Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Inovações em Educação

Prêmio seleciona iniciativas de jovens engajados socialmente

Com inscrições até o dia 18, Desafio Criativos da Escola quer identificar e premiar projetos sociais protagonizados por crianças e adolescentes

por Redação 4 de outubro de 2016

Criação de um ecoponto na escola, programação de aplicativo que ajuda na escolha profissional e realização de campanha a favor da igualdade de gênero e conta o machismo. O que essas iniciativas têm em comum? Todas elas são protagonizadas por jovens e foram mapeadas pelo Desafio Criativos da Escola. Com o objetivo de identificar, reconhecer e premiar projetos de transformação de realidades sociais realizados por crianças, adolescentes e educadores de todo o Brasil, o prêmio recebe inscrições até o dia 18 de outubro*.

O Criativos da Escola é um projeto do Instituto Alana e foi inspirado no movimento global Design for Change. Criado pela designer indiana Kiran Bir Sethin, tem como objetivo mobilizar e encorajar crianças e adolescentes a transformarem suas realidades, escolas e comunidades, dando espaço para que esses desenvolvam habilidades como protagonismo, criatividade e trabalho em equipe.

Equipes de alunos e educadores de escolas públicas ou privadas de qualquer etapa de ensino (ensino fundamental 1, 2 ou médio) podem participar da seleção. Além disso, o desafio se estende a projetos desenvolvidos por ONGs, associações comunitárias, institutos e fundações. As equipes devem ser compostas de, pelo menos, três alunos e até dois orientadores.

Ao todo, são três categorias: a categoria nacional, responsável por premiar 10 projetos de todos os inscritos do país, e duas categorias da parceria entre Votorantim e Criativos da Escola, responsáveis por premiar até dois projetos por município.

Os projetos serão avaliados de acordo com inúmeros critérios, entre eles: o potencial de transformação social da atividade; o grau de empatia empregado na realização do projeto (os estudantes ouviram outras pessoas?, a solução desenhada pela equipe procurou atender diversas expectativas?, entre outros); o uso da colaboração e trabalho coletivo no projeto, criatividade e protagonismo.

As equipes selecionadas como as 10 melhores ganharão uma viagem de três dias, juntamente com seus educadores, para Salvador, na Bahia. Além disso, os educadores ganharão R$ 500 para investir em cursos de formação e as escolas ganharão R$ 2 mil para celebrar a conquista e/ou investir no projeto. O regulamento completo pode ser consultado nesse link. Já as inscrições podem ser feitas aqui.

 

*Este texto foi atualizado em 13/10/2016, por conta da alteração da data de encerramento das inscrições para 18/10/2016. 

TAGS

aprendizagem baseada em projetos, competências para o século 21, ensino fundamental, ensino médio, prêmios