Memes no ensino de história mobilizam criatividade de estudantes do fundamental 2 - PORVIR
WikiImages

Diário de Inovações

Memes no ensino de história mobilizam criatividade de estudantes do fundamental 2

Professor também aproveitou a atividade para trabalhar o poder de síntese da turma

por Bruno Reis ilustração relógio 6 de dezembro de 2022

Nós professores percebemos no dia a dia a importância de trabalhar com assuntos como mídia e comunicação na escola. Independentemente de qual seja a área que trabalhemos, investir nessa camada midiática nas nossas atividades faz todo o sentido – e diferença. Principalmente neste período da história em que os alunos são produtores e consumidores de mídias.

Desde 2019, acompanho alguns materiais publicados no Porvir sobre o tema, assim como os que eram feitos em parceria com o EducaMídia. A partir de um plano de aula postado no site do EducaMídia, decidi abordar a Revolução Francesa, que é um conteúdo trabalhado na oitava série do ensino fundamental.

É um assunto denso, que os alunos sentem um pouco de dificuldade de entender os fatos que aconteceram nesse período histórico. Poderia citar como exemplo os fatores que motivaram o início do movimento ou quais são as características de cada fase da Revolução Francesa. Pensei então que nada melhor que incluir esse aspecto da mídia para fazer com que eles construam o conhecimento. 

Esse processo também foi de reflexão sobre a elaboração das mensagens e se faziam sentido junto com as imagens, por exemplo.

E para trabalhar o poder de síntese é que entraram em cena os memes. Estudamos a origem do meme, como neles aparece a questão da síntese e como eles são importantes para a comunicação. Vimos com detalhe qual é a “anatomia” dos memes.

Neste sentido, iniciamos a busca por imagens de impacto e construímos as frases utilizando textos curtos, para a elaboração de um design que pudesse chamar a atenção do leitor.  Eu também aproveitei para fazer perguntas aos alunos, como: Qual é a mensagem que gostaria de passar diante do tema apresentado?

Trabalhando a mensagem

Os alunos ficaram livres para criar usando as ferramentas que tinham à disposição: imgflip, Canva, Google Slides, entre outros. Sempre deixo eles bem à vontade para escolher qual a melhor opção para o trabalho, de preferência aquelas que já tinham o hábito de usar para não dificultar a experiência e se sentirem mais seguros. 

Confesso que fiquei muito feliz com o resultado. E deu tão certo incentivá-los a usar memes que algumas das produções da turma viraram questões da avaliação final.

Esse processo também foi de reflexão sobre a elaboração das mensagens e se faziam sentido junto com as imagens, por exemplo. Eu percebi que, de início, a turma teve um pouco de dificuldade para elaborar os memes porque, apesar de serem consumidores, não estavam acostumados a elaborar esse tipo de material. Eles tinham dificuldade de buscar a melhor imagem que combinasse com a ideia que tinham em mente.  

Outra questão importante, foi a elaboração das mensagens do meme. Nós sabemos que os memes não podem conter mensagens extensas, mas devem ser diretos e engraçados. Com a minha mediação, aos poucos, eles foram se apropriando das mídias e transformando os conteúdos em frases curtas até conseguirem criar os próprios projetos. 

Eu destacaria que essa possibilidade de desenvolver a criatividade e fazê-los trabalhar com mensagens mais sintéticas, foi um ponto alto da minha experiência. Com a criação dos memes, os alunos mudaram sua perspectiva em relação ao conteúdo sobre a Revolução Francesa, justamente porque foi utilizada uma forma diferente de apresentar o conteúdo trabalhado, potencializando várias habilidades para desenvolver a aprendizagem.   

Apesar das dificuldades encontradas no início do trabalho, mesclar o conteúdo de aula com aspectos midiáticos corrobora a importância de criar nos alunos esse aspecto de produtores de conteúdo, reforçando que essa produção envolve responsabilidade com as produções que consomem e que também compartilham.  

Uma boa sugestão para você professor, que está pensando em criar uma atividade utilizando memes, saiba que o importante, é ter uma atividade planejada, com objetivos específicos e transparentes para os alunos, para que a atividade faça sentido para eles. É fundamental a intencionalidade pedagógica para que seja promovida uma experiência que estimule potencialidades. 


Bruno Reis

Licenciatura em História, Especialista em Aprendizagem Cooperativa e Tecnologia Educacional na Educação Básica e especialista em Gestão Escolar, Educador Google Certificado, níveis 01 e 02, Líder GEG Contagem, Google Trainer, Multiplicador EducaMídia e Educador Maker.

TAGS

ensino fundamental, tecnologia

Cadastre-se para receber notificações
Tipo de notificação
guest
2 Comentários
Mais antigos
Mais recentes Mais votados
Comentários dentro do conteúdo
Ver todos comentários
Aproveite as férias escolares para visitar a exposição 'Encontro com o Porvir'Saiba mais
2
0
É a sua vez de comentar!x
()
x