Educação 3.0: sala de aula X ambiente de trabalho - PORVIR

Inovações em Educação

Educação 3.0: sala de aula X ambiente de trabalho

Professor da Universidade de NY, Jim Lengel, mostra como o ambiente escolar ficou parado no tempo

por Redação ilustração relógio 29 de outubro de 2012

Jim Lengel, consultor e professor da Universidade de Nova York, espera que a salas de aulas mudem radicalmente nos próximos anos. Nada de cadeiras enfileiradas, um quadro negro e um professor transmissor de conteúdo. A aposta é que existam novas configurações e espaços de aprendizagem, em grupo, individualmente, na rua, na biblioteca, em ambiente on-line, sempre usando muita tecnologia e até em horários alternativos e mais independentes. Lengel é especialista em Educação 3.0. Para ele, o conceito diz respeito às escolas que estão contextualizadas com o mundo atual, com as novas tecnologias, com as demandas e questões que enfrentamos no dia a dia e que estão acompanhando as mudanças no processo de ensino-aprendizagem e nas relações professor-aluno.

Em palestra recente no Brasil, durante o InovaEduca3.0, o especialista fez um paralelo entre escola e ambiente de trabalho. Será que os estudantes de hoje estão sendo preparados para sobreviver nos espaços de trabalho atuais? Eles saberão usar todas as ferramentas necessárias para chegar à informação? Estão preparados para resolver problemas complexos? Saberão trabalhar em grupo, de forma colaborativa? Ao que parece, as salas de aula atuais ainda seguem um modelo “linha de produção” criado durante a Revolução Industrial e que já não corresponde mais às demandas contemporâneas.

Confira a provocação do professor sintetizada no infográfico abaixo.

Este post foi atualizado no dia 1/10/2012, às 11h48


TAGS

empreendedorismo, tecnologia

11
Deixe um comentário

avatar
500
8 Comentários ao conteúdo
3 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
10 Autores
EdvanildoMagnoDoriedson OliveiraGasparEdvanildo Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Doriedson Oliveira
Visitante
Doriedson Oliveira

A sala 4.0 é em forma de U, onde há muito diálogo e mentes pensando.

Doriedson Oliveira
Visitante
Doriedson Oliveira

A sala 4.0 é em forma de U, onde há muito diálogo e mentes pensando.

Gaspar
Visitante
Gaspar

Penso que não formação suficiente para essa dinâmica, pois os cursos de pedagogia nem sequer conseguem bons professores de didática, além de ter um conteúdo péssimo. Essa linha está mais para um modismo do que efetivamente uma preocupação com o ensino atual.

Magno
Visitante
Magno

Dentro do universo educacional brasileiro, atualmente é impossivel projetar essa condição para nossas escolas. Onde politicas públicas de informatização e tecnologia estão baseadas apenas em atender tendências, não existindo metodologia e projetos que promovam o uso de tais tecnologias como ferramenta de apoio ao ensino.

Ana
Visitante
Ana

Amigo, pense no caso da TV Escola. O programa existiu maravilhosamente e a maioria das escolas não conseguiram utilizar porque não dispunham de TV, vídeo, internet. Os cursos de formação em pedagogia, em particular os professores de multimeios, nesta época, já se esforçavam para preparar os futuros professores para trabalhar com recursos midiáticos mais evoluídos e ainda não se conseguiu levar essa realidade para a escola. O problema não é dos cursos é de infraestrutura… Ler mais »

Gaspar
Visitante
Gaspar

Penso que não formação suficiente para essa dinâmica, pois os cursos de pedagogia nem sequer conseguem bons professores de didática, além de ter um conteúdo péssimo. Essa linha está mais para um modismo do que efetivamente uma preocupação com o ensino atual.

Magno
Visitante
Magno

Dentro do universo educacional brasileiro, atualmente é impossivel projetar essa condição para nossas escolas. Onde politicas públicas de informatização e tecnologia estão baseadas apenas em atender tendências, não existindo metodologia e projetos que promovam o uso de tais tecnologias como ferramenta de apoio ao ensino.

Ana
Visitante
Ana

É muito complicado responsabilizar os professores de Didática sobre essa situação, considerando que de nada adiantaria preparar professores para um mundo que não é a realidade nacional. Os municípios não têm acesso à internet, as pessoas não têm acesso a equipamentos tecnológicos de qualidade. Nós temos várias situações: as reais e as desejadas. Esse é o nosso país. Falar sobre tecnologia na escola é complicado!!!!

Davis Dias
Visitante
Davis Dias

Interessante a evolução da educação com objetivo de abordar melhor a aprendizagem. Penso que este crescimento se refere as realidades que cada época e a reflexão de se a aprendizagem estava ocorrendo. A necessidade de promover diversos estímulos para que o aluno consiga absorver e aprender. Hoje observarmos os instrumentos e as possibilidades de se construir a aprendizagem para atender o perfil do aluno desta época que possui a tecnologia com um condutor de informações.… Ler mais »

Edvanildo
Visitante
Edvanildo

A educação exige inovação, e como vimos a educação, no decorrer do tempo; nem tudo que se usava no passado despertava o saber, hoje nós temos internet, lousa digital, softwares; mas existe a dificuldade no uso de determinadas ferramentas,que limita o professor, e ao mesmo tempo oferece condições de superação e criatividade; ainda temos dificuldade em despertar a atenção e interesse de todos para o aprender, portanto as facilidades são também maiores; quando pensamos em… Ler mais »

Edvanildo
Visitante
Edvanildo

A educação exige inovação, e como vimos a educação, no decorrer do tempo; nem tudo que se usava no passado despertava o saber, hoje nós temos internet, lousa digital, softwares; mas existe a dificuldade no uso de determinadas ferramentas,que limita o professor, e ao mesmo tempo oferece condições de superação e criatividade; ainda temos dificuldade em despertar a atenção e interesse de todos para o aprender, portanto as facilidades são também maiores; quando pensamos em… Ler mais »