Cursos com inscrições abertas no mês do professor - PORVIR
Crédito: Mykyta Dolmatov / iStockPhoto

Inovações em Educação

Cursos com inscrições abertas no mês do professor

Porvir reúne formações online e presenciais para apoiar educadores que desejam transformar sua prática na sala de aula

por Redação ilustração relógio 17 de outubro de 2019

Aproveitamos a semana do professor para reunir cursos online e presenciais (em São Paulo e no Recife) que apoiam a formação continuada de educadores. Design e criatividade, neurociência, sala de aula invertida e metodologia para ensino de idiomas são algumas das opções disponíveis para quem está em busca de novos conhecimentos para transformar a sua prática na sala de aula. Confira a lista:

Aprendizagem integrada de conteúdo e linguagem – Piracicaba (SP) – R$ 150-200
O objetivo do workshop ministrado por Mônica Hermini de Camargo é discutir, desvendar, analisar e definir os aspectos positivos e negativos da utilização do CLIL (Content and Language Integrated Learning) para o ensino de idiomas. Na abertura, Antonieta Heyden Megale Siano realiza palestra “O ensino de inglês e as implicações práticas curriculares”. O encontro tem como público alvo professores e gestores.

Estudos do Futuro para Professores – São Paulo (SP) – R$ 890
O curso promovido  pela Teach The Future Brasil é realizado em quatro módulos segue os princípios da plataforma internacional Teach the Future, fundada em 2014 por Peter Bishop, o mais reconhecido professor de Estudos do Futuro no mundo. A abordagem oferece uma série de métodos inovadores do Futurismo (Prospectiva ou Foresight) que capacitam professores a desenvolver habilidades antecipatórias em sala de aula, que se relacionam com identificar, entender e criar futuros emergentes. Diferentemente do currículo escolar, o futurismo não busca obter a resposta “certa”.

Flipped Mastery Learning – A evolução da Sala de Aula Invertida – Online – R$ 250
A metodologia de “Aprendizagem Invertida” chega a sua segunda onda. Depois de mudar a ordem das atividades, passando a aula para casa e propondo exercícios e pesquisas para a sala, educadores agora adaptam o tempo que o aluno dedica a estudar e aprender.

Trata-se de uma nova oportunidade para que cada aluno aprenda e avance no seu ritmo, não no ritmo imposto por um programa. Flipped Mastery Learning é a expressão em inglês que designa essa nova fase da Sala de Aula Invertida. Saiba como ela acontece; Como implantá-la? O que ela requer do professor e do aluno? O que fazer e o que evitar? O que se ganha adotando a Flipped Mastery Learning? Que resultados vem alcançando?

Khan Academy para Educadores – Online – Grátis
A organização sem fins lucrativos Khan Academy oferece curso com duas horas de duração e certificado para explicar como professores podem usar todos os recursos da plataforma com seus alunos. Além deste, é oferecido o BNCC na Khan, uma jornada de aprendizagem para professores de matemática e ciências, com foco na implementação da BNCC. Atualmente, a Khan já reúne mais de 2,8 milhões de usuários no Brasil e acredita que esse reforço para as disciplinas de ciências e matemática.

Neurociência e Educação – Online – R$ 250
A CORE (Comunidade Reinventando a Educação) mostra neste curso como a neurociência pode ser aplicada de forma prática na educação, explicando mais sobre essa ciência e mostrando estratégias para professores e pais que querem entender como o cérebro aprende. Acompanhar essa jornada demanda em média duas horas por semana. Como público alvo estão educadores, pais, gestores, organizações sociais e interessados na temática. O primeiro módulo é gratuito.

Design Criativo para espaços virtuais de aprendizagem e Espaço Flexível de Aprendizagem – Recife (PE) – R$ 150 a R$ 200
O ProfLab, projeto de capacitação em design e criatividade para profissionais da educação, apresenta duas novas experiências: Design Criativo para Espaços Virtuais de Aprendizagem, guiada pelo educador Felipe de Brito Lima, e Espaço Flexível de Aprendizagem, guiada pelo educador Paulo André da Silva. A primeira formação vem para mostrar aos professores que uma super plataforma de curso a distância talvez não seja suficiente para garantir uma boa experiência de aprendizagem. É preciso ir além da ferramenta. Já a experiência sobre espaços flexíveis de aprendizagem convida os professores a refletir sobre o próprio conceito de aula para criar, a partir do design, configurações criativas de espaços físicos de aprendizagem.

*Atualizado em 21 de outubro


TAGS

cursos, formação continuada

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação