Aplicativo traduz notícias para linguagem das crianças - PORVIR
Crédito: Fotofund / Fotolia.com

Como Inovar

Aplicativo traduz notícias para linguagem das crianças

Guten News estimula a leitura com atividades gamificadas e temas atuais que fazem parte do universo infanto-juvenil

por Marina Lopes ilustração relógio 10 de abril de 2015

Com o excesso de informações e temas complexos, nem sempre a leitura de um jornal tradicional consegue despertar o interesse de crianças e adolescentes. Para incentivar o gosto pela leitura e o aprendizado por meio de fatos reais, a startup de educação Guten desenvolveu um jornal digital interativo que traz notícias na linguagem infanto-juvenil. Utilizando jogos, missões e atividades, o aplicativo também ajuda os leitores mirins a ampliarem sua compreensão dos textos.

Assim como em jornais tradicionais, o Guten News organiza diferentes assuntos por cadernos como Brasil, Mundo, Bem-estar, Cultura e Comportamento. Semanalmente são disponibilizadas novas edições, produzidas por uma equipe de jornalismo que tenta aproximar as notícias do universo de crianças e adolescentes. Entre os conteúdos é possível encontrar desde entrevistas com técnicos de futebol, até matérias sobre a falta de água, exposições ou o uso de drones.

“Muitas vezes o problema dos alunos não é o saber ler, mas ter uma bagagem para entender o mundo e saber fazer conexões com novos conhecimentos”, explica a administradora Danielle Brants, fundadora da Guten. Segundo ela, ao olhar para exames internacionais é possível notar que muitos alunos brasileiros ainda não conseguem atingir o nível básico de proficiência em leitura.

Nos últimos dados divulgados pelo Pisa (Programa Internacional de Avaliação de Alunos), o Brasil somou 410 pontos em leitura, ocupando a 55ª posição do ranking. Entre os estudantes avaliados, 49,2% deles não alcançaram o nível 2 de desempenho, que representa dificuldades para deduzir informações, estabelecer relações e compreender diferentes nuances da linguagem. De acordo com a mestre em linguística aplicada Letícia Reina, responsável pela gestão pedagógica da Guten, o gênero jornalístico pode ser uma boa ferramenta para ajudar os alunos a desenvolverem esse tipo de competência.

“A gente escolheu trabalhar com a notícia porque ela faz um processo de formação crítica. O leitor se depara com fatos, opiniões e se posiciona”, diz Letícia. Com base nessa proposta, dentro de cada caderno temático do periódico, as crianças encontram uma notícia que vem acompanhada por atividades. Antes de ler o texto, elas podem se divertir com jogos e desafios que introduzem o tema ou algum aspecto da linguagem da notícia.  Após a leitura, fazem exercícios de verificação. “Todas as atividades levam o leitor a refletir sobre o texto como um discurso que foi publicado em algum local, com um leitor previsto e alguém que escreveu”, comenta.

View post on imgur.com

Seguindo a lógica da gamificação, para cada atividade completada, a criança ganha pontos que ajudam a receber diferentes selos relacionados com uma competência socioemocial, como a curiosidade ou criatividade.

O aplicativo é gratuito e atualmente está disponível apenas para iPad, mas deve ser lançado na versão web em junho. Para as escolas que desejam utilizar o Guten News para trabalhar leitura com os alunos, em breve a startup também irá oferecer a opção de gerar relatórios pagos que identificam as principais dificuldades de cada criança. “A gente consegue mapear qual é o descritor do parâmetro curricular nacional que ela desenvolveu”, conta Danielle Brants, ao explicar sobre a base de dados gerada no aplicativo após as leituras e atividades feitas pelas crianças.

Com base nas análises das dificuldades apresentadas pelos alunos, no futuro a Guten planeja desenvolver um conteúdo personalizado, que identifica o nível de cada criança e sugere as notícias que são mais adequadas para ela. “Nosso objetivo é ter uma pequena nação de leitores e quebrar o tabu de que a leitura é chata e não faz parte do dia a dia deles”, defende a fundadora da Guten.


TAGS

aplicativos

3
Deixe um comentário

avatar
500
2 Comentários ao conteúdo
1 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
3 Autores
Bia SaltarelliIngrid Stoll CoelhoIngrid Stoll Coelho Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Ingrid Stoll Coelho
Visitante
Ingrid Stoll Coelho

adorei a proposta do jornal e quero informações sobre assinatura. Meubfikhobten 14 anos e era bem isso que eu precisava para presente–LO. Tenho insistido, sem nenhum sucesso, que ele leia os jornais tradicionais. Não sei o que ocorre porque ele é um menino curioso é gosta de ler… Como eu faço? Obrigada e já estou aguardando. Abraço. Ingrid/ mãe do João e psicóloga clínica de crianças e adolescentes.

Ingrid Stoll Coelho
Visitante
Ingrid Stoll Coelho

adorei a proposta do jornal e quero informações sobre assinatura. Meubfikhobten 14 anos e era bem isso que eu precisava para presente–LO. Tenho insistido, sem nenhum sucesso, que ele leia os jornais tradicionais. Não sei o que ocorre porque ele é um menino curioso é gosta de ler… Como eu faço? Obrigada e já estou aguardando. Abraço. Ingrid/ mãe do João e psicóloga clínica de crianças e adolescentes.

Bia Saltarelli
Visitante
Bia Saltarelli

Ei Ingrid! Tudo bem?
Veja o link do site deles: https://gutennews.com.br/