Desafio busca inovações que ampliam o acesso à educação - PORVIR
crédito: singkham / Fotolia.com

Inovações em Educação

Desafio busca inovações que ampliam o acesso à educação

Changemakers da Ashoka e o Instituto Embratel Claro oferecem prêmios de até R$36 mil para tecnologias que promovem inclusão na educação

por Redação ilustração relógio 16 de outubro de 2014

Mesmo com os esforços para universalizar a educação básica brasileira, ainda existem cerca de 3,6 milhões de crianças e jovens fora da sala de aula, conforme relatório do Todos Pela Educação. Pensando nesse cenário, o Changemakers da Ashoka e o Instituto Embratel Claro lançaram o desafio Tecnologia é Ponte: diminuindo as distâncias na educação. Com prêmios de até R$ 36 mil para os selecionados, a iniciativa está em busca de projetos que visam garantir o acesso à educação para alunos em idade escolar.

O objetivo é encontrar ideias inovadoras que utilizam as TICs (Tecnologias da Informação e Comunicação) para superar desafios como a dificuldade de acesso a uma escola, falta de acessibilidade para deficientes físicos e pouca preparação dos professores para lidar com a diversidade de aprendizado.

Podem participar do desafio educadores, pais, designers, desenvolvedores e alunos, desde que com idade acima de 18 anos. Os interessados devem acessar os site do Changemakers e enviar uma proposta até o dia 22 de outubro, às 17h. Após a submissão do projeto, antes do término do prazo de inscrições, os candidatos ainda podem continuar revisando e alterando suas propostas.

Todos os participantes inscritos no desafio irão receber suporte para articular os seus projetos e contarão com comentários e feedbacks da equipe Ashoka. Além disso, eles poderão participar de chats virtuais no Twitter e painéis de discussão do Google+ Hangout.

As melhores ideias serão selecionadas por uma banca avaliadora, que levará em conta critérios como inovação, impacto social e a sustentabilidade financeira, apontando metas claras a médio e longo prazo. É importante que os inscritos consigam descrever como a sua inovação é capaz de produzir resultados escaláveis e replicáveis.

Os semifinalistas serão anunciados no dia 12 de novembro. Após esse período, eles ainda passarão por uma dinâmica de avaliação aos pares e revisão das inscrições. Na segunda etapa, serão escolhidos entre 10 e 15 finalistas, que devem ser divulgados em janeiro de 2015. Eles participarão de um workshop de inovação on-line e receberão um feedback personalizado de um dos membros da banca avaliadora. Os vendedores do desafio serão conhecidos em março de 2015. No total, serão selecionados três projetos.  Cada um deles irá receber um prêmio no valor de R$ 36 mil.


TAGS

redes sociais, tecnologia, todos pela educação

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação