Quem mais influenciou sua vida? "Minha diretora" - PORVIR
Crédito: Tomasz Zajda/Fotolia.com

Inovações em Educação

Quem mais influenciou sua vida? “Minha diretora”

Post no Facebook ganha enorme repercussão e dá origem a campanha de financiamento para levar alunos de escola de NY a Harvard

por Vinícius de Oliveira ilustração relógio 26 de janeiro de 2015

Brandon Stanton é dono de uma das páginas mais inspiradoras do Facebook, chamada Humans of New York (Humanos de Nova York). O princípio é relativamente simples: uma foto e um relato da conversa com pessoas que encontra pelas ruas da cidade americana. As perguntas são relativamente simples, como “Qual o dia mais feliz da sua vida?” e “Qual seu maior medo?”, mas as respostas quase sempre surpreendem e garantem o sucesso da iniciativa que inclusive já levou à criação de similares pelo mundo inteiro, incluindo as páginas Humanos de BrasíliaHumanos de São Paulo e Humanos de Rio de Janeiro.

Tudo começou no meio de 2010, quando Stanton decidiu criar um catálogo de 10.000 fotos que desse conta de toda a variedade de indivíduos da cidade. A experiência da página no Facebook, que já possui quase 12 milhões de seguidores, deu origem a um blog e, mais recentemente, a um livro que liderou a lista de mais vendidos publicadas no jornal The New York Times.

Na última semana, o post com o retrato de um menino que foi perguntado por Stanton sobre quem o havia mais influenciado sua vida ganhou enorme repercussão. A resposta não poderia ter sido mais surpreendente: “Minha diretora, senhora Lopez”.

“Quando criamos problemas, ela não nos suspende. Ela nos chama a sua sala e explica como a sociedade se deteriora ao nosso redor. E ela diz que cada vez que alguém falha na escola, uma nova cela de prisão é construída”, disse o menino a Stanton.

“E uma vez ela fez cada aluno levantar, um por um, e disse que nós éramos importantes”.

O post superou 1 milhão de curtidas no Facebook e também recebeu outras 269 mil no Instagram.

 

Não demorou muito, e Stanton trouxe a história da diretora Lopez, que disse que em Brownsville, no Brooklin, local onde fica a escola Mott Hall Bridges Academy, ninguém espera muita coisa das crianças. “Quando você diz às pessoas que é de Brownsville, elas fazem cara feia. Mas existem crianças que precisam saber que esperamos que elas sejam bem-sucedidas”.

Brownsville é um dos bairros mais violentos de Nova York e 40% dos moradores vivem abaixo da linha da pobreza. Em 2013, a região foi palco de 72 tiroteios e 15 assassinatos.

Diário de Inovações: ‘Trabalho bem feito coloca aluno no lugar do outro’

Mas pelo menos por alguns dias o ambiente desses alunos da sexta série da Mott Hall Bridges Academy pode mudar. Stanton deu início a uma campanha no site de financiamento coletivo Indiegogo.com e já conseguiu levantar US$ 700 mil (R$ 1,8 milhão) para custear por vários anos um programa de visitas para os estudantes à famosa Universidade de Harvard.

* Com informações do site Global News e do blog Humans of New York


TAGS

financiamento coletivo

2
Deixe um comentário

avatar
500
0 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
0 Autores
Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
X