Lista de "30 com menos de 30" da Forbes destaca ações por equidade - PORVIR
Crédito: juanjo tugores/Fotolia.com

Inovações em Educação

Lista de “30 com menos de 30” da Forbes destaca ações por equidade

Seleção traz profissionais que se destacaram em pesquisas e na criação de ferramentas e organizações para melhorar a educação

por Vinícius de Oliveira ilustração relógio 13 de janeiro de 2016

A classe de 2016 dos “30 com menos de 30 anos” da área de Educação traz profissionais que se destacam pelo objetivo de levar o conhecimento para todos. Entre os escolhidos, estão empreendedores, economistas, executivos, jornalistas e integrantes de organizações sociais que têm trabalhado pela equidade e para diminuir a distância entre o desempenho acadêmico de centros de elite e os demais.

A lista foi elaborada por um painel de especialistas composto inteiramente por mulheres, que incluia Stacey Childres (presidente do fundo de capital de risco NewSchools), Laurene Powell Jobs (presidente da ONG Emerson Collective), Wendy Kopp (fundadora da Teach for All) e Sarah Kunst (investidora e integrante do conselho do fundo Venture for America).

Como explicam nossos parceiros do Edsurge (que teve sua editora Mary Jo Madda incluída na lista), o ensino de programação, item que aos poucos começa a frequentar os currículos escolares mais inovadores, é representado por Sarah Filman, vice-presidente de currículo da plataforma de ensino Code.org, e Zach Latta e Jonathan Leung, cofundadores do Hack Club, iniciativa que apoia a criação de clubes dentro das escolas.

Ferramentas

Charlie Stigler, fundador aplicativo Zaption, que ajuda o professor a construir apresentações interativas e aproveitar dados da interação da classe também é lembrado. O Porvir publicou no começo de 2015 uma matéria mostrando como o aplicativo funciona. Outro que ajuda em tarefas simples que tomam um longo tempo é Christoper Pedregal, que lançou a plataforma de perguntas e respostas chamadas Socratic. Além dele, Andrew Colchagoff, é um dos responsáveis pela GinkgoTree, que cria materiais digitais a partir de fontes licenciadas ou de domínio público.

No entanto, nomes que se dedicam a metodologias tradicionais como redação e alfabetização também aparecem na lista de 2016, como Peter Gault, fundador da Quill, e Matthew Ramirez, da WriteLab. Logan Cohen e Trevor Wilkins juntam-se aos demais por terem criado a Kudzoo, ferramenta que distribui brindes educativos e cursos como recompensas ao bom desempenho de alunos.

ONGs

Representantes de organizações sociais também marcam presença, como é o caso de Sarahi Espinoza Salamanca, fundadora da DREAMer’s RoadMap. A empresa ajuda imigrantes que não possuem registro nos Estados Unidos a conseguirem bolsas de estudo e, assim, melhorar sua condição de vida.

O trabalho junto a comunidades também é celebrado. Na RISE Colorado, Milagros Barsallo apoia familiares de alunos de baixa renda a acompanharem o desempenho escolar de seus filhos. Na Dakota do Sul, Maggie Dunne ajuda a juventude da Pine Ridge Reservation por meio de sua ONG, Lakota Children’s Enrichement.

E educadores?

Diferentemente das duas últimas edições, a lista de 2016 não traz professores e gestores. Como bem cita o Edsurge, no final das contas, a Forbes é uma revista que fala de negócios, e valoriza dólares e receita tanto quanto impacto social.

Ainda assim, a pesquisa em universidades ganhou representatividade com Carissa Romero, a cofundadora de um centro na Universidade de Stanford que estuda mentalidade de crescimento (growth mindset). Constance Iloh, da Universidade da Califórnia, aparece no site por seu trabalho sobre diversidade, equidade e acesso no ensino superior.

Veja a lista completa e os links das empresas: 

– Milagros Barsallo, 28, cofundadora, RISE Colorado

– Logan Cohen, 25, & Trevor Wilkins, 27, cofundadores, Kudzoo

– Andrew Colchagoff, 29, cofundador, GinkgoTree

– David Comisford, 29, fundador, EduSourced

– Connor Diemand-Yauman, 27, líder de parcerias corporativas, Coursera

– Eric Duffy, 27, cofundador, Pathgather

– Maggie Dunne, 25, fundador, Lakota Children’s Enrichment

– Sarah Filman, 29, vice-presidente de currículo, Code.org

– Libby Fischer, 27, presidente-executivo, Whetstone Education

– Peter Gault, 27, fundador, Quill

– Constance Iloh, 28, estudante de pós-doutorado, Universidade da California, Irvine School of Education

– Zach Latta, 18 & Jonathan Leung, 25, confudador, Hack Club

– Eric Lavin, 28, fundador e diretor, Aspen Ventures

– Heejae Lim, 29, fundador, TalkingPoints

– Amy Lin, 29, fundadora, BlendSpace

– Mary Jo Madda, 29, editora, EdSurge

– Gabriel Nakashima, 28, fundador, Charter Substitute Teacher Network

– Marcus Noel, 29, fundador, Heart of Man

– Christopher Pedregal, 29, cofundador, Socratic

– Matthew Ramirez, 26, cofundador, WriteLab

– Jerelyn Rodriguez, 26, cofundadora, The Knowledge House

– Chelsey Roebuck, 27, cofundadora, Emerging Leaders in Technology and Engineering

– Carissa Romero, 29, cofundadora, Project for Education Research That Scales

– Sarahi Consuelo Espinoza Salamanca, 26, fundadora, DREAMers RoadMap

– Aneesh Sohoni, 27, diretora de projetos, The New Teachers Project

– Aza Steel, 25 & Advait Shinde, 25, cofundadoras, GoGuardian

– Cassandra Tognoni, 28, cofundadora, BookReport

– Esther Tricoche, 29, sócia, NewSchools Venture Fund

* Com informações de EdSurge e Forbes


TAGS

aplicativos, empreendedorismo, engajamento familiar, equidade, tecnologia, videoaulas

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação