Bem-vindo (a) ao site do Porvir

Aqui, mapeamos, difundimos e promovemos a troca de práticas educacionais inovadoras

Boas inspirações!

Crédito: Valter Campanato/Agência Brasil

Inovações em Educação

Tecnologia permite prever a nota do Enem

Site Descomplica usa algoritmos baseados em respostas cadastradas por candidatos para prever nota final

por Vinícius de Oliveira 6 de novembro de 2017

Como se encarar horas de prova já não fosse tenso o suficiente, candidatos que prestam o Enem (Exame Nacional de Ensino Médio) enfrentam uma nova dificuldade assim que saem com o caderno de respostas em mãos: prever a nota. Isso porque no sistema TRI (Teoria de Resposta ao Item) cada resposta certa tem um peso diferente, ou seja, se uma questão é fácil para muitos candidatos e tem muitos acertos, vale menos. No entanto, a tecnologia que já é usada para sugerir músicas e identificar temas mais discutidos nas redes sociais também pode servir como um termômetro de erros e acertos no Enem. Esse é o caso da funcionalidade Gabarito Enem no site Descomplica.

“Esse algoritmo mistura a Teoria de Resposta ao Item e outras técnicas de inteligência de dados para prever um intervalo de nota, ou seja, uma margem dentro da qual estará a nota do candidato. Quanto mais estudantes inserem gabaritos e respondem perguntas relacionadas à escola no app, menor fica esse intervalo e mais precisa a estimativa”, afirma Marco Fisbhen, presidente-executivo da empresa. Como depende do máximo de respostas possível vindo de milhares de gabaritos, o sistema construído em parceria com a startup Tuneduc trabalha dentro de uma margem de erro de 30 pontos em relação à nota oficial. “A estimativa fica bastante precisa a partir de 50 mil gabaritos inseridos em determinada área do conhecimento. Conforme o número aumenta, a margem de erro diminui e a nota fica cada vez mais próxima da real”, exemplifica.

Na edição 2017 do Enem, o Descomplica incluiu dois novos recursos gratuitos. O primeiro mostra um comparativo com as médias por disciplinas, indicando ao aluno onde ele precisa melhorar, enquanto o outro coloca lado a lado as notas por estado, nos resultados dos exames nos anos anteriores.

Para aumentar a confiabilidade do algoritmo, especialmente para o comparativo entre áreas de conhecimento e do estado, é pedido que o usuário efetue um cadastro. Por sua vez, o site se compromete a manter os dados confidenciais, incluindo a nota.

Como obter uma previsão da nota
– Acesse o site www.descomplica.com.br/gabarito-enem
– Escolha o dia e cor da prova que você fez no Enem 2017
– Preencha suas respostas reais
– Preencha o cadastro
– Simule a nota
– Veja análises sobre seu desempenho na prova (acertos por disciplina e comparação das médias por áreas do conhecimento dos anos anteriores por estado)

As atualizações das notas são automáticas, inclusive após a divulgação do gabarito oficial.

TAGS

enem, tecnologia