6 filmes para inspirar discussões sobre racismo - PORVIR
Crédito: Vitalii Abakumov/iStockPhoto

Inovações em Educação

6 filmes para inspirar discussões sobre racismo

Entenda a formação dos quilombos e conheça também a história de líderes do movimento negro no Brasil e nos Estados Unidos

por Redação ilustração relógio 15 de junho de 2020

Após inúmeros casos recentes de mortes de jovens negros no Brasil e nos Estados Unidos, a discussão sobre racismo voltou a ganhar força. Mudar pensamentos e comportamentos exige que a escola trate do tema logo cedo e uma das maneiras de fazer isso é apresentar a história de luta do movimento negro por igualdade e direitos civis.

Para apoiar educadores no trabalho de contextualização do racismo na sociedade brasileira e também inspirar novos projetos dentro da escola, o Porvir publica abaixo uma seleção de filmes disponíveis na plataforma Tamanduá.TV, que oferece produções classificadas de acordo com a etapa de ensino, área do conhecimento e disciplina. Clique no título para ter acesso ao trailer e ao filme completo.

Leia mais: 
Usando o faz de conta para falar de racismo
6 projetos para trabalhar a consciência negra todos os dias na escola
8 projetos de estudantes que discutem a valorização da mulher negra

Angela DavisCrédito: Reprodução

Libertem Angela Davis
Documentário, 97 min.
Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio, Formação de Educadores
Área de Ensino: Ciências Humanas
Componente Curricular/Disciplina: História, Sociologia

O documentário retrata a vida de Angela Davis, uma jovem professora universitária nascida no Alabama e conhecida pelo seu interesse na defesa dos direitos humanos. Ao ficar do lado de três prisioneiros negros nos anos 1970, ela entra para a lista das dez pessoas mais procuradas do FBI e se torna a mulher mais caçada dos Estados Unidos.

Ilustração de homem negroCrédito: Reprodução/Tamandua.TV

Rotas da Escravidão
Documentário, 4 episódios x 52 min
Etapa/Nível de Ensino: Ensino Fundamental – Anos Finais, Ensino Médio
Área de Ensino: Ciências Humanas
Componente Curricular/Disciplina: História, Sociologia

Esta é a história de um mundo cujos territórios e fronteiras foram construídos pelo tráfico de escravos. Um mundo onde a violência, a subjugação e o lucro impunham os caminhos. A história da escravidão não começou nos campos de algodão. É uma tragédia muito mais antiga que vem acontecendo desde os primórdios da humanidade. A partir do século 7, e por mais de 1.200 anos, a África foi o epicentro de um gigantesco trânsito de seres humanos atravessando todo o globo. Mais de 20 milhões de africanos foram deportados, vendidos e escravizados. Esse fato levanta uma questão fundamental: como e por que a África virou o coração das rotas da escravidão?

Cena do filme Palmares: Coração Brasileiro, Alma AfricanaCrédito: Reprodução/Tamandua.TV

Palmares: Coração Brasileiro, Alma Africana
Documentário, 5 episódios x 52 min
Etapa/Nível de Ensino: Ensino Fundamental – Anos Finais, Ensino Médio
Área de Ensino: Ciências Humanas
Componente Curricular/Disciplina: História, Sociologia

A série é um trabalho de recuperação historiográfica do papel que desempenhou o Quilombo dos Palmares durante o período colonial brasileiro. Instalado na Serra da Barriga, entre Alagoas e Pernambuco, o quilombo foi, entre aqueles que surgiram no início do século 16, o mais combatido (cerca de 45 expedições punitivas para desalojá-lo). Também aquele que mais durou, cerca de 100 anos, tornando-se grave questão de estado para o império português. Palmares tem importância simbólica para a comunidade afrobrasileira, que o tem como referência permanente de sua luta contra o racismo e a desigualdade social.

Martin Luther King diante de microfonesCrédito: Reprodução/Tamandua.TV

Martin Luther King: Um Homem Marcado
Etapa/Nível de Ensino: Ensino Fundamental – Anos Finais, Ensino Médio
Área de Ensino: Ciências Humanas
Componente Curricular/Disciplina: História, Sociologia
Documentário, 52 min

Martin Luther King Jr impulsionou mudanças nos Estados Unidos em face a uma amarga oposição. Foi um dos mais importantes líderes do movimento dos direitos civis dos negros no mundo, com um discurso de não violência e de amor ao próximo. King foi submetido a uma feroz campanha de intimidação pelo FBI de J. Edgar Hoover, tão extremo que até há suspeita de algum envolvimento do governo no assassinato do líder.

Crédito: Reprodução/Tamandua.TV

Ori
Documentário, 93 min
Etapa/Nível de Ensino: Ensino Médio
Área de Ensino: Ciências Humanas
Componente Curricular/Disciplina: História, Sociologia

Ôrí significa “cabeça”, “consciência negra”, em língua yorubá. A música, a dança, o gesto, o ritual, na expressão da cultura mais antiga da Humanidade. Ôrí documenta os movimentos negros brasileiros entre 1977 e 1988, passando pela relação entre Brasil e África, tendo o quilombo como idéia central de um contínuo histórico e apresentando como fio condutor a história pessoal de Beatriz Nascimento, historiadora e militante negra, falecida prematuramente no Rio de Janeiro, em 1995. O filme mostra também a comunidade negra em sua relação com o tempo, o espaço e a ancestralidade, através da concepção do projeto de Beatriz, do “quilombo” como correção da nacionalidade brasileira.

Martin Luther King durante manifestaçãoCrédito: Reprodução/Tamandua.TV

O Movimento Negro Nos Estados Unidos Desde Martin Luther King
Etapa/Nível de Ensino: Ensino Fundamental – Anos Finais, Ensino Médio
Área de Ensino: Ciências Humanas
Componente Curricular/Disciplina: História, Sociologia
Documentário, 4 episódios x 60 min

O Professor Henry Louis Gates Jr. analisa os últimos 50 anos da história afro-americana, mapeando a luta do movimento negro e levantando os obstáculos que ainda permanecem.


TAGS

cinema, ensino fundamental, ensino médio

Deixe um comentário

avatar
500
  Acompanhar a discussão  
Tipo de notificação