WhatsApp pode contribuir com a adaptação dos alunos ao Novo Ensino Médio - PORVIR
Crédito: Divulgação/AprendiZAP

Inovações em Educação

WhatsApp pode contribuir com a adaptação dos alunos ao Novo Ensino Médio

Para além dos itinerários formativos, tecnologia pode ser incorporada ao contexto escolar, incentivando o aprendizado a partir de habilidades e competências

Parceria com AprendiZAP

por Maria Victória Oliveira ilustração relógio 23 de março de 2022

A graduação no ensino fundamental e ingresso no ensino médio é um período cheio de mudanças por si só. Adicione ao contexto dois anos de pandemia global e um novo modelo de ensino médio, com inúmeras mudanças na forma como os conteúdos são apresentados. Esse cenário pode ser bastante intimidante e, por isso, usar recursos com os quais os alunos já estão familiarizados pode ser uma estratégia para deixar tudo menos assustador.


👏🏽  Os conteúdos do Porvir te inspiram e apoiam o seu trabalho? Agora o Porvir precisa do seu apoio!
Doe agora e faça a exposição ‘Encontro com o Porvir’ acontecer

Durante a pandemia, uma das ferramentas amplamente adotadas devido a sua facilidade foi o WhatsApp. Agora, com a volta às aulas, algumas redes estão percebendo que o aplicativo de mensagens realmente funciona. Estão, porém, repensando seu uso, com o objetivo de direcioná-lo para o modelo do Novo Ensino Médio.

É o caso da Secretaria de Educação do Tocantins. Durante o período de aulas remotas, as escolas criaram grupos de comunicação para pais e responsáveis de estudantes do ensino fundamental e médio, de acordo com o código das turmas, anos e séries, e também grupos de atividades para os alunos. As propostas envolviam compartilhamento de roteiros de estudos, conteúdos didáticos, videoaulas, apresentações, planilhas, avaliações por formulários digitais, chat, vídeo chamadas instantâneas, tira-dúvidas e acompanhamento pedagógico individualizado.

“Após o retorno das aulas na modalidade 100% presencial na rede estadual de ensino, os grupos de WhatsApp continuaram sendo utilizados por coordenadores pedagógicos, diretores, estudantes e pais para comunicação e compartilhamento de dados e conteúdos didáticos. No contexto atual do ensino híbrido, o WhatsApp se tornou uma ferramenta digital importante e versátil para as escolas”, explica Erick Henrique Silva Góes, gerente de Tecnologias e Mídias Educacionais na Secretaria de Educação do Tocantins.

Bruna Campos, técnica pedagógica de matemática na Coordenadoria de Políticas para o Ensino Médio e Educação Profissional da Secretaria de Educação do Mato Grosso do Sul, também comenta que, enquanto atuava como professora, passou a utilizar o WhatsApp como meio de comunicação com os estudantes durante o período de distanciamento social.

“Quando recebia a devolutiva de uma atividade na qual o estudante demonstrou muita dificuldade, eu entrava em contato pelo WhatsApp para entender como poderia ajudar. Essa interação facilitou bastante minha comunicação com os alunos no retorno das aulas presenciais”, conta Bruna.

O WhatsApp no Novo Ensino Médio
Uma das ferramentas que está se preparando para aproveitar todo o potencial que o WhatsApp tem a oferecer ao novo modelo de ensino médio é o AprendiZAP, funcionalidade com o objetivo de enviar aulas e exercícios para estudantes como reforço escolar.

Bianca Silva, analista de conteúdo da Fundação 1Bi, comenta que a proposta do Novo Ensino Médio incentiva o uso de tecnologias digitais de maneira interdisciplinar, para que o contato dos estudantes com essas propostas não fique restrito ao itinerário formativo de tecnologia, possibilitando que as tecnologias digitais realmente comecem a fazer parte do contexto escolar.

“Há uma tentativa muito forte de que a escola esteja em diálogo com o contexto social em que o jovem está inserido, de grandes transformações cada vez mais rápidas em um mundo volátil”, comenta.

A autonomia e possibilidade de escolha oferecida aos estudantes pelo novo formato de ensino médio será replicada no AprendiZAP. Como explica Bianca, o aluno tem a possibilidade de escolher qual área deseja estudar, quais aulas e temas quer estudar.

Papel e importância da tecnologia
Erick Góes defende que o Novo Ensino Médio traz inúmeros desafios para professores e redes de ensino, pois propõe uma lógica complexa de ensino e aprendizagem focada na criatividade, protagonismo e escolhas dos estudantes sobre as trilhas de aprendizagem.

“Considerando que os estudantes utilizam as tecnologias digitais para se comunicar, aprender e desenvolver habilidades importantes para a vida profissional e acadêmica, a escola precisa oferecer toda a infraestrutura tecnológica e suporte pedagógico para que esses estudantes protagonizem tudo que o Novo Ensino Médio propõe”, defende.

Para que isso seja possível, entretanto, são necessárias ações que deem suporte às redes, escolas e profissionais da educação, como formação tecnológica dos professores, uma gestão escolar inovadora e o apoio financeiro, tecnológico e político do estado.

No Tocantins, esse processo já está em andamento, considerando que uma das 14 dimensões do PINE (Plano de Implantação do Novo Ensino Médio) na rede pública do estado é a área de tecnologias da informação e comunicação. Assim, Erick explica que a equipe pedagógica responsável pelo PINE elaborou uma série de ações tecnológicas que irão apoiar as escolas em relação às trilhas formativas, disciplinas eletivas, formação tecnológica de professores, aquisição de dispositivos móveis, conectividade das escolas, laboratórios de informática e plataformas digitais de apoio pedagógico e avaliação das aprendizagens.

Uma das ações de infraestrutura tecnológica das escolas estaduais nas quais o Novo Ensino Médio será ofertado é a aquisição de plataformas digitais de apoio aos estudantes no seguimento dos itinerários formativos escolhidos, com o WhatsApp como recurso educacional digital complementar.

Bruna também entende o WhatsApp como uma ferramenta de apoio ao trabalho do professor, pois permite, por exemplo, a criação de listas de transmissão e indicação de outras plataformas e funcionalidades para auxiliar nas aulas. “Atualmente, os estudantes se comunicam por uma linguagem diretamente relacionada a tecnologias digitais. Então, para alcançarmos uma aprendizagem significativa, é fundamental essa inclusão. Por isso acredito que o desenvolvimento da aprendizagem por competências e habilidades irá corroborar para essa integração.”

Itinerários no WhatsApp
A equipe do AprendiZAP optou por organizar os conteúdos em duas grandes esferas. Enquanto uma é voltada à formação geral básica, com conteúdos das quatro áreas do conhecimento (Ciências Humanas e suas Tecnologias, Ciências da Natureza e suas Tecnologias, Linguagens, Códigos e suas Tecnologias e Matemática e suas Tecnologias), a outra esfera se dedica aos itinerários.

Atualmente, na parte dos itinerários, os estudantes podem aprender mais e acessar conteúdos sobre Projeto de Vida, pensado para esse momento de mudança no modelo educacional. “Tivemos essa preocupação de, em primeiro lugar, explicar o que é Projeto de Vida, quais são seus objetivos, o quanto é importante se autoconhecer, cuidar da sua saúde física ou mental, para que cada um tenha um bom desenvolvimento”, afirma Bianca.

Entretanto, a ferramenta já está organizando o lançamento de duas novas trilhas de itinerários formativos: uma voltada a explorar assuntos relacionados a direitos humanos e outra dedicada aos principais assuntos do universo de tecnologia. Vale aguardar e conferir.


Leia também:
WhatsApp em sala de aula? Saiba como a ferramenta pode apoiar o ensino

Ferramenta pedagógica possibilita diferentes usos do WhatsApp na escola
 
Professora adota WhatsApp para trabalhar biografia como gênero literário 

Quer saber mais sobre conteúdos de reforço escolar direto no seu WhatsApp?
Clique e acesse

AprendiZAP

TAGS

novo ensino médio, tecnologia

Cadastre-se para receber notificações
Tipo de notificação
guest
0 Comentários
Comentários dentro do conteúdo
Ver todos comentários
PRECISAMOS DE VOCÊ para contar histórias de professores inovadores na exposição "Encontro com Porvir"DOE AGORA
+
0
É a sua vez de comentar!x
()
x
X