O que aprendemos no webinário com Charles Fadel - PORVIR
Crédito: Reprodução

Coronavírus

O que aprendemos no webinário com Charles Fadel

Fizemos um resumo do evento online promovido nesta quarta-feira por Porvir, CLOE e Movimento pela Base

por Redação ilustração relógio 4 de junho de 2020

Promovido por Porvir, CLOE e Movimento pela Base, o webinário “O currículo escolar em tempos de COVID-19”, com Charles Fadel, pesquisador francês especialista em educação global e fundador do Center for Curriculum Redesign, da Universidade de Harvard (EUA), discutiu nesta quarta o que sistemas educacionais devem fazer para manter crianças aprendendo e em que devem se concentrar durante a crise que fechou escolas e mantém uma imensa população de alunos distante das aulas.

Abaixo, relacionamos alguns destaques da conversa que durou cerca de uma hora e contou com 1389 inscritos.

Baixe o livro de Charles Fadel: “Educação em quatro dimensões: as competências que os alunos devem ter para atingir o sucesso” (PDF grátis)

Sobre a necessidade de escolas irem além do conteúdo acadêmico
“Estamos recebendo sinais de alerta e temos que nos preparar para o futuro, evitar problemas e encontrar caminhos para reagir rápido. A educação fracassou na sua missão porque a gente abandonou tudo para se concentrar apenas no conhecimento”.

“A matemática não ensinou ninguém sobre os conceitos profundos. Portanto, você poderá calcular uma função exponencial, mas não terá ideia do que isso quer dizer em termos humanos”.

Sobre as mudanças necessárias nos currículos
“Mesmo sem tudo isso (aulas remotas), já sabíamos que o currículo estava sobrecarregado. Os professores tinham muito mais a cobrir do que tinham tempo. Esse tem sido um problema em todo o mundo”.

“Mesmo em tempos normais, o Brasil, assim como vários outros países, decidiu que precisa ensinar mais do que apenas conhecimento. E a BNCC (Base Nacional Comum Curricular) foi um ótimo exemplo disso”.

Sobre o que deve ser prioridade agora
“Se você pensar quais são as coisas mais importantes em razão da crise, claramente são competências como coragem e resiliência, que normalmente são subestimadas”.

“Infelizmente, leva tempo para desenvolver essas competências. Você não pode simplesmente apertar um interruptor e dizer: ok, ligue e agora você é corajoso. É uma prática para ser desenvolvida ao longo da vida”.

“Tente se aproximar de seus alunos por meio de seus medos para entender a complexidade com a qual eles estão lidando. A avó deles pode estar doente, os seus pais, os amigos, etc. Portanto, podem existir muitas coisas para serem atendidas antes deles ouvirem sobre frações, E tudo bem”.

Sobre avaliações neste momento
“Avaliação não é o problema, a questão é quando a execução e o objetivo são ruins”.

“A avaliação tem que ser mudada para refletir o que é essencial”.

Sobre as transformações no mundo da educação
“Estamos sendo jogados de volta no tempo para 15 anos atrás. Certamente temos mecanismos de comunicação necessários, mas eles não estão disponíveis para todos com a mesma densidade e capacidade. E eles são mecanismos restritos”. 

“Muitas pessoas estão caindo do trem, seja por necessidades especiais ou por não ter acesso suficiente. Acabamos educando menos pessoas e menos bem. Espero que isso não dure por muito tempo”.

“Se por algum motivo, se você é aquele que tem dinheiro, acesso e poder neste momento, você vai ter que arcar com a responsabilidade de se educar pelo bem da sociedade. Você precisa devolver isso para o sistema”.


TAGS

base nacional comum curricular, coronavírus, educação infantil, ensino fundamental, ensino médio, equidade

2
Deixe um comentário

avatar
500
1 Comentários ao conteúdo
1 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
2 Autores
Por Vinícius de OliveiraMARIA DO DESTERRO MELO DA ROCHA NOGUEIRA BARR Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
MARIA DO DESTERRO MELO DA ROCHA NOGUEIRA BARR
Visitante
MARIA DO DESTERRO MELO DA ROCHA NOGUEIRA BARR

Quero pedir para que seja colocado legenda no vídeo que está no you tube no webinário com Charles Fadel.

Por Vinícius de Oliveira
Admin
Por Vinícius de Oliveira

Oi, Maria. Estamos providenciando a legendagem e, em breve, vamos publicar