Pesquisa que ouviu 132 mil estudantes brasileiros volta de cara nova - PORVIR
Bloco / Flickr.com

Blog

Pesquisa que ouviu 132 mil estudantes brasileiros volta de cara nova

Segunda fase da Nossa Escola em (Re)Construção será lançada na próxima quarta-feira, 30/08, às 10h, em transmissão ao vivo no Facebook

por Redação ilustração relógio 28 de agosto de 2017

Depois de ouvir 132 mil adolescentes e jovens em 2016, a pesquisa Nossa Escola em (Re)Construção terá sua segunda versão lançada na próxima quarta-feira, 30/08, às 10h, em uma transmissão ao vivo na página do Porvir no Facebook. A reformulação da plataforma foi realizada por meio de parceria entre Porvir, Inketa e Rede Conhecimento Social.

O lançamento será conduzido por estudantes representantes de classe da Escola Municipal de Ensino Fundamental anexa ao Educandário Dom Duarte, em São Paulo (SP), e equipes dos três parceiros realizadores da pesquisa. A escola desenvolve um trabalho de incentivo à participação dos alunos na melhoria da instituição e será a primeira a implementar o processo de escuta dos adolescentes por meio da segunda versão da Nossa Escola em (Re)Construção.

Na nova fase, a pesquisa foi transformada em uma ferramenta aberta e gratuita para que escolas e redes de todo o Brasil possam aplicar o questionário e conhecer os sonhos dos alunos em relação à educação. O projeto pretende ainda apoiar a realização de todas as etapas do processo de escuta, oferecendo dicas e orientações a estudantes, educadores, diretores e gestores de rede.

Outra novidade da pesquisa é a ampliação da faixa etária para de 11 a 21 anos, de modo a atender a todos os estudantes do ensino fundamental. A ferramenta traz ainda referências de tendências e escolas inovadoras para ajudar toda a comunidade escolar a ampliar o olhar sobre a escola dos sonhos.


TAGS

ensino fundamental, ensino médio, protagonismo jovem, tecnologia

1
Deixe um comentário

avatar
500
1 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
1 Autores
Davi Mota Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Davi Mota
Visitante
Davi Mota

Vocês vão usar alguma técnica para atingir mais estudantes de regiões que menos contribuíram na pesquisa? Como o Nordeste, por exemplo. Sou do Ceará e só conheci essa pesquisa esse ano e fiquei desapontado ao ver o número de contribuições do Nordeste, o que acarreta em uma desigualdade na conclusão da pesquisa que busca envolver a opinião geral dos alunos brasileiros. Se vocês tiverem algum programa de divulgação, embaixadores ou etc., estou à total disposição… Ler mais »