Astronomia na sala de aula: ideias para incluir o tema no currículo - PORVIR
Crédito: Denis Komarov

Inovações em Educação

Astronomia na sala de aula: ideias para incluir o tema no currículo

Neste 9 de janeiro, Dia do Astronauta, o Porvir buscou algumas referências para levar a astronomia para a sala de aula. Confira algumas dicas:

por Ruam Oliveira ilustração relógio 9 de janeiro de 2023

Olhar para as estrelas e para o que está além do Planeta Terra é uma atividade que pode chamar a atenção de muitas crianças e adolescentes. Conhecer o universo não apenas possibilita uma expansão da aprendizagem, como também um avanço no aprendizado significativo, que mistura criatividade e ciência.

Neste 9 de janeiro, Dia do Astronauta, o Porvir buscou algumas referências para levar a astronomia para a sala de aula, e tratar de diversos temas como tecnologia e artes a partir da ciência que trata do universo sideral e dos corpos celestes. E o mais interessante, é possível tratar do tema de uma maneira prática. 

Um plano de aula diferente

A experiência didática “Exploração Espacial”, desenvolvida pelo Ação Criativa, convida estudantes a construir foguetes e, com isso, entender como funcionam mecanismos de propulsão de ar e aspectos de estabilidade e dinâmica. Ao mesmo tempo, a atividade propicia que os estudantes sejam incentivados a pensar no próprio futuro, nos sonhos e no que desejam conquistar na vida. 

Saiba mais sobre a experiência didática

Atendimento astronômico 

Para quem é de São Paulo, a USP (Universidade de São Paulo) possui um programa de astronomia que leva palestras para as escolas. Por meio de vídeos, o IAG (Instituto de Astronomia e Geofísica) apresenta palestras e atendimentos virtuais para turmas do ensino fundamental 1 (4º e 5º anos), nas quais abordam a observação do céu, o lugar da Terra no universo, entre outros temas. 

O programa também reserva atendimentos para os anos finais do ensino fundamental e também para o ensino médio. Para estas etapas, o programa trata da origem do universo, sistema solar, galáxias e mais. 

Para incluir o programa em sua escola, é necessário preencher um formulário no site. As inscrições começam em fevereiro de 2023. 

Foto: Mirsad Sarajlic

Itinerários formativos intergalácticos

Com foco em STEAM (acrônimo em inglês para Ciência, Tecnologia, Engenharia, Artes e Matemática), este itinerário formativo desenvolvido pelo Instituto Reúna reúne temáticas como desafios ambientais, cidades inteligentes, energia, entre outros. Intitulado “Corrida Espacial”, o material traz uma sequência completa de atividades para o desenvolvimento de diversas competências e habilidades voltadas para a investigação científica, pensamento crítico, empreendedorismo, entre outros. 

São mais de 100 horas por itinerário formativo sobre as mais variadas formas de discutir e compreender o universo. 

Confira o itinerário formativo

Astronomia compartilhada 

A MOBFOG (Mostra Brasileira de Foguetes) mobiliza muitas escolas, públicas e privadas, em uma apresentação experimental de foguetes. Os objetos podem ser construídos por alunos individualmente ou em grupos e as escolas interessadas devem se cadastrar para realizar a atividade. 

Além da mão na massa, esse tipo de prática também possibilita um aprendizado lúdico. A mostra é promovida pela OBA (Olimpíada Brasileira de Astronomia e Astronáutica).

Saiba mais sobre a atividade

Películas do espaço 

Os filmes também ajudam a introduzir temas variados e possibilitam iniciar debates muito relevantes, independentemente do assunto abordado. No caso da astronomia, essas produções ampliam o horizonte tanto dos estudantes, quanto de quem prepara as aulas. 

Marte Um. Crédito: Divulgação.

Sejam hollywoodianos ou não, atualmente existem diversos filmes que trazem como tema central a astronomia e o universo. O Porvir traz abaixo três sugestões de filmes com essa temática e que podem servir de inspiração para as aulas: 

  • Galileu, o mensageiro das estrelas: O documentário narra a história do físico, matemático e astrônomo Galileu Galilei, autor de idéias revolucionárias para a sua época e até acusado pela Inquisição por acreditar que a Terra girava em torno do Sol. 

    Disponível no Curta edu!
  • Enigmas do Universo: Narrada pelo ator norte-americado Morgan Freeman, esta série documental mostra a história do universo ao longo de bilhões de anos. 

    Disponível na Netflix
  • Marte Um: A história mostra uma família mineira que enfrenta diversas dificuldades no cotidiano. Como pano de fundo, o filho caçula sonha em participar da missão espacial que vai colonizar Marte. 

    Nos cinemas. Verifique a classificação indicativa. 

Leia também

‘Marte um’ e a possibilidade do sonhar

 


TAGS

competências para o século 21, ensino fundamental, tecnologia

Cadastre-se para receber notificações
Tipo de notificação
guest
0 Comentários
Comentários dentro do conteúdo
Ver todos comentários
Aproveite as férias escolares para visitar a exposição 'Encontro com o Porvir'Saiba mais
0
É a sua vez de comentar!x
()
x