Como criar um museu escolar para engajar os estudantes - PORVIR
Crédito: robuart / istockphoto

Inovações em Educação

Como criar um museu escolar para engajar os estudantes

Manual britânico apresenta dicas para professores reunirem objetos para dar início a uma exposição em suas escolas

por Redação ilustração relógio 3 de fevereiro de 2020

A ideia de construir um museu escolar pode até parecer nova, mas a verdade é que ela já tem sido aplicada por educadores de diferentes áreas de conhecimento. Por trás de ideia de reunir objetos e histórias, está a tentativa de construir experiências de aprendizagem mais significativas para dar vida aos conteúdos trabalhados em sala de aula.

Na seção Diário de Inovações, o Porvir já compartilhou o relato da professora de história Adriana Negreiros Campos, de Santos (SP), que organizou uma exposição de objetos pessoais para celebrar as histórias de vida dos alunos. Em Porto Alegre (RS) o professor de biologia Guy Barros Barcellos também já adotou essa estratégia para estimular que jovens do Instituto Estadual de Educação Paulo da Gama fossem curadores de um museu de ciências.

Em escolas britânicas, a prática também tem se popularizado com o incentivo de organizações educacionais. Para apoiar educadores que desejam levar o museu para a sala de aula, o Projeto Museu Móvel (Mobile Museum Project), uma parceria da Universidade de Londres com o Jardim Botânico Real de Kew produziu um manual que pode ser aplicado em qualquer faixa etária.

A partir do documento, o Porvir destacou algumas dicas sobre como dar início a um museu escolar:

– Envolva os pais e a comunidade escolar
Pense em diferentes públicos que podem ter interesse em visitar o museu escolar. A estratégia pode ser uma boa oportunidade se aproximar das famílias e da comunidade.
Sugestão de atividade: incentive os alunos a fazer uma pesquisa com as famílias e com pessoas da comunidade sobre o que eles gostaria de ver no museu escolar.

– Projete uma exposição
Algumas exposições podem ter início com uma coleção de objetos existentes, enquanto outras começam a partir de uma ideia central. Tente entender as necessidades do seu público antes de começar o projeto.
Sugestão de atividade: pergunte aos alunos o que eles mais gostaram de ver em uma visita ao museu e tente entender o que poderiam recriar dentro da escola.

– Selecione objetos para a exposição
Após definir o tema da exposição, é hora de selecionar os objetos. Os itens da exposição podem ser emprestados da casa dos alunos, de funcionários da escola ou de um grupo comunitário. Eles também podem ser adquiridos em lojas de comércio local.
Sugestão de atividade: estimule os alunos a perguntarem para os pais ou pessoas da comunidade sobre a história por trás de cada objeto selecionado, incluindo como eles são utilizados ou até mesmo lembranças de infância.

– Registre os itens da exposição
Ao selecionar os objetos, faça um ficha para cada peça com nome do doador ou dono, de onde isso veio, origem demográfica, descrição e um número de identificação. Também é possível ter fotos de todos os itens para criar um acervo digital.
Sugestão de atividade: peça para os alunos registrarem as informações de cada objeto selecionado para a exposição.

– Escolha um local seguro para armazenar os objetos
Até lançar a exposição, você deve se certificar de que todos os itens estão armazenados em um local seguro. Objetos frágeis precisam estar embrulhados em papel de seda ou plástico bolha. Insetos ou alimentos devem estar armazenados em caixas especiais com tampas.
Sugestão de atividade: conte com o apoio dos alunos para armazenar e cuidar dos objetos até o lançamento da exposição. As responsabilidades compartilhadas também são ótimas ferramentas para estimular a participação deles.

– Crie uma forma de agrupar os objetos
Existem diferentes maneiras de agrupar objetos de uma exposição. Isso pode ser feito de acordo com categoria científica, tema ou origem geográfica.
Sugestão de atividade: discuta e defina com os alunos como os objetos da exposição podem ser agrupados.

– Escolha um local e crie uma forma de exibir os objetos
Os grupos de objetos podem ser exibidos de diferentes maneiras em uma exposição, como uma sequência evolutiva, uma narrativa envolvente ou até mesmo de forma visual.
Sugestão de atividade: envolva os alunos na montagem da exposição e na disposição dos objetos.

– Identifique as peças do museu
Para guiar o visitante, é importante incluir etiquetas de todas as peças da exposição. Lembre-se que elas devem conter uma breve descrição do objeto, onde estava e/ou onde foi coletado e quem emprestou.
Sugestão de atividade: aproveite essa etapa para trabalhar produção textual com os alunos.

– Planeje o lançamento do museu
Defina horário, monte um plano de exibição da exposição e monte equipes de responsáveis pelas tarefas de lançamento.
Sugestão de atividade: divida os alunos em grupos conforme o seu interesse. Eles podem ser responsáveis pela montagem, acompanhamento dos visitantes, pesquisas, cenografia, entre outras tarefas. Aproveite o momento para também produzir com os alunos os convites de lançamento.

– Elabore um formulário de avaliação
Para entender como os alunos, famílias e a comunidade avaliam a visita, elabore formulários objetivos.
Sugestão de atividade: os alunos podem tabular os resultados de avaliação e trabalhar conceitos de estatística.

– Organize a desmontagem da exposição
Ao encerrar uma exposição, certifique-se de que todos os objetos foram devolvidos para os donos e verifique se eles estão bem embalados.


TAGS

educação infantil, ensino fundamental, ensino médio

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação