Festival online de anime e histórias em quadrinhos engaja turma de ensino fundamental em aulas remotas - PORVIR
Crédito: kid-a / istockphoto

Diário de Inovações

Festival online de anime e histórias em quadrinhos engaja turma de ensino fundamental em aulas remotas

Professora de língua portuguesa conta como trabalhou com a produção de HQs, animes e cartoons para desenvolver a oralidade nos estudantes

Parceria com EducaMídia

por Edizia Rodrigues ilustração relógio 5 de novembro de 2020

Sou professora de língua portuguesa na escola estadual Doutor Leôncio Gomes de Araújo, em São Lourenço da Mata (PE). Durante as aulas remotas, percebi que os alunos estavam bem desinteressados. Para contornar essa situação, desenvolvi com a professora Bruna Gomes um festival online de anime (estilo de animação japonesa) com as turmas do sexto ao nono ano do ensino fundamental.

A ideia surgiu quando um aluno me mostrou um anime que ele tinha produzido. No mesmo momento, lembrei de um aplicativo que tinha conhecido durante a formação do EducaMídia, o Toontastic 3D. Com ele, é possível escolher vários ambientes e personagens para construir, desenhar, narrar e animar uma história.

O trabalho com histórias em quadrinhos costuma ser um pouco mais estático, mas vi no aplicativo uma possibilidade de desenvolver oralidade e entonação com os alunos. Como ele permite a inserção de gravações de áudio, isso traz outros recursos para a aula de língua portuguesa, que vão além da produção dos textos e dos desenhos.

Com essa proposta, conseguimos desenvolver um trabalho interdisciplinar. Para construir o roteiro das suas histórias, muitos alunos usaram tópicos que estavam estudante em outras disciplinas, como a produção da vacina contra a covid-19 ou a história do Brasil. Além de criar uma narrativa, eles também foram responsáveis pelo desenho, animação e gravação de áudio para a dublagem do anime.

Para apresentar as produções criadas pelos alunos, tivemos a ideia de criar um festival online. Montamos um convite e enviamos pelo WhatsApp para as turmas e suas famílias.

O festival foi realizado pelo Google Meet. Fizemos a recepção dos alunos, pais e professores com algumas músicas de animes. Após dar as boas-vindas a todos os participantes, contamos um pouco sobre a atividade que foi desenvolvida com as turmas de ensino fundamental e convidamos duas alunas para explicarem um pouco o que tinham estudado sobre a linguagem de HQs, animes e cartoons. A partir daí, começamos a exibir as produções feitas pelos estudantes.

Pra mim, essa atividade teve um valor muito significativo. A turma estava muito desmotivada, e trabalhar com esse aplicativo e com a produção de animes foi uma forma de fomentar a leitura e ainda desenvolver competências relacionadas à minha disciplina.

Os alunos tiveram uma participação muito efetiva e tenho certeza que eles vão levar esse conhecimento para a vida.

💡 Aprendendo Sempre: Ferramentas e orientações para suas aulas remotas

Quer saber mais sobre educação midiática?
Clique e acesse

EducaMídia

Edizia Rodrigues

Professora de língua portuguesa do estado de Pernambuco, no município de São Lourenço da Mata, na escola Dr. Leôncio Gomes de Araújo. Desenvolveu um festival de HQ, animes e cartoon com os alunos para trabalhar oralidade na sala de aula no ambiente virtual.

TAGS

coronavírus, educação midiática, tecnologia

1
Deixe um comentário

avatar
500
1 Comentários ao conteúdo
0 Respostas a comentários
0 Seguidores
 
Comentário com mais reações
Comentário em alta
1 Autores
Joana Quem acabou de comentar
  Acompanhar a discussão  
Mais recentes Mais antigos Mais votados
Tipo de notificação
Joana
Visitante
Joana

Parabéns professora edizia rodrigues pelo belo trabalho e a todos que fazem a escola Dr.leoncio gomes em são Lourenço da Mata pe