A ciência da lição de casa: dicas para engajar o cérebro dos estudantes - PORVIR

Saiu na Mídia

A ciência da lição de casa: dicas para engajar o cérebro dos estudantes

por Redação ilustração relógio 24 de fevereiro de 2015

A matéria explica como a lição de casa pode ser mais bem usada em cada idade, para usar as etapas do desenvolvimento cerebral a seu favor. Nos primeiros anos escolares, estudantes tendem a aprender mais com memorizações e ensinamentos conectados com o que eles já conhecem. Já adolescentes se dão melhor com investigações (independentes ou em grupo), na solução de problemas e na compreensão.

Jogos são mais bem-vindos no começo da vida escolar, pois ajudam a fundamentar o conhecimento. Motivar jovens maiores, por outro lado, é mais fácil quando eles veem, a partir das tarefas, um aumento de participação e de prazer nas atividades dentro da sala. Também se deve articular períodos de pausa, ou ativações de outras partes do cérebro entre as lições, pois se não os neurotransmissores tendem a se cansar e atrapalhar o fluxo de rendimento.

The Guardian


Leia a matéria original em The Guardian

TAGS

ciências

10
Deixe um comentário

avatar
500
0 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
0 Autores
Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação