Professora cria Cavaleiros da Tabuada Redonda para ensinar matemática - PORVIR
Crédito: Daria Passos

Diário de Inovações

Professora cria Cavaleiros da Tabuada Redonda para ensinar matemática

Turma do 5º ano em colégio da Praia Grande (SP) recorre à lenda do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda para estudar tabuada

por Daria Passos ilustração relógio 12 de janeiro de 2022

Estudar tabuada ainda é um grande desafio entre os estudantes e, muitas vezes, acarreta desinteresse e dificuldades na resolução de desafios matemáticos. Criei o projeto “Cavaleiros da Tabuada Redonda” a fim de estimular o estudo da tabuada por meio da contação de histórias (storytelling). Para isso, usei como base a lenda do Rei Arthur e os Cavaleiros da Távola Redonda com a turma do 5º ano do Colégio COC Novomundo.


Clique aqui para baixar o PDF com o plano de aula.


A ideia foi desenvolvida em três etapas:

A primeira delas consistia em contar para a turma sobre a lenda do Rei Arthur. Nessa etapa, os estudantes fizeram pesquisas sobre a história para que pudéssemos conversar em sala e selecionar características marcantes das personagens.

Nesse processo, surgiram perguntas como: “O que esta história tem a ver com matemática?” ou “Será que para aprender matemática precisamos somente de números?”. O fato é que eles não faziam ideia das aventuras que viveriam nos próximos meses!

A segunda etapa foi focada no conceito de tabuada. Nesse momento, os estudantes puderam perceber que a tabuada é uma representação em forma de tabela utilizada para fazer cálculos das operações matemáticas: adição, subtração, multiplicação e divisão. No projeto, contemplamos as diversas tabuadas – contudo, priorizamos a tabuada da multiplicação.

Na terceira etapa, passamos por uma experiência mais concreta: uma vivência da lenda do Rei Arthur e seus cavaleiros. Foi neste momento que começamos definitivamente a nossa jornada.

Por e-mail, os estudantes foram convidados a ser cavaleiros do Rei. MerlinDária, que é maga, profeta e conselheira do Rei em nossa história, era a porta-voz de sua majestade e era a responsável pelo envio dos comunicados.

As mensagens continham histórias relacionadas aos treinamentos dos cavaleiros, proteção do castelo e possíveis invasões. O nome do castelo era Novomundo, fazendo alusão ao nome de nossa escola.

Uma das mensagens enviadas dizia o seguinte:

“Saudações, Cavaleiros da Tabuada Redonda!

O Rei Arthur fará uma incursão aos arredores do reino daqui a dois dias, pois chegou uma mensagem vinda de aldeões afirmando que estrangeiros estariam fazendo perguntas sobre a rotina do castelo. Diante disto, o Rei CONVOCA todos os seus cavaleiros para um treinamento extra! Se você está lendo esta mensagem, isso quer dizer que VOCÊ foi convocado e faz parte dos Cavaleiros da Tabuada Redonda!

Itens necessários para o treinamento: Estudo da tabuada do 5 ao 9.

Preparem-se! 

Nos vemos amanhã no Pátio do Castelo Novomundo, às 7h30.

Com respeito, 

MerlinDaria, Conselheira do Rei”

As mensagens via e-mail eram enviadas uma vez por semana e os estudantes recebiam como tarefa extra para casa os estudos necessários. Paralelo aos estudos solicitados, utilizavam-se jogos de cartas com as diversas tabuadas – que eram sempre desenvolvidos em duplas –,desafios de divisão com uso de tabuleiros e enigmas espalhados pelo colégio, que contemplavam a história em questão e o uso de conhecimentos diversos, incluindo o da tabuada.

Ao final do projeto, os “Cavaleiros” foram comunicados sobre uma iminente invasão e que deveriam ficar atentos às novas ordens do Rei. O comunicado enviado foi o seguinte:

“Saudações, Cavaleiros!

Venho novamente da parte do Rei.

Nossos informantes retornaram na madrugada de hoje, com a notícia de que os boatos de invasão são verdadeiros. Por este motivo, o Rei declara a partir de agora ATENÇÃO TOTAL da parte de vós! Os treinamentos avançados na tabuada do 7 ao 12 devem permanecer!

Acreditamos que os exércitos inimigos chegarão em nosso reino no próximo amanhecer, por isso, estejam PRONTOS, com ACESSÓRIOS DE PROTEÇÃO para enfrentarmos terríveis soldados.

Nos encontraremos no pátio do Castelo Novomundo às 7h30, para organizarmos o local de prontidão de nosso exército.

Respeitosos votos de vitória!

MerlinDária, conselheira do Rei” 

A pedagoga, arte-educadora e crítica literária Fanny Abramovich (1940-2017) afirmava que, por meio da história, pode-se descobrir outros lugares, outros tempos, outros jeitos de agir e de ser, outra ótica, outra ética.

Como resultado, posso afirmar que associar contação de história com conhecimentos matemáticos foi um desafio enriquecedor! A criatividade necessária nos e-mails e a construção de desafios matemáticos (que fizessem sentido e que tivessem relação com o cotidiano) contribuíram para estimular a imaginação, a curiosidade sobre a época relatada na história, e assim, como consequência natural, o estudo da tabuada, em especial a da multiplicação, de uma forma diferente, inusitada e entusiasmada! Afinal, todos eram da guarda de honra do rei!

E então? Preparados para serem Cavaleiros da Tabuada Redonda?

Confira a galeria de imagens (clique na seta amarela abaixo):

 


Daria Passos

Bióloga e pedagoga, professora no ensino fundamental e superior. Aprimorada em diversidade escolar, pós-graduanda em neuropedagogia e líder do Grupo de Educadores Google de Praia Grande (SP) - Colégio COC Novomundo.

TAGS

ensino fundamental, matemática, metodologias

Cadastre-se para receber notificações
Tipo de notificação
guest
28 Comentários
Mais antigos
Mais recentes Mais votados
Comentários dentro do conteúdo
Ver todos comentários
O QUE VOCÊ MELHORARIA NO PORVIR? Ajude a tornar nosso trabalho ainda mais relevante para você QUERO RESPONDER
28
0
É a sua vez de comentar!x
()
x
X