o processo do ensino e aprendizagem da matemática, desde a educação infantil até o ensino médio
Kátia Stocco Smole – Mathema/Valdirene Mariano Corrêa – Escola Estadual Henrique Dumond Vilares

A10 – 11h – Práticas inovadoras no ensino da matemática que humanizam o ensino desta disciplina em sala de aula
Guilherme Santinho Jacobik  – Instituto Singularidades/Colégio Santa Cruz

A11 – 14h – Contribuições das tecnologias digitais para o ensino e a aprendizagem da matemática
Rosana Miskulin – UNESP

A12 – 16h – Instrumentos inovadores de avaliação de aprendizagem da matemática
Valdir Silva – Instituto Singularidades e SBEM/Júlio Valle – Instituto Singularidades e USP/Camila Bárbara Cantalupo Lima – Escola Estadual Alexandre Von Humboldt

Auditório 7 – Educação especial na perspectiva da educação inclusiva

A23 – 12h – Educação especial: tecnologias que promovem avanço na aprendizagem
Klaus Schlünzen Junior e Elisa Tomoe Moriya Schlunzen – UNESP

 

Dia 2 – Quinta-feira – 11/5

 

Auditório 2 – Políticas Educacionais: A BNCC, a construção de currículos e o novo ensino médio

B27 – 12h – Ensino médio inovador – Casos de sucesso
André Ferreira – Sesc/ José Maria Rigoni Junior – Vestibulare Educacional/ Almério Melquíades de Araújo – Centro Paula Souza

B28 – 15h – Uma avaliação do cenário de educação no país e a contribuição da mídia especializada na contribuição para o avanço das políticas públicas
Rubem Barros – Revista Educação/Marta Avancini – JEDUCA – Associação dos Jornalistas de Educação

Auditório 3 – Metodologias ativas e educação baseada no desenvolvimento de competências

B18 – 10h – Boas práticas de metodologias ativas e educação baseada no desenvolvimento de competências na formação inicial de professores
Cristina Nogueira Barelli – Instituto Singularidades/Ivaneide Dantas – Instituto Singularidades

B20 – 15h O aluno no centro do processo a partir de reflexões sobre metodologias ativas. As metodologias ativas e as tecnologias digitais no processo de formação continuada de professores: uma experiência de ensino híbrido
Valdenice Minatel – Colégio Dante Alighieri/Lilian Bacich – Instituto Península e Tríade Educacional\

Auditório 5 – Programação e robótica: ensino e aprendizagem

B1 – 9h – Ensino e aprendizagem de programação e robótica: princípios e conceitos
Tiago Jesus de Souza e Carlos Eduardo Ribeiro – Centro Estadual de Edu. Tec. Paula Souza

B2 – 11h –  Por que o ensino de ciência da computação está se tornando obrigatório nos países de Primeiro Mundo?
Marco Giroto – Supergeeks/Renata Leite – Grupo Fênix de Educação

B3 – 14h – Revolucionando a educação por meio da programação e robótica
Márcio Okabe – Sociedade Brasileira de Apresentações Profissionais/Rafael Martins – Escola Bakhita

B4 – 16h – Programação como linguagem: “matemática e games? Eis a questão!”
PRÊMIO EDUCADOR NOTA 10: Greiton Toledo de Azevedo – Escola Municipal Irmã Catarina – Jardim Miranda

Auditório 7 – Ciências humanas: inovações no ensino e aprendizagem

B9 – 9h – Abordagem das ciências humanas como área do conhecimento – Cesar Callegari
Faculdade Sesi-SP de Educação

B1- 11h – Práticas inovadoras adotadas para o ensino das ciências humanas. Território educativo – quando a sala de aula é na rua
Ana Paula Martins – Escola da Prefeitura de São Paulo/Kadine Teixeira Lucas – Lourenço Castanho

Dia 3 – Sexta-feira – 12/5

Auditório 1 – Avanços da neurociência em favor da aprendizagem

C17 – 9h – Princípios e conceitos da neurociência e sua contribuição no processo de aprendizagem
Carla Tieppo Médica e Neurocientista da Santa Casa de Misericórida de São Paulo e Especialista em Tecnologias de Aprendizagem/Jô Furlan Médico neurocientista Associação Brasileira de Neuroeducação

C18 – 10h-  A neurociência no processo de ensino aprendizagem – Casos de sucesso
Rosana Alves – PhD em Neurociências e Diretora do Neurogenesis Institute (EUA)

C19 – 20h Neurociência e tecnologias que facilitam e aceleram a aprendizagem
Carla Tieppo Médica e Neurocientista da Santa Casa de Misericórida de São Paulo e Especialista em Tecnologias de Aprendizagem

C20 – 15h – A neurociência a serviço da educação e sua contribuição nos modelos de avaliação
Fabrícia Biaso – Pedagoga, Psicopedagoga Clínica e Institucional, Neuropsicopedagoga e Educadora/ Adriana Andrade Meirelles – Escola São José

Auditório 3 – A gestão da escola de hoje

C25 – 9h – A escola do século XXI: virtualização das relações. A atuação do gestor escolar frente ao fenômeno das mídias sociais: modalidades, limites e potencialidades
Marcus Garcia – Educador, Pesquisador e Escritor

Auditório 4 – Educação especial na perspectiva da educação inclusiva

C24 – 15h – Questões de identidade de gênero e orientação sexual na educação
Elisabeth dos Reis Sanada – Instituto Singularidades/ Othon Gama – Democratiza Educação Cidadã

Auditório 6 – Ciências da natureza: inovações no ensino e aprendizagem

C7 – 14h  – Práticas exitosas no ensino de ciências da natureza – Indicado entre os Top 10 do Prêmio Global Teacher Prize
Wemerson da Silva Nogueira – Escola Estadual Antônio dos Santos Neves

 

Dia 4 – 13/5 – Sábado

 

Auditório 1 – A gestão da escola de hoje

D21 – 14h – Comunicação estratégica da escola em tempos de WhatsApp
Miguel Thompson – Instituto Singularidades

Auditório 2 – Educação que faz sentido para adolescentes e jovens

D4 – 10h – Como adolescentes e jovens aprendem
Anna Penido –  Instituto Inspirare

D5 – 11h – Experiências educativas que fazem sentido para adolescentes e jovens
Eva Dantas – Secretaria de Educação do Estado de São Paulo/Cristiana Assumpção – Colégio Bandeirantes (SP)/ Ivanês Oliveira – Escola Estadual Tristão de Barros, de Currais Novos (RN)

D6 – 14h – Ferramentas educativas para engajar adolescentes e jovens
Lívia Macedo – Agência Tellus/Cinthia Rodrigues – Quero na Escola/Maíra Pimentel – Tamboro Educacional

Auditório 3 – Inovações na educação infantil

D10 – 10h – Primeira infância. Projetos inovadores e metodologias para o desenvolvimento da criança
Ângela Di Paiolo Mota e Elizabeth dos Reis Sanada – Instituto Singularidades

Auditório 4: 4 elementos essenciais para aliar tecnologia e educação

D1 – 10h – Conhecendo os 4 elementos essenciais para aliar tecnologia e educação
Danilo Fernandes Lima da Silva – CIEB

D2 – 11h –  Experiências práticas que aliam tecnologia e educação
Eziquiel Menta – Secretaria Estadual de Educação do Paraná/ Renato Júdice de Andrade –  Colégio Elvira Brandão (SP)/Eric Rodrigues – Professor da Rede Municipal do Rio de Janeiro

D3 – 14h – Ferramentas para aliar tecnologia e educação
Gabriela Gambi – Centro de Inovação para Educação Brasileira – CIEB

Auditório 5 – Inovações no ensino e aprendizagem da língua portuguesa

D7 – 10h – Princípios e conceitos inovadores no ensino e aprendizagem da língua portuguesa
Francisco Platão Savioli – ECA e Anglo/José Luis Fiorin – Educador – USP

Auditório 6 – A escola de olho no futuro

D15 – 14h – A escola de olho no futuro
Alexandre Le Voci Sayad – Idade Mídia – Inovação e Educação” e Representante Latino-Americano na GAPMIL, da UNESCO (Global Alliance on Media and Information Literacy)

Auditório 7 – Educação integral na prática

D16 – 10h – Currículo, práticas e gestão na educação integral
Natacha Costa – Associação Cidade Escola Aprendiz

D17 – 11h – Experiências práticas de educação integral
Laura Souza – Secretária executiva de educação do estado de Alagoas/ Maria do Socorro Lages Figueiredo – Escola Municipal Professor Paulo Freire, em Belo Horizonte (MG)

D18 – 14h – Ferramentas para apoiar a prática da educação integral
Maria Antônia Goulart – Movimento de Ação e Inovação Social (MAIS)

Para ver a programação completa, acesse o site do evento.

TAGS

base nacional comum curricular, bett educar, educação infantil, educação integral, educação mão na massa, ensino fundamental, ensino médio, gamificação, inclusão, instituto inspirare, jogos, neurociência, programação, robótica, tecnologia