Escola do ES cria moeda imaginária para recompensar estudantes - PORVIR

Saiu na Mídia

Escola do ES cria moeda imaginária para recompensar estudantes

por Redação ilustração relógio 6 de dezembro de 2016

O que fazer para que os alunos se engajem mais na escola e melhorem suas notas e o relacionamento entre colegas e com o corpo docente? A coordenadora do turno vespertino da EMEF (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Professora Maria Istela Modenesi, teve a ideia de criar um sistema de recompensas a boas ações.

Batizado de “MIM: a moeda do bem”, o projeto funciona assim: a cada final de aula, os professores distribuem dois MIMs, a moeda imaginária do projeto, para dois alunos. A recompensa tem como objetivo incentivar todas as boas ações: melhora no desempenho escolar, nas relações humanas ou boas atitudes. Além dos professores, a diretora, coordenadora e a pedagoga da escola também podem distribuir MIMs.

No final do ano, cada estudante poderá trocar seus MIMs por produtos doados por comerciantes e lojas.

 


Leia a matéria original em G1

TAGS

ensino fundamental

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação