Game e resolução de problema chegam à universidade - PORVIR

Inovações em Educação

Game e resolução de problema chegam à universidade

Rob Kadel, especialista em aprendizado on-line, diz que educação superior deverá lidar com big data e certificação modular

por Patrícia Gomes ilustração relógio 29 de julho de 2013

Considere duas formas de estímulo ao aprendizado na universidade. Na primeira, um aluno de uma disciplina de bioquímica deve estudar reações exaustivamente para responder às questões de uma prova. Na segunda, ele é submetido ao seguinte desafio: o mundo está diante de uma pandemia que pode causar a extinção da vida no planeta e ele deverá, acompanhado de uma equipe multidisciplinar – composta por jornalistas, especialistas em saúde pública e outros tantos que podem ajudar a resolver a questão a partir de outros pontos de vista além do bioquímico –, inocular o vírus e salvar o planeta. Em qual dos dois formatos o aluno aprende melhor? Provavelmente na segunda, que propõe um aprendizado baseado em problemas, opina o sociólogo Rob Kadel, professor da Universidade do Colorado e pesquisador do Centro de Aprendizagem Online e Rede de Inovação da Pearson EUA. Em visita ao Brasil, o especialista falou sobre o futuro do ensino superior.

O centro em que Kadel trabalha tem a missão de encontrar problemas de aprendizado e entender o que funciona melhor em educação. Para tentar responder a essa questão, ele e sua equipe estão desenvolvendo o game Contagion [Contágio], que deve começar a ser experimentado em maio do ano que vem em algumas universidades com alunos dos mais variados cursos. A intenção é propor um problema complexo que se apresente em forma de jogo on-line e que exija soluções elaboradas de diferentes áreas do conhecimento, num movimento que ele chama de “learnification of gaming”, ou a inserção de aprendizado significativo nos jogos. “O aprendizado baseado em resolução de problemas é uma tendência do ensino superior porque os alunos aprendem entre si e com seus mentores de uma forma mais parecida com a vida real. Os games também são tendência porque engajam mais os jovens”, afirma ele.

Game e resolução de problemas chegam ao ensino superiorcrédito brandcalkins / Fotolia.com

No decorrer do jogo, alguns desafios extras são adicionados à situação já difícil: se a internet ficasse inacessível, como seria o plano de comunicação do combate a essa epidemia global? Se a cura fosse encontrada, mas ela dependesse do sacrifício de crianças, o que fazer? Kadel diz que, neste ponto, entram discussões sobre ética com professores especializados no tema. “O papel do professor passa a ser muito mais de um facilitador, que vê os alunos aprendendo, oferece informações importantes e específicas, desafia cada um”, afirma ele. E, como na vida real, o jogo pode não ter vencedores porque nenhum grupo chegou à cura da doença ou o grupo vencedor pode ser aquele que salvou mais vidas.

De acordo com as pesquisas que vem desenvolvendo no centro da Pearson, Kadel aponta o uso de big data na educação superior como mais uma forte tendência. “Nós hoje já temos muitos dados a respeito do aprendizado dos alunos. O que ainda não descobrimos direito é como usá-los para personalizar o aprendizado”, afirma o pesquisador. Ele acredita que o caminho que a universidade deve seguir é o que a educação básica já vem experimentando com as plataformas adaptativas. “Em breve, os softwares serão capazes de dizer que um aluno aprende melhor vendo vídeo do que lendo um artigo. Que aprende mais no fim da tarde do que de manhã. Aí a plataforma envia vídeos por e-mail na hora que o aluno aprende melhor sobre aquilo que ele ainda não aprendeu”, afirma ele.

Um terceiro movimento apontado pelo pesquisador para essa etapa do aprendizado é, de fato, os Moocs (cursos on-line, gratuitos, de nível superior e para grandes públicos). “Ainda temos um problema que os Moocs não são cursos on-line. São videoaulas gravadas de aulas tradicionais. Mas fazer ensino on-line não é só filmar uma aula, mas aproveitar as ferramentas digitais para promover interatividade”, diz o professor. “Apesar disso, os Moocs estão e vão se tornar cada vez mais populares. Mas precisamos dar um passo atrás e entender a melhor forma de entregar o conhecimento”, afirma ele, que acredita na sala de aula invertida como um meio de potencializar os cursos. “Com esse modelo, os alunos estudam o material da aula antes e têm a oportunidade de trabalhar em grupo.”

Com os Moocs, também a forma de acreditação deverá ser repensada, uma vez que os cursos poderão indicar mais especificamente o que cada estudante é capaz de fazer, numa espécie de “certificação modular”. Os ambientes on-line permitem, defende o especialista, que o aprendizado possa ser expressado em outras formas além das provas. Portfólios digitais, áudios, vídeos também são maneiras válidas de o aluno mostrar que sabe. “Sem ir muito longe, acho que já é possível dizer que a educação do futuro não vai ter uma divisão clara do que é presencial e do que é on-line. Vamos ver isso de maneira integrada”, conclui ele.


TAGS

ensino superior, gamificação, jogos, mooc

41
Deixe um comentário

avatar
500
38 Comentários ao conteúdo
3 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
33 Autores
milena roche eduardamilena rochemilena rochemilena roche eduardaPaulo Sergio Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Pedro Henrique dos Santos Machado
Visitante
Pedro Henrique dos Santos Machado

O jogo é uma atividade natural no desenvolvimento dos processos psicológicos, supõe um “fazer sem obrigação”, embora o fato de ter que seguir regras, exigências e controle. Além de novas aprendizagens desencadeadas, o jogo é um desafio, onde o aluno terá que trabalhar em grupo aprendendo a ganhar e perder, criticar e avaliar e com isto apresentar melhor desempenho e atitudes positivas diante das situações.

Pedro Henrique dos Santos Machado
Visitante
Pedro Henrique dos Santos Machado

Professor: Antonio Carlos; Curso: Educação Física – Morfofisiologia

O jogo é uma atividade natural no desenvolvimento dos processos psicológicos, supõe um “fazer sem obrigação”, embora o fato de ter que seguir regras, exigências e controle. Além de novas aprendizagens desencadeadas, o jogo é um desafio, onde o aluno terá que trabalhar em grupo aprendendo a ganhar e perder, criticar e avaliar e com isto apresentar melhor desempenho e atitudes positivas diante das situações.

SOLANGE VENTURA DA SILVA
Visitante
SOLANGE VENTURA DA SILVA

Na correria em que vivemos hoje, é difícil trabalhar, estudar e cuidar da família, ter a possibilidade de aprender através de jogos com certeza irá facilitar o aprendizado, ainda mais com jogos que a maioria das pessoas adoram e de preferência que em parte desse tempo o aluno tenha a possibilidade de estudar em casa devido a violência em que vivemos, ter nossos filhos mais perto e saber que estão mais protegidos, ainda contribui mais… Ler mais »

LUANA CAROLINA DA SILVA JANUARIO
Visitante
LUANA CAROLINA DA SILVA JANUARIO

Essa é uma iniciativa muito interessante de personalizar seja uma avaliação ou uma metodologia de ensino. Pois, está de acordo com os dias atuais. Nada melhor do que uma forma moderna como um game para avaliar e facilitar um melhor aprendizado!
Estimulando assim, os alunos e identificando as necessidades com praticidade.

LUANA CAROLINA DA SILVA JANUARIO
Visitante
LUANA CAROLINA DA SILVA JANUARIO

Essa é uma iniciativa muito interessante de personalizar seja uma avaliação ou uma metodologia de ensino. Pois, está de acordo com os dias atuais. Nada melhor do que uma forma moderna como um game para avaliar e facilitar um melhor aprendizado!
Estimulando assim, os alunos e identificando as necessidades com praticidade.

Curso: Estética Quarta noite
Professora Monique Maron

luciane moren gomes
Visitante
luciane moren gomes

O mundo está globalizado, e com isso, a utilização de novas formas de aprendizagem é muito bem vinda, por que acompanha a velocidade da comunicaçaõ e de interargimos uns com os outros. A utilização de jogos como meio didático de aprendizagem , é muito interessante , e estimulante a aprender e conhecer mais e mais, vencendo as etapas , as fases dos jogos. Numa juventude tão acelerada intelectualmente, os jogos na aprendizagem, prendem sua atenção… Ler mais »

luciane moren gomes
Visitante
luciane moren gomes

Acho super interessante esse formato de aprendizagem via on line e através de jogos.
O mundo está em plena globalização, e com isso a velocidade dos fatos é rápida demais. poendo por isso, se disperssar. com jogos, desafios e superação de etapas o ensino fica mais interessante e dinâmico.

Thais Franco
Visitante
Thais Franco

Acredito que com essa técnica, com esse novo modo de aprendizagem facilitará para muitos alunos, com essa nova ideia de colocar os alunos para estudar e realizar trabalhos, soluções, em equipe em formas de jogos, games on line , possuindo fatos e despertando o interesse de resolver os problemas que o jogo irá apresentar. Sendo um game acredito que estimulará ainda mais a fazer por ser de fácil acesso, uma maneira descontraída porém não deixará… Ler mais »

Eduarda Lúcia Ferreira de Souza
Visitante
Eduarda Lúcia Ferreira de Souza

O jogo é uma ferramenta de transferência de conhecimentos de uma forma mais dinâmica e leve, a que torna- lhe mais atrativa e receptiva. Transmite uma boa sensação de ganhar ou perde, estimulando o psicológico para enfrentar diferentes situações, sendo extremamente válido para associar a estrutura acadêmica.

Estética e Cosmética
Matrícula:0101480
Prof: Monique Maron

Andreia Aparecida Vianna
Visitante
Andreia Aparecida Vianna

Mat: 0101664 Professora Monique Maron – Estética Quarta a noite Acho que o uso de formas novas de aprender, é sempre válida. Além de fazer com que as pessoas possam interagir e consequentemente até se comunicar melhor, se fazer entender. Também acho que utilizar jogos como método de aprendizagem, é muito inteligente e estimula as pessoas a querer aprender mais e ir ultrapassando as fases. Com uma juventude tão bem informada e intelectualmente avançada, fazer… Ler mais »

Elisangela Maciel Paes Abreu
Visitante
Elisangela Maciel Paes Abreu

Realmente parece bem interessante e didático esse novo método. Já que na atualidade vivemos dias corridos e estressantes, muitas pessoas buscam se qualificar e , algumas vezes na sala de aula, os métodos convencionais de ensino acabam se tornando cansativos. A oportunidade de poder aprender sobre um determinado assunto, o abordando como se fosse um entretenimento, uma distração, é uma nova chance de aprendizado a quem se encontra com dificuldades devido a essa difícil rotina… Ler mais »

Elisangela Maciel Paes Abreu
Visitante
Elisangela Maciel Paes Abreu

Muito interessante esse novo método de aprendizado. Realmente um facilitador, uma forma dinâmica e didática de abordar muita das vezes disciplinas complexas. Trazendo para os dias atuais, onde as pessoas andam estressadas, preocupadas, cansadas, muitos alunos ficam apáticos nas salas de aula, as vezes não conseguem assimilar bem o conteúdo, acredito que dessa forma pode-se aumentar significativamente a capacidade de aprender, já que isso acontece como um entretenimento.

Disciplina: Tops especiais em estética.
Profª Martha Mendonça

Rosana Valéria Baptista
Visitante
Rosana Valéria Baptista

Acredito que o modelo de educação deve mesmo ser revisado, se muitas coisas mudaram, por que não mudar os métodos de ensino. A globalização e o avanço tecnológico exigem cada vez mais dos estudantes, que acabam tendo acesso ao um volume muito maior de informação, porém, também podem ter uma visão muito mais crítica. Então, uma forma mais interativa de estudar com certeza favorecerá o aprendizado, sendo através de jogos ou outros métodos que motivem… Ler mais »

Vanessa Rangel
Visitante
Vanessa Rangel

Certamente o aprendizado se torna bem mais divertido e contemporâneo através de jogos e desafios. Quando temos que resolver um problema, adquirimos conhecimento ao achar a solução que vem seguida da resposta. Essas ferramentas devem ser cada vez mais utilizadas no processo educacional, pois esta geração tem sede de novas descobertas e a tecnologia tem sido um grande instrumento na construção da informação.
Vanessa Rangel/ 1ºperíodo/ Nova Iguaçu/ 2402861

Elizete da Silva MTR-1004201
Visitante
Elizete da Silva MTR-1004201

Muito feliz foi esta ideia, principalmente para as crianças e adolescentes que já gostam de jogos, de internet… No nosso futuro certamente este método estará mais avançado. Parabéns!

luisa e silva nascimento
Visitante
luisa e silva nascimento

Aluna:Luisa e silva
Prof: Niwton Almeida

Hoje em dia os jogos foram comprovado como métado de ensino nas escolas, quando mais sedo as crianças aprender a jogas, desenvolver melhor nas salas de aulas . Já tem muito jogas que são criados de forma pedagógicas. E nos tempos atuas fico muito mas fácil o acesso os jogos com: internet e aplicativos.

luisa e silva nascimento
Visitante
luisa e silva nascimento

Aluna:Luisa e silva
Hoje em dia os jogos foram comprovado como métado de ensino nas escolas, quando mais sedo as crianças aprender a jogas, desenvolver melhor nas salas de aulas . Já tem muito jogas que são criados de forma pedagógicas. E nos tempos atuas fico muito mas fácil o acesso os jogos com: internet e aplicativos.

Amanda Araujo
Visitante
Amanda Araujo

Essa é uma ótima maneira de ensinar e aprender, sendo interativa, deixando os conteúdos acadêmicos, assim, menos cansativo. A busca por soluções de problemas através de jogos é uma experiência diferente, que estimulará o individuo à pensar dinamicamente. Essa nova metodologia de ensino trás mais praticidade, não só para o aluno como também para o professor, que poderá identificar melhor as necessidades, assim como valorizar o desempenho de acordo o resultado final dos jogos. Amanda… Ler mais »

Letícia Lucas Esteves Veiga
Visitante
Letícia Lucas Esteves Veiga

Letícia Lucas Esteves Veiga
Disciplina de Odontopediatria Caxias

Com a globalização do mundo, é preciso inovar também nos métodos de
ensino e acompanhar a velocidade desse processo.
No século em que vivemos, todos temos acesso a internet e para trazer isso a favor do educador e da educação criar games e videos aulas para ajudar no ensino é uma grande idéia porque o aluno poderá utilizar de outros meios mais interessantes para complementar a sua educação.

Jennifer Rodrigues
Visitante
Jennifer Rodrigues

Aluna: Jennifer Rodrigues
matricula 4004075
disciplina odontopediatria caxias
curso odontologia
Uma boa iniciativa para o aprendizado, se torna mais divertido e ajuda na memorização.
fica bem mais divertido, deixa o aluno mais focado e interessado pela material, uma forma dinâmica de aprendizado. A questão visual também é de suma importância para melhor imaginarmos como seria.

Taciana Dayse S. da Luz e Roseane Araújo Lourenço
Visitante
Taciana Dayse S. da Luz e Roseane Araújo Lourenço

Disciplina de Odontopediatria Caxias
Professor: José Massao

A tendência mundial é a informatização cada vez mais presente nas atividades humanas. A forma de aprendizado e educação deverão acompanhar essa tendência.
A utilização de jogos online poderá ser o início dessa jornada para mudanças nas metodologias educacionais e de avaliações do conhecimento no aprendizado.
Acreditamos que seja um avanço e ao mesmo tempo um grande desafio para a educação.

Larissa Alves e Maria Jaciane Moreira
Visitante
Larissa Alves e Maria Jaciane Moreira

Dupla: Larissa Alves e Maria Jaciane Moreira Curso: Odontopediatria Duque de Caxias Prof.º José Massao O texto mostra os estudos que envolvem a tecnologia a favor do sistema ensino-aprendizagem. Está claro que este método de ensino torna o processo mais assimilativo para o estudante e tendo como recompensa o desenvolvimento das capacidades de interação, atuação e competição dos alunos. Logo, o processo de formação do aluno se torna mais rápido e ágil para as resoluções… Ler mais »

Rodrigo de Menezes Valentim e Liliane de Sá de Jesus
Visitante
Rodrigo de Menezes Valentim e Liliane de Sá de Jesus

Ao invés de desestimular a tecnologia durante as aulas, por que não usar todas as informações contidas na internet para aperfeiçoar os conhecimentos adquiridos durante o curso? Robel Kardel apenas compreendeu que nós, como humanos, não conseguimos codificar informações durante todos os períodos do dia, que, por exemplo, existem aqueles que aprendem melhor na parte da manhã e outros que aprendem melhor na parte da tarde e, porque não dizer daqueles que têm dificuldade no… Ler mais »

Damaris Damiana Zambrano Santos 4004205
Visitante
Damaris Damiana Zambrano Santos 4004205

Os jogos no campo de aprendizagem é de grande importância para interagir. Isso deveria ser algo cobrado e aplicado em todos os níveis da vida, tanto desde pequeno até o fim de sua vida. É um meio em que através de brincadeiras, você acaba lembrando e sempre estimulando seu cérebro a pensar. Hoje em dia algumas universidades andam trabalhando a respeito disso, sem ser algo formal como uma apresentação, a Universidade do Grande Rio por… Ler mais »

Priscila de Paula Nascente de Godoi
Visitante
Priscila de Paula Nascente de Godoi

Nessa nova metodologia de ensino os alunos aprendem de uma maneira mais parecida e atualizada com a vida real, para os jovens é um método mais entusiamante para se aprender as disciplinas diante da inclusão dos aparelhos eletrônicos no dia-a-dia da população ,antes decifradas através de horas de leitura ,muitas vezes de difícil compreensão e sem uma visão clara do objetivo e aplicação no dia-a-dia daquela matéria estudada. Acredito ser essa uma poderosa ferramenta para… Ler mais »

Thalita Suely Tavares de Souza
Visitante
Thalita Suely Tavares de Souza

Fabíola Melo da Silva 4004103 e Thalita Suely Tavares de Souza 4004122 Disciplina: Odontopediatria – Caxias Muitas pessoas afirmam que a tecnologia tem prejudicado o desempenho de alunos em salas de aula devido ao uso intensivo dos telefones celulares, por exemplo. Porém, é possível utilizar esses meios como uma boa ferramenta para desenvolvimento do aluno. O desenvolvimento de jogos que visam colocar o aluno diante de um problema afim de que este procure meios e… Ler mais »

Luciane Martins da Mata Silva e Luana Martins Barbosa de Lima
Visitante
Luciane Martins da Mata Silva e Luana Martins Barbosa de Lima

Alunas: Luciane Martins da Mata Silva (4004163) Luana Martins Barbosa de Lima (4004053) Disciplina: Odontopediatria- Duque de Caxias Profº: José Massao Com o avanço tecnológico surge-se também a necessidade de que as metodologias de ensino sigam o mesmo caminho, inovando, propondo novas estratégias de aprendizado. A introdução de jogos é uma proposta muito boa, pois permite que possamos aprender de forma descontraída, propondo diferentes formas de raciocínio. Transforma a visão passada de um aprendizado que… Ler mais »

Jeyce Almeida.
Visitante
Jeyce Almeida.

Muito interessante essa ideia de colocar os jogos como forma de aprendizado , principalmente para crianças e adolescentes , é um método que intensifica o ensinamento , a facilidade de aprender e o aumento de interesse por parte da população que usa esses jogos. Que venha mais idéias interessantes e criativa para melhoria da educação!

Aluna: Jeyce Almeida
4004102
Odontologia (odontopediatria)
8°período

Wendel Isidoro Pereira dos Santos
Visitante
Wendel Isidoro Pereira dos Santos

Eu acredito que a tecnologia é um meio bastante útil pra auxílio na aprendizagem do aluno, por isso nao acredito no que muitos tem dito que a tecnologia atrapalha a vida do jovem, claro que existe casos que pode vir a atrapalhar porém na grande maioria vem pra ajudar, então ao meu ver essa iniciativa de aprendizagem vai aumentar muito o interesse do jovem no aprendizado. Wendel Isidoro Pereira dos Santos 4004124 Odontologia (odontopediatria) 8°… Ler mais »

Filipe Medeiros Goulart
Visitante
Filipe Medeiros Goulart

A relação entre o jovem e as inovações tecnológicas estão cada vez mais próximas, sendo válida que essa interação traga valores que agreguem ao aprendizado do jovem e não ao seu distanciamento. A atuação da interação tecnológica em forma de jogos integrando de forma complementar e multidisciplinar, é extremamente válida para o jovem.

Filipe Medeiros Goulart
Visitante
Filipe Medeiros Goulart

Odontologia 8 período
Odontopediatria
Prof. Massao

Tamyris Wakoff e Leila Novaes
Visitante
Tamyris Wakoff e Leila Novaes

Os jogos podem se tornar ferramentas de ensino, porque motivam e facilitam o aprendizado, aumentando a capacidade de rentençao do conhecimento. Além disso, facilitam o desenvolvimento de habilidades como observar e identificar, classificar, comparar, conceituar, relacionar, além de desenvolver a criatividade. Também inserem o indivíduo nem meio social, porque as pessoas entram em contato umas com as outras. Inserir este método no meio acadêmico certamente será de gande valia.
Curso: odontologia – odontopediatria

NATHASHA CORREIA
Visitante
NATHASHA CORREIA

Acredito que essa ideia pode estimular o aprendizado do aluno e o interesse do mesmo, pois o ato de jogar pode ser uma forma alternativa a fazer com que o aluno entenda melhor a matéria e supere seus desafios.

MATRÍCULA : 5106123

NATHASHA CORREIA
Visitante
NATHASHA CORREIA

Acredito que essa ideia pode estimular o aprendizado do aluno e o interesse do mesmo, pois o ato de jogar pode ser uma forma alternativa a fazer com que o aluno entenda melhor a matéria e supere seus desafios, sendo inserido em um método novo e inovador que tenha capacidade de passar a ideia de origem, como já foi dito de uma forma mais amena.

MATRÍCULA : 5106123

Emerick Maia
Visitante
Emerick Maia

De fato, a multidisciplinaridade está presente no dia-dia, mas nem sempre na sala de aula, onde seria o ambiente no qual se aprenderia sobre os fenômenos envolvidos na vida, encaramos esta realidade. Os jogos, como foi dito, suavizam esta realidade, dando a oportunidade de reproduzir uma situação, dando ao aluno a oportunidade de aplicar o que já sabe, ou ainda indicar o que ainda não sabe, mas que deve aprender para lidar com determinada situação.… Ler mais »

Felipe Mussauer
Visitante
Felipe Mussauer

Com certeza esses jogos são ótimos para o desenvolvimento e mental, e pro raciocínio lógico de um indivíduo. E quando eles são jogados com outros jogadores, são ótimos para aprender a trabalhar em equipe.

Paulo Sergio
Visitante
Paulo Sergio

NOME: PAULO SERGIO PINHEIRO VELLOSO
MATRÍCULA:6101296
CURSO:ENGENHARIA CIVIL
DISCIPLINA: GEOMETRIA ANALÍTICA
CÓD.DA DISCIPLINA: IEN 012-15/1
PROFESSOR: JORGE KENEDY

O avanço da tecnologia nos permiti viver essas coisas agradáveis e inexplicáveis, através dos jogos on-line nessa geração em que tudo gira ao redor dos avanços tecnológicos, fica mais fácil e prático de aprender, o interesse dessa juventude por jogos vai facilitar muito a aprendizado.

milena roche eduarda
Visitante
milena roche eduarda

legal !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! amei esse site ……………………………………….

milena roche
Visitante
milena roche

legal e vc acho o que ?????????

milena roche eduarda
Visitante
milena roche eduarda

legal !!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! amei esse site ……………………………………….

milena roche
Visitante
milena roche

legal e vc acho o que ?????????

X