Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Crédito: snapgalleria/Fotolia.com

Inovações em Educação

Abertas as inscrições para o Desafio Criativos da Escola de 2017

Iniciativa que reconhece projetos sobre protagonismo, empatia, criatividade e trabalho em equipe oferece viagem às equipes e prêmio a educadores

por Redação 13 de abril de 2017

É planejar, juntar os amigos, colocar a mão na massa e… aprender. Com objetivo de dar visibilidade a quem se coloca à frente do aprendizado que o Desafio Criativos da Escola vai selecionar projetos de crianças e jovens que transformam a realidade em que vivem. Organizado pelo Instituto Alana, o desafio reconhecerá 11 iniciativas e levará três estudantes e um educador de cada grupo para uma viagem ao Rio de Janeiro (RJ).

O objetivo é celebrar projetos desenvolvidos em colégios públicos ou particulares, que estimulem o protagonismo dos alunos e incentivem a formulação de soluções para eventuais problemas que atingem as escolas, as comunidades ou os municípios onde moram. Além da viagem a ser realizada em dezembro para troca de experiências entre os grupos selecionados, haverá também prêmios em dinheiro para o projeto e para o educador responsável.

Os interessados podem enviar até o dia 1º de outubro de 2017 tanto projetos já finalizados quanto aqueles que ainda estejam em andamento, pelo site do Criativos da Escola. Para os educadores interessados em promover experiências de transformação protagonizadas por seus alunos, a iniciativa disponibiliza também em seu site um material de apoio, além de textos, vídeos e reflexões que podem contribuir com sua prática dentro e fora da sala de aula.

Em 2016, o Alana recebeu 1014 projetos e, entre os 11 finalistas, estiveram propostas para preservar o meio ambiente, fortalecer direitos humanos e estimular a participação política. Em comum, todos funcionavam de acordo com os quatro pilares fundamentais do movimento: protagonismo, empatia, criatividade e trabalho em equipe.

Veja abaixo a lista de projetos selecionados em 2016:

– Cruzando os sertões da Mata Branca: educação e sustentabilidade na caatinga – Escola Estadual de Ensino Profissional Lucas Emmanuel Lima Pinheiro / Iguatu (CE)
– Urupet – Escola do Sesi de Campo Grande / Campo Grande (MS)
– O uso do papel reciclado para a produção de embalagem para mudas – Escola Estadual Técnica Agrícola Desidério Finamor / Lagoa Vermelha (RS)
Solta esse Black – Escola Municipal Levy Miranda / Rio de Janeiro (RJ)
– Para além dos muros da escola: intervindo no Jardim Maringá – EMEF Assad Abdala / São Paulo (SP)
– Tenda Móvel – Escola de Ensino Médio Professor Milton Façanha Abreu / Mulungu (CE)
– Libras: a voz do silêncio – Escola Municipal Dom Sílvio Maria Dário / Itapeva (SP)
– Ensinando e aprendendo (PVE) – Escola Estadual Carlos Alexandre de Oliveira / Três Marias (MG)
– Entre versos e rimas: História e cultura local – Escola de Ensino Médio Ronaldo Caminha Barbosa / Cascavel (CE)
– Utilização de plantas medicinais no município – Colégio Estadual do Rio do Antônio / Rio do Antônio (BA)
– Descobrindo as riquezas e importância da Gruta do Padre – Escola Estadual Edvaldo Flores / Santana (BA)

TAGS

aprendizagem baseada em problemas, aprendizagem baseada em projetos, aprendizagem colaborativa, autonomia, competências para o século 21, criativos da escola, ensino médio