Criação de avatares leva alunos a descobertas - PORVIR
Rawpixel / Fotolia.com

Diário de Inovações

Criação de avatares leva alunos a descobertas

Professora usou atividade para desenvolver escrita em crianças de sala multisseriada, mas proporcionou outros aprendizados a eles

por Ligivânia Santos das Neves ilustração relógio 18 de maio de 2015

S
Este conteúdo faz parte da
Série Tecnologia no Campo

Sou professora responsável pela Escola Municipal Constâncio Maranhão, em Vitória de Santo Antão, uma zona rural de Pernambuco, onde atuo desde maio de 2010 com uma turma multisseriada de 16 crianças da pré-escola até o 5° ano. Desde junho de 2013, participo de oficinas realizadas pela Fundação Telefônica e venho introduzindo novas práticas em sala de aula. Uma delas, que foi muito importante para mim, foi a de criação de avatares. Primeiro, tive que desenvolver o meu avatar e depois fiz questão de repetir a atividade na minha sala.

Os meus alunos sentem muita dificuldade na leitura e na escrita e percebi que, com os avatares, poderia chamar a atenção deles e trabalhar letramento, oralidade e diversidade de personagens, bem como a troca dos mesmos. A escola estava em reforma, nossa sala de aula foi improvisada no terraço da vizinha e resolvi colocar os computadores para trabalhar. Sentada no chão junto com eles, expliquei o que era um avatar, como iríamos trabalhar e que eles iriam criar os deles. Foi uma euforia só!

Acessei o ambiente das oficinas, mostrei pra eles o meu trabalho, desenvolvi um avatar para que eles vissem como e o quê fazer, até que eles começaram a criação de avatares. Como eu tinha tido dificuldade para fazer o meu na primeira vez, imaginei que eles também teriam, mas as crianças dominaram tudo na hora.

Antes, perguntei a cada um como iriam criá-lo, do que iriam falar e o que queriam que o avatar falasse. Deixei o tema livre e eles pesquisaram os personagens e decidiram que fariam um bate-papo usando os nomes dos colegas para dar vida aos avatares. Fiz várias perguntas para que eles se soltassem e tivessem ideias para seus textos, e eles mesmos criaram uma dinâmica em que faziam perguntas rápidas, como “Do que eles mais gostam de fazer? e Qual a comida preferida deles?” para cada avatar.

Criação de avatares leva alunos a descobertasCrédito: Arquivo pessoal

 

Todos se divertiram, aprenderam, manusearam as teclas do computador, vibraram com as imagens sendo construídas por eles e observaram cada comando. No fim, todos digitaram o seu texto.

Foi um desafio para mim entrar na brincadeira e ao mesmo tempo ter segurança para responder às dúvidas deles, mas aos poucos fui aprendendo lidar com o recurso, e como liderar o ambiente. O segundo desafio foi o de conexão. A internet era muito limitada e ficava caindo, mas depois o sinal melhorou e conseguimos trabalhar com pelo menos três computadores. O terceiro desafio era o de acalmá-los a ter paciência com o processo da espera da vez de cada um. Mas foi muito emocionante vê-los mexendo, descobrindo, contribuindo, se encantando com a voz dos avatares criados e, o mais importante: se ajudando. Saí da aula com a sensação de dever cumprido. Foi muito gratificante ver os olhinhos deles vidrados na telinha do computador, sem piscar, sem pestanejar, apreciando cada descoberta.

* Este Diário de Inovações integra a série de reportagens Tecnologia no Campo, uma parceria do Porvir com a Fundação Telefônica Vivo, que realiza o Programa Escolas Rurais Conectadas.


Ligivânia Santos das Neves

Natural de Bezerros, em Pernambuco, a professora se formou em magistério em 1996, concluiu a graduação em Pedagogia na FACOL em 1997 e uma especialização em Psicopedagogia na mesma universidade em 2010. Já trabalhou como professora da pré-escola, bibliotecária e professora de uma turma de alunos com distorção idade-série. Desde 2010, é responsável pela Escola Municipal Constâncio Maranhão, em Vitória do Santo Antão.

TAGS

ensino fundamental, escolas rurais, série tecnologia no campo, tecnologia

2
Deixe um comentário

avatar
500
2 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
2 Autores
Revista do ProfessorRevista do Professor Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Revista do Professor
Visitante
Revista do Professor

Boa tarde!
Gostaríamos do contato da professora responsável pelo projeto. Vocês poderiam nos informar?
Atenciosamente,
Equipe de redação

Revista do Professor
Visitante
Revista do Professor

Boa tarde!
Gostaríamos do contato da professora responsável pelo projeto. Vocês poderiam nos informar?
Atenciosamente,
Equipe de redação