Comunicação com comunidade é chave para o sucesso do projeto | Porvir
Crédito: Apple Newsroom

Coronavírus

Comunicação com comunidades é chave para o sucesso de um projeto de tecnologia

Introduzir tecnologia nas escolas depende também de diálogo com a comunidade escolar para que os processos sejam compreendidos por todos

Parceria com Sejunta

por Ruam Oliveira ilustração relógio 4 de junho de 2021

A aproximação entre escola e comunidade não é um conceito novo. Há muito que pais, mães e outros familiares, docentes, estudantes e demais educadores compõem todo o contexto escolar e influenciam no que pode ou não acontecer na escola.

Nessa relação, construir processos de comunicação efetivos e claros faz parte da rotina de preocupações dos gestores. A fim de ver cumpridos os objetivos que a liderança desenha, comunicar – com a comunidade interna e externa – é um passo importante e fundamental. Em um projeto que envolve tecnologia educacional, não basta apenas uma conversa com os pais sobre qual tecnologia aplicar ou não em sala de aula, mas também com os educadores e com os estudantes, todos interessados nessa equação.

“O gestor tem que ser o exemplo também na forma de comunicar-se com toda a comunidade escolar”, afirma o professor José Moran, pesquisador e designer de ecossistemas inovadores na educação. Entre as habilidades necessárias, o pesquisador aponta que usar bem os recursos de redes, por exemplo, é essencial.

No momento em que escolas enfrentam retornos e novas suspensões de aulas presenciais devido à pandemia de covid-19, tendo que recorrer ao ensino remoto por longos períodos, tornou-se comum dizer que a tecnologia está transformando a educação como nunca se viu. Mas este também não é um cenário recente.

“É um momento para repensar a escola como um todo, não é só a tecnologia. A escola é um espaço de comunicação, de encontro entre pessoas – umas mais experientes e outras mais novas”, destacou o professor Moran.

O professor Rui Christofoletti, diretor educacional do Colégio Koelle, uma Apple Distinguished School localizada em Rio Claro, interior de São Paulo, conta que desde 2014, a escola onde atua vem investindo em tecnologia de maneira gradual. Primeiro foi o terceiro ano do ensino médio que recebeu iPad para trabalhar em sala de aula, em seguida essa medida se estendeu para todo o ensino médio e, posteriormente, para o ensino fundamental 2, a partir do 6º ano. O fundamental 1 e a educação infantil também estão em contato com tecnologia, porém usando o que chama de laboratório móvel, com carrinhos que atendem diversas turmas.

Quando houve a decisão de usar iPad em sala de aula, segundo Rui, a preocupação dos pais inicialmente estava na segurança – tanto de dados, quanto de uso – e na forma que a escola planejava administrar o ambiente digital. “Lembro muito da primeira reunião em que compartilhamos no telão a imagem do iPad e respondemos com demonstrações na tela as perguntas dos pais”, disse. “A visão precisa ser clara para a pessoa que está na gestão”.

Essa foi uma reação inicial que se dissipou à medida em que a comunidade escolar foi se adaptando ao uso dessas ferramentas, tornando-as parte do dia a dia.

O professor José Moran destaca que, para além do aparelho tecnológico em si, há uma questão de relação humana que deve ser valorizada, e o hardware usado passa a ser encarado de maneira mais natural. “Em alguns momentos, você nem percebe que está com tecnologia”, apontou.

Cabe, portanto, ao gestor identificar a melhor maneira de gerenciar tais ferramentas. Yuri Ribeiro, coordenador de educação da Sejunta, afirma que esse gerenciamento passa por oferecer ao professor a ferramenta de um jeito simplificado.

Leia também
Liderança é decisiva para o processo de transformação digital da escola
Aceleramos a transformação digital e começamos a sofrer as consequências
Ensino remoto traz nova onda de aplicativos educacionais ‘tudo em um’

Com uma maior inserção de tecnologia em razão da pandemia, Yuri afirma que ficou mais fácil observar gargalos onde elas podem ser inseridas de maneira mais assertiva e é possível ouvir o professor no momento de optar por uma tecnologia específica, por exemplo. Nesse sentido, o papel da liderança está em apoiar também ideias que venham dos educadores.

O professor Moran destaca que apoiar docentes, principalmente os que já têm experiência, pode ajudar a chegar no objetivo de envolver o aluno, colocando-o como elemento central da aprendizagem.

Investir no uso das tecnologias de uma forma interessante e apoiar esses educadores, trazendo-os para um comitê de inovação, por exemplo, são ações que um gestor pode realizar não somente para valorizá-los, mas também para que eles possam servir de tutores ou mentores dos demais.

“Para mim a comunicação é um ciclo, não é uma setinha que vai (em um sentido único). Tem que ir e voltar porque vindo da comunidade eu também reflito sobre a minha visão e sobre a minha prática”, destaca Rui.

E tanto saber ouvir quanto manter canais de comunicação claros e definidos impactam diretamente no engajamento da própria comunidade escolar, é o que destaca Yuri. “[A comunicação] é essencial para a gente ter o desenvolvimento da equipe, porque se não tivermos momentos em que essa equipe se comunica, consegue crescer junto e se engajar junto, o projeto pedagógico não vai ter sucesso”.

Para Rui, entender como se comunicar com a comunidade, principalmente ao introduzir um assunto novo, foi um processo de aprendizagem. A tomada de decisão sobre qual canal usar, se email ou mensagem via whatsapp, por exemplo, foi acontecendo aos poucos. Ele destaca que, como um dos principais desafios, está encontrar o tom correto, o jeito ideal de traduzir a visão que a escola tem sobre o projeto pedagógico.

⭐  Assista ao Webinário Porvir / Sejunta: Como medir os resultados do meu projeto de tecnologia

 

 

 

Quer saber como a tecnologia pode apoiar a comunicação com a comunidade? Solicite um contato do time da Sejunta
Clique e acesse

Sejunta

1
Deixe um comentário

avatar
500
1 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
1 Autores
José Dantas Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
José Dantas
Visitante
José Dantas

Legal as dicas de comunicação entre todos os envolvidos para discutir q melhor mídia atingir a todos…

X