Minerva: primeira universidade de elite criada em 100 anos - PORVIR

Inovações em Educação

Minerva: primeira universidade de elite criada em 100 anos

Larry Summers, ex-presidente de Harvard, tem US$ 25 milhões e dois anos para criar a melhor universidade on-line do mundo

por Patrícia Gomes ilustração relógio 30 de abril de 2012

O que é possível fazer com US$ 25 milhões num período de dois anos? Larry Summers, que foi secretário americano do Tesouro e presidente de Harvard, aceitou o desafio de, com esse dinheiro e nesse espaço de tempo, ajudar a construir a melhor universidade on-line do mundo.

Chamado de Minerva, o projeto se autodenomina “a primeira universidade americana de elite lançada nos últimos cem anos”. A brincadeira faz referência ao fato de a mais nova instituição da Ivy League, organização que reúne as universidades top dos EUA, ter sido criada em 1865.

 

crédito Fortune Live Media

Larry Summers tem o desafio de criar uma universidade de elite on-line, em dois anos


Entre os envolvidos com a fundação da instituição estão figuras de renome, como Ben Nelson, empresário de 36 anos com experiência no mercado digital, além do fundo Benchmarck Capital, especializado em startups e responsável pelo aporte milionário de verba inicial.

A proposta desse time é criar uma instituição que entenda a internet como um meio legítimo de acesso a conhecimento de alta qualidade. “O papel pedagógico do Minerva é preparar os alunos para prosperar no mundo real”, diz o site da iniciativa ao definir os seus pilares.

“Quase todos os aspectos do Projeto Minerva são inovadores. O mais importante é que o currículo da universidade é centrado em um orientação analítica, que ensina os estudantes a pensarem criticamente em qualquer circunstância”, disse a assessoria do projeto ao Porvir. A instituição usa a figura de Minerva, deusa da sabedoria, e tem como slogan “inteligência crítica”.

“Nossa missão é acelerar a trajetória de vida dos estudantes mais brilhantes e dedicados do mundo para construirmos coletivamente nosso futuro”

Com um processo de admissão rigoroso e a missão de formar líderes internacionais, Minerva deseja atrair não apenas alunos que costumam se inscrever para universidades como Harvard, Yale e Stanford, mas também bons alunos espalhados pelo mundo que não chegam a essas instituições. “Nossa missão é acelerar a trajetória de vida dos estudantes mais brilhantes e dedicados do mundo para construirmos coletivamente nosso futuro”, afirma a instituição.

Os estudantes terão à disposição cursos nas áreas de ciências sociais, ciências naturais, ciência da computação e negócios. Como nas universidades tradicionais, os cursos terão quatro anos. No primeiro, a sugestão é que eles vivam em seu país de origem e recebam uma formação básica. Nos subsequentes, os jovens serão encorajados a viver em outras cidades ou países para incorporar essa vivência em suas formações.

Se a intenção é promover um ensino de excelência comparável ao das universidades top dos EUA, uma diferença, no entanto, poderá ser sentida no bolso: como a plataforma é on-line, os fundadores esperam conseguir que as taxas sejam ao menos metade dos US$ 50 mil anuais cobrados pelas outras instituições.

Também seguindo essa tendência, São Paulo lançou, na semana passada, a Univesp (Universidade Virtual do Estado de São Paulo), voltada exclusivamente para o ensino à distância. A instituição terá R$ 24 milhões para dar início às atividades. Em quatro anos, a intenção do governo estadual é ter 24 mil alunos matriculados em cursos de engenharia de produção e da computação e tecnologia em processos gerenciais.


TAGS

educação online

4
Deixe um comentário

avatar
500
4 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
4 Autores
Emerson Fidelis CamposWANDERLEY DE SOUSA SANTANARose PalmeiraAna Lúcia Oliveira Pinheiro Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Ana Lúcia Oliveira Pinheiro
Visitante
Ana Lúcia Oliveira Pinheiro

Muito me interessou fazer um dos cursos oferecidos. Como faço para me cadastrar, quais são os requisitos?

Rose Palmeira
Visitante
Rose Palmeira

O uso da tecnologia para a aperfeiçoar e desenvolver a inteligência humana a serviço da humanidade é louvável partindo de países ricos ou emergentes como o Brasil, entretanto, necessário se faz uma análise crítica dessa tendência, pois já encontramos “arranjos” com o uso da EAD em no nome da racionalização financeira, jurídico-trabalhalista. O resultado: ensino medíocre apostilado, e consequente formação mediócre ausente de debates e leituras de autores de renome. Prática sem base teórica e… Ler mais »

WANDERLEY DE SOUSA SANTANA
Visitante
WANDERLEY DE SOUSA SANTANA

Como consigo me inscrever, para me inscrever nesses cursos gratis a distancia nessas universidades citadas.

Obrigado,

Wanderley

Emerson Fidelis Campos
Visitante
Emerson Fidelis Campos

Gostei da proposta. Como me inscrever para fazer um curso?
Obrigado,
Emerson Fidelis Campos