Materiais gratuitos para debater o dia 13 de maio - PORVIR
Crédito: Joédson Alves / Agência Brasil

Inovações em Educação

Materiais gratuitos para debater o dia 13 de maio

De entrevistas a infográficos, o Porvir selecionou conteúdos de educação antirracista para que você possa aplicar em sala de aula e refletir sobre o real significado da data junto com os alunos

por Ruam Oliveira ilustração relógio 13 de maio de 2024

A efeméride do dia 13 de maio marca a data em que a princesa Isabel assinou a abolição da escravatura no Brasil. Contudo, após a promulgação deste documento, o país ainda manteve um regime de segregação em relação aos africanos e afro-brasileiros escravizados, que os colocou em uma posição de extrema disparidade em comparação com a população branca e europeia. A ação, que em 2024 completa 136 anos, não garantiu direitos como educação, saúde e moradia para as pessoas pretas e pardas do país. 

📳 Inscreva-se no canal do Porvir no WhatsApp para receber nossas novidades

Por esses motivos, os movimentos negros brasileiros consideram a data como o dia da “falsa abolição”. Além disso, a promulgação da lei não se deu somente pela benevolência da princesa Isabel, mas sim por uma conjunção de fatores como pressão internacional, revoltas populares, legislações específicas como a Lei do Sexagenário – que, aprovada antes da Lei Áurea, previa que escravizados com mais de 60 anos fossem libertos –, e sobretudo a ação do movimento abolicionista e a influência de intelectuais importantes como o jornalista e advogado Luís Gama, a aristocrata Maria Tomásia Figueira Lima, entre outros. 

O período de escravização no Brasil, e os anos seguintes, – moldaram a configuração de relações institucionais e sociais no país, instituindo o racismo como espinha dorsal da nação. 

A fim de combatê-lo, a Educação das Relações Étnico-Raciais é uma proposta que visa educar e desenvolver um senso crítico sobre a construção do país, levando em consideração a contribuição dos povos negros e sua importância histórica, social e cultural, para além da imagem cristalizada da pessoa preta escravizada. 

Tendo isso em vista, o Porvir separou 10 conteúdos para apoiar ações antirracistas no ambiente escolar e contribuir com a desconstrução do racismo e do preconceito tanto dentro quanto fora da sala de aula. 

Para além do Dia da Consciência Negra: qual projeto de sociedade você quer?

Em entrevista ao Porvir, a professora Petronilha Beatriz Gonçalves, relatora das Diretrizes Curriculares Nacionais para a Educação das Relações Étnico-Raciais, sugere que professores e estudantes devem sempre se perguntar qual sociedade gostariam de construir a partir da escola.

10 autores negros que todo professor precisa conhecer

Em artigo para o Porvir, a educadora Maria da Glória Calado, especialista em relações étnico-raciais na escola, seleciona 10 nomes fundamentais para a educação antirracista. 

Jogo da Lei 10.639 ajuda educadores a promoverem uma educação antirracista

Baixe o jogo de tabuleiro que estimula a definição de passos para iniciar ou potencializar um trabalho de educação antirracista nas escolas. 

9 materiais gratuitos para criar uma aula antirracista

Confira uma seleção de materiais didáticos e pedagógicos para combater o racismo na escola. 

Escola quilombola recria clássicos infantis a partir da identidade da comunidade

Projeto “Historinhas do Quilombo” transforma Chapeuzinho Vermelho em Chapeuzinho Afro e reescreve outras histórias clássicas valorizando as crianças e os jovens do território quilombola de Mata Cavalo (MT).

Manual gratuito orienta escolas para práticas antirracistas

Lançado pela Camino School, material abre diálogo para inserir e fortalecer práticas antirracistas no ambiente escolar. 

Recriar a escola sob a perspectiva das relações étnico-raciais

Publicação gratuita do Instituto Alana feita em parceria com o Porvir traz experiências em escolas, planos de aula e ferramentas. 

Foto: Juca Varella / Agência Brasil

Altas temperaturas ampliam a urgência de discutir racismo ambiental em sala de aula

Crise climática tem escancarado diferentes níveis de impactos na vida das pessoas e a escola é um lugar importante para refletir sobre isso. Confira recomendações para debater o assunto.

Escola precisa demonstrar intenção diária de ser antirracista, diz a psicopedagoga Clarissa Brito

O racismo pode acontecer de maneira não intencional, por ser estrutural no país, por isso é importante agir com intencionalidade antirracista. 

O Futuro se Equilibra #016 – Equidade Racial no Ensino Superior

A lei de Cotas completou dez anos em 2022. Por meio dela, muitas pessoas pretas tiveram acesso à universidade. Em um de seus artigos, a lei prevê uma revisão após uma década de existência. Essa revisão é necessária? O que deve ser modificado?

Neste episódio de O Futuro se Equilibra, podcast sobre equidade na educação, o Porvir conversou com Daniel Teixeira, diretor executivo do CEERT (Centro de Estudos das Relações de Trabalho e Desigualdade) sobre como o cenário no ensino superior mudou e quais os próximos desafios.

Podcast de 0 a 5: Uma conversa sobre classe, raça e tecnologia

Neste episódio bônus, Ruam Oliveira conversa com a infancialista Juliana Prates sobre as intersecções entre classe e raça quando se trata de tecnologia na educação infantil. 


TAGS

educação antirracista

Cadastre-se para receber notificações
Tipo de notificação
guest

0 Comentários
Comentários dentro do conteúdo
Ver todos comentários
Canal do Porvir no WhatsApp: notícias sobre educação e inovação sempre ao seu alcanceInscreva-se
0
É a sua vez de comentar!x