Reforma do Ensino Médio reacende mobilização um ano após ocupações em SP - PORVIR

Saiu na Mídia

Reforma do Ensino Médio reacende mobilização um ano após ocupações em SP

por Redação ilustração relógio 17 de outubro de 2016

No final de 2015, quase 200 escolas de São Paulo foram ocupadas por estudantes que eram contrários à reorganização escolar proposta por Geraldo Alckmin (PSDB). A ideia do governo era tornar as escolas de ciclo único – só de ensino médio, ou só de fundamental -, otimizar o uso de salas ociosas e, com isso, fechar 92 instituições de ensino.

Agora, o cenário das ocupações das escolas está se repetindo, só que com outro motivo. Em 2016, os alunos são contrários a reforma do Ensino Médio, anunciada pelo governo do presidente Michel Temer. Entretanto, os jovens apontam os mesmos motivos pelas manifestações: a falta de diálogo entre os que fazem a política e os maiores interessados: os próprios jovens. No Paraná, Até o fechamento da reportagem do El País, 300 escolas – segundo os estudantes – e 244 – segundo o governo – estavam ocupadas contra a reforma.

Segundo educadores como Anna Helena Altenfelder, superintendente do Cenpec  (Centro de Estudos e Pesquisas em Educação, Cultura e Ação Comunitária), os jovens gostam da escola e acham importante participar. Por isso estão querendo dar sua opinião sobre o assunto.


Leia a matéria original em El País - Brasil

TAGS

ensino médio

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação
X