Professores acreditam que política anti-extremismo impede o diálogo na Inglaterra - PORVIR

Saiu na Mídia

Professores acreditam que política anti-extremismo impede o diálogo na Inglaterra

por Redação ilustração relógio 30 de março de 2016

Na Inglaterra, durante a Conferência da União Nacional de Professores, realizada anualmente em Brighton, alguns educadores afirmaram que a política governamental de anti-extremismo está acabando com os debates nas escolas.

No evento, houve uma votação para que a estratégia de prevenção seja excluída de escolas e faculdades, uma vez que está servindo para gerar suspeitas e confusão, ao invés de segurança nos ambientes escolares. Segundo discussões da Conferência, a política contra a radicalização levou a um clima de exagero, onde até a caligrafia de crianças foi confundida: uma criança que escrevia sobre pepino (cucumber, do inglês) teve a grafia confundida com “cooker bomb”, algo como “produtor de bombas”.

A secretária da União Nacional de Professores, Christine Blower, afirmou que as escolas têm uma obrigação moral de proteger as crianças do extremismo e que sua melhor contribuição seria encorajar o debate, uma vez que é mais provável que os jovens deparem-se com ideias extremistas em redes sociais do que na escola.


Leia a matéria original em BBC News

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação
X