Teatro ajuda aluno a entender evolução tecnológica - PORVIR
Crédito: oocoskun / Fotolia.com

Diário de Inovações

Teatro ajuda aluno a entender evolução tecnológica

Professora relata como instigou estudantes a conhecerem antigos aparelhos para incentivá-los a usar tecnologia para aprender

por Stéphani Bertulani Lourencini ilustração relógio 29 de julho de 2015

Como professora de informática, tenho observado que a tecnologia muda constantemente e traz cada vez mais descobertas e desafios para alunos e educadores. Assim, percebi a importância de conhecer as etapas dessa evolução e acompanhar o seu desenvolvimento constante e rápido.

Para isso, criei o projeto Geração Tecnológica, com o objetivo de incentivar os alunos de 8º e 9º anos do Ensino fundamental da EMEF Darcy Ribeiro, em Guarapari, no Espírito Santo, a pesquisarem sobre como a tecnologia tem avançado e como isso interfere em nossas vidas. Percebi que os estudantes iam ao laboratório para jogar. Então, comecei a puxá-los para outro lado: mostrei as milhares de ferramentas tecnológicas que podem ser exploradas de forma mais didática, mais voltada para a educação, para instigar o pensamento e raciocínio.   

A partir de pesquisas utilizando a internet como fonte principal de reportagens, vídeos e imagens da evolução dos equipamento tecnológicos, nós montamos uma exposição com cartazes e os próprios objetos. Pegamos aparelhos antigos que alguns estudantes tinham, como rádio e computadores, e colocamos na exposição junto com os atuais para fazer uma comparação. Nós estudamos como a tecnologia surge e avança, mas precisa ser canalizada para o bem, como a facilitação da comunicação. Os alunos das faixas etárias envolvidas no projeto quase não tiveram a vivência de mandar cartas, por exemplo. Então, alguns fizeram entrevistas com os pais para conseguir essas informações. Eles perceberam que a internet vem trazendo um leque muito grande de conteúdo, dando acesso facilitado a tudo o que precisamos saber.

Além da exposição e dos cartazes, ajudei os alunos do 9º ano a montarem duas peças de teatro, que contaram de forma bem humorada como nós somos dependentes da tecnologia atualmente. Uma delas mostrava uma pessoa de idade lendo jornal impresso. Então, surgia um aluno com um tablet, explicando como é possível visualizar as mesmas notícias pelo aparelho.

Depois do projeto, os jovens perceberam quanto a tecnologia pode contribuir na elaboração dos trabalhos, pesquisas e investigações. Há algum tempo, para fazer trabalho em grupo, por exemplo, era preciso marcar um encontro na casa de alguém, e todo mundo aparecia carregado de livros. Por terem nascido em uma época mais evoluída em termos tecnológicos, os alunos têm maior facilidade de recepção de conteúdos. Com o acesso a internet, eles podem consultar textos, tirar dúvidas e criar grupos online para debater as matérias.

Por ser uma proposta diferente que envolveu ferramentas tecnológicas que aguçaram a curiosidade dos estudantes, houve aprofundamento no tema. Apesar de ser um projeto voltado à tecnologia, eles não ficaram presos ao uso do computador no laboratório. Nós utilizamos outras ferramentas, como câmeras fotográficas e celulares, e frequentamos outros espaços, como o auditório. Quando nós, professores, realizamos projetos mais dinâmicos, os alunos adquirem um pouco mais de confiança e passam a se envolver mais nas aulas, facilitando a compreensão dos conteúdos trabalhados. 


Stéphani Bertulani Lourencini

Professora desde 2009 com experiência em educação infantil, educação de Jovens e Adultos, alfabetização e tecnologia educacional. Possui especialização em Orientação educacional e educação inclusiva. Participou de diversos cursos formativos, alguns deles nas áreas de educação especial e tecnologia da educação.

TAGS

dispositivos móveis, ensino fundamental, tecnologia

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação
X