Site estimula projetos sociais simples e replicáveis - PORVIR
crédito VeSilvio/ Fotolia.com

Inovações em Educação

Site estimula projetos sociais simples e replicáveis

Workshop dado a 16 profissionais de diversas áreas em São Paulo permitiu que a plataforma GO/DO fosse criada em seis dias

por Redação ilustração relógio 15 de agosto de 2012

Eles se autointitulam “pessoas razoáveis que se importam” ou, em bom inglês, “who give a damn”. A equipe da Good, empresa de mídia americana que existe desde 2006, resolveu criar uma revista decidida a buscar caminhos que estão dando certo em um mundo onde boa parte das coisas não funciona. Hoje, eles são muito mais do que uma publicação voltada para boas notícias: são um grupo de pessoas que viaja o mundo para construir comunidades on-line e off-line em torno de boas ideias que podem ser replicadas.

O grupo veio ao Brasil e, num projeto de imersão de seis dias realizado com 16 profissionais de várias áreas, lançou a GO/DO, uma plataforma para estimular projetos sociais rápidos e criativos. No site, qualquer pessoa pode inscrever sua ação, determinar uma lista de tarefas e necessidades para que ela aconteça e convidar as pessoas a colaborarem. Os interessados entram na plataforma e se candidatam a realizar uma das demandas do projeto no dia marcado.

Tudo é muito simples. Um dos projetos que já está lá, por exemplo, é o Vaga Viva. Nele, propõe-se que, no Dia Mundial Sem Carro, uma vaga de carro em uma região movimentada na cidade seja ocupada pelas pessoas e substituída por um ambiente mais saudável. Pela plataforma, então, o usuário fica sabendo dia, hora e local onde o movimento vai ocorrer, além de ter acesso a tarefas ou objetos necessários para que a ação ocorra conforme o planejado: cadeira de praia, toalha para piquenique, baralho. Quem se interessar em participar, marca o que vai levar ou fazer e entra em contato com os demais participantes.

Propusemos uma ideia maluca de criar uma plataforma global, com 16 pessoas, em menos de uma semana. Achamos incrível como essas pessoas conectadas, em seis dias, conseguiram colocar no ar essa plataforma

Mas quem não está na cidade e se interessa pelo projeto tem a opção de “cloná-lo”. As informações são duplicadas e o usuário pode editar hora e local do projeto, além de inserir ou alterar a lista de tarefas ou produtos. Assim, se alguém quiser fazer uma Vaga Viva em qualquer lugar do mundo, basta apertar um botão que já começa a publicizar sua versão daquela ideia e angariar voluntários.

A GO/DO foi construída em São Paulo durante mais uma edição do Mesa&Cadeira, projeto que organiza workshops num formato inusitado: reunindo um grupo de pessoas com perfis diversos em torno de uma mesa para trabalhar com alguma personalidade admirada em sua área de atuação. Desta vez, o convidado foi Casey Caplowe, cofundador da Good e que liderou o projeto no país em parceria com Ryan MacInness, desenvolvedor da empresa. “Propusemos uma ideia maluca de criar uma plataforma global, com 16 pessoas, em menos de uma semana. Achamos incrível como essas pessoas conectadas, em seis dias, conseguiram colocar no ar essa plataforma. Estamos felizes com o preview inicial que temos. Sabemos que esse pode ser o começo de algo importante que pode crescer e catalisar muitas boas ideias”, afirma Casey.

crédito Divulgação

 

“A gente acredita que a GOOD dominou a fórmula de como fazer o bem, bem feito ou ‘how to be good and still be awesome’. É por isso que eles são os líderes dessa mesa.  Essa habilidade é algo muito relevante para o mundo que estamos vivendo. Acreditamos que é cada vez mais importante ser socialmente relevante e não achar que isso precisa ser algo chato”, diz Barbara Soalheiro, fundadora do Mesa&Cadeira.

Uma das participantes da experiência foi editora do Porvir, Mariana Fonseca. “O mais incrível foi trabalhar com gente que eu não conhecia e acreditar que seríamos capazes de realizar o que estava sendo proposto”, disse. Segundo ela, programadores viraram noites para que a plataforma fosse desenvolvida no prazo estipulado e os participantes precisaram desenvolver tarefas que não estavam habituados. “Participar de tudo te empodera. Você fica com a impressão de que você pode fazer qualquer coisa.”


TAGS

empreendedorismo, negócios de impacto social, projetos sociais, sustentabilidade, tecnologia

3
Deixe um comentário

avatar
500
2 Comentários ao conteúdo
1 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
3 Autores
Alfredo da Silva Ferreirapor Mariana FonsecaAngela Rosas Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Angela Rosas
Visitante
Angela Rosas

Prezados, Boa tarde, Adorei ,essa proposta, eesa ideia esse site voces!!!! moro em Salvador/Bahia e como vcs podem ter uma ideia,a Bahia e a terra a onde tudo pode ser feito se , tiver uma boa ideia com uma otima intencao! tenho 2 projetos que, a muito ,nao encontro parceiros para desenvolve-los, sera que encontrei ???? porfavor, me de uma luz, posso fazer parte dessa nova gente!?? como posso participar??, como posso fazer parte disto!???… Ler mais »

por Mariana Fonseca
Membro
por Mariana Fonseca

Oi Angela,
A plataforma já está no ar para você começar a pedir ajuda e tirar os projetos do papel. Encaminhamos o seu contato para a equipe do Mesa&Cadeira e eles também vão te procurar.
Abraços

Alfredo da Silva Ferreira
Visitante
Alfredo da Silva Ferreira

Mito importante esta plataforma