Prêmio destaca projetos inovadores de arquitetura para escolas e universidades: veja fotos - PORVIR

Inovações em Educação

Prêmio destaca projetos inovadores de arquitetura para escolas e universidades: veja fotos

Listamos escolas e universidades vencedoras da eleição pelo júri e também pelo voto popular do Architizer A+Awards 2021

por Ruam Oliveira ilustração relógio 14 de julho de 2021

Em um momento em que estar fisicamente presente nas escolas pode não ser possível para todos os estudantes e educadores, ainda assim é bonito ver como escolas e universidades em diferentes países estão repensando seus espaços de aprendizagem para além da sala de aula e se tornando mais inclusivas, mais acolhedoras e diversas.

A edição deste ano do Architizer A+Awards, uma premiação que seleciona os principais projetos de arquitetura pelo mundo, trouxe como temática central “Arquitetura para um mundo transformador” e selecionou projetos que possuem uma missão de criação de um ambiente mais resiliente para o futuro.

Confira a seguir os projetos vencedores deste ano.

Uma escola conectada
A BÓ MON PRESCHOOL, que fica no Vietnã, traz em si a missão de aproveitar os espaços externos e conecta pessoas vindas de três vilas diferentes: Tú Nang, Yên Châu, Sơn La. Além dos espaços ao ar livre, e de salas de aula e locais para os professores, a escola pública possui um pátio que funciona como o coração de toda a instituição, onde são realizadas atividades, festivais ou até mesmo como local onde familiares aguardam os que estão estudando. A escola foi a escolhida vencedora pelo júri na categoria educação infantil.

A felicidade em círculos
Onde antes era uma estação militar abandonada, agora reestruturada, a Circle of Happiness, em Taiwan, virou uma escola de ensino infantil e divide espaço também com uma livraria pública. A escola funciona no primeiro andar e a livraria no segundo. Os círculos estão presentes na fachada e em diversos ambientes do prédio, e ao mesmo tempo que é uma escola, também valoriza a memória coletiva e a identidade da comunidade. Foi eleita pela escolha popular.

Educação no deserto
Em Jaisalmer, na Índia, 400 garotas na educação infantil e ensino fundamental, que estão abaixo da linha da pobreza, vão poder frequentar as aulas na The Rajkumari Ratnavati Girl’s School, a primeira de três construções que vão compor o GYAAN Center, voltado para educação e empoderamento feminino. A proposta é que o GYAAN tenha um museu e livraria e um espaço para que artesãs locais possam ensinar mães e mulheres locais técnicas de artesanato. É uma construção feita pela comunidade e para a comunidade e onde será possível que meninas tenham acesso à educação, visto que o país possui um déficit grande na educação entre as mulheres.

Simone de Beauvoir
Eleita por escolha popular, a Escola Simone de Beauvoir, na França, atende crianças no ensino fundamental e é uma construção única e elegante no meio de Drancy, comuna francesa em Seine-Saint-Denis.

Escola e comunidade no ensino superior
Na educação superior, também temos bons exemplos de escolas com arquitetura diferente, que conversam com a proposta pedagógica. O Campus UTS Central, na Austrália, é composto por duas construções que conectam a escola com a rua e, por consequência, a comunidade. Foi eleito o melhor projeto pelo júri.

A Morgan State University (MSU) é uma das principais instituições de ensino superior historicamente negras dos Estados Unidos e a maior de Maryland. O objetivo para este novo centro de serviços estudantis era fazer a ponte entre o histórico acadêmico de estilo neoclássico e o moderno campus comum, ao estabelecer uma “porta de entrada” icônica para a universidade. Essa foi a escolha popular.


Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação
X